Quiksilver em Memória de Eddie Aikau finaliza período de espera

Cerimônia de abertura do Eddie Aikau 2010. Foto: Tom Servais

“O Eddie” só pode ser executado quando a altura das ondas atinge a faixa de 40 pés (12 metros) ou mais por um dia inteiro de competição – uma oportunidade que não aconteceu neste inverno.

Publicidade

O período de três meses de espera para o 2016/17 Quiksilver em Memória de Eddie Aikau, um evento especial da liga mundial de surf (WSL), chegou ao fim ontem à noite.

Começando em 1985, o Quiksilver em Memória de Eddie Aikau Big Wave Invitational foi um evento de ondas grandes apenas para convidados que ocorre na Baía de Waimea na costa norte de Oahu, onde o falecido Eddie Aikau serviu como o primeiro salva-vidas da costa norte. O waterman transformou-se numa figura lendária no Havaí após uma tentativa fracassada de salvar os membros do barco Hōkūle’a em 1978, e continua a inspirar gerações com seu simbolismo da bravura, da camaradagem e do espírito do aloha.

O Eddie só ocorreu nove vezes em sua história de 32 anos. Como um evento de ondas grandes aprovado pela WSL, O Eddie desenhou uma seção de prestígio dos melhores watermen do mundo, incluindo competidores do Championship Tour (CT) e surfistas menos famosos que têm alto mérito dentro da comunidade de ondas grandes.

O evento é famoso por sua tradicional cerimônia de inauguração havaiana, transmissão ao vivo e atmosfera incrível. John John Florence (HAW), natural do North Shore, permanece como o atual campeão do evento, depois de ter conquistado o cobiçado título em fevereiro de 2016. De lá, ele continuou a esmagar um dos maiores anos da história do surf no Havaí, após vencer o campeonato mundial da WSL e a tríplice coroa havaiana, entre outros prêmios.

Outros vencedores passados ​​incluem o irmão de Eddie, Clyde Aikau (HAW) em 1986, o Campeão do Mundo 11x Kelly Slater (EUA) em 2002, Bruce Irons de Kauai em 2004 e o pioneiro de ondas grandes Greg Long (EUA) em 2009. Esta última temporada viu a primeira mulher incluída na lista de convidados alternativos, Keala Kennelly (HAW), que é uma surfista de ondas grandes reconhecida e atleta profissional premiada.

Por  WSL