Waterwoman falece em decorrência de um acidente automobilístico

A atleta Sophia Bartlow dominava diferentes tipos de pranchas. Foto Divulgação

Waterwoman não resiste aos ferimentos e parte de maneira trágica aos 25 anos.

Publicidade

No último sábado, 29/1, o mundo do surf amanheceu de luto. Sophia Tiaré Bartlow, 25, longboarder, surfista de stand up paddle e verdadeira surfista de alma, filha da campeã mundial de longboard Jericho Poppler, sofreu acidente fatal na Costa Norte de Oahu, Hawaii.

Sophia estava de passageira no carro sob o comando do namorado e foi arremessada para fora do veículo quando o mesmo saiu da estrada e bateu em uma árvore. O acidente aconteceu na estrada altura da praia de Waialua.

Além do longboard e SUP, Sophia surfava praticamente com todo tipo e tamanho de prancha: uma waterwoman nata. Foto: Divulgação

A atleta foi levada para o hospital em condições graves e não resistiu aos ferimentos. Já o motorista, também levado ao hospital em estado grave, sobreviveu e está preso por dirigir alcoolizado, sem habilitação e responderá por tentativa de homicídio.

A atleta seguiu o mesmos passos da mãe, que competia na liga mundial de longboard e foi a responsável por fundar a International Professional Surfers’ (IPS) feminina – associação internacional de surfistas profissionais – em 1976.

Sophia era uma inspiração, e contagiava a todos com seu amor pela vida e pelo surf. Foto: Divulgação

Além do pranchão, Sophia corria o Circuito Mundial de Stand Up Paddle e em 2014 venceu o título nacional norte-americano de stand up paddle.

Assista abaixo ao vídeo da atleta em ação na etapa do Circuito Mundial de SUP, em Turtle Bay, Oahu:

Para saber mais sobre Sophia, clique aqui.

Lamentamos a perda e enviamos as melhores vibrações para a família. RIP, Sophia.

Fonte hardcore.com.br