Tomas Hermes é o mais novo brasileiro a fazer parte da elite mundial do surf

Tomas Hermes garante vaga para a elite 2018. Foto: Jimmy Wilson.

Tomas Hermes, conhecido por sua garra, determinação e seu surf potente, é o mais novo brasileiro a fazer parte da elite mundial do surf.

A vaga foi conquistada após o surfista chegar às semi-final do Hawaiian Pro nesta última segunda-feira, dia 20 de novembro, onde ele foi derrotado por nada mais nada menos que Filipe Toledo e Michel Bourez por menos de 1 ponto de diferença.

Após um começo de temporada complicado, na qual Tomas não pode participar na perna australiana do QS por conta de uma contusão, o foco do atleta fez com que ele buscasse, ponto a ponto, a vaga no principal tour de surf do mundo.

Publicidade

Entre os highlights de Tomas em 2017 está a excelente segunda colocação no Vans US Open of Surfing, em Huntington Beach, em agosto, que lhe garantiu 8.000 pontos no ranking do WQS. Além de outras boas colocações durante a etapa de Cascais, Portugal e Ballito, África do Sul.

“Não é um sonho. Eu acho que vivo o sonho todos os dias. Qualificar não é um sonho, é como um trabalho. Quero agradecer muitas pessoas, minha família, a Vans. Acredito em mim, no meu criador. Quero agradecer a minha esposa. Ela está sempre comigo. Nada a incomoda. Ela não se importa de acordar cedo comigo. É minha esposa, minha melhor amiga, treinadora. Especialmente por causa dela, estou aqui.”, disse Tomas Hermes logo após confirmada sua classificação para o WCT.

A classificação para a elite do surf mundial, o WCT, é garantida todos os anos pelos 10 melhores ranqueados do WQS (World Qualifying Series), através da soma das 5 melhores pontuações do surfista ao longo das etapas competidas até o final do ano.

Tomas Hermes não pode competir no início da perna australiana. Foto: Jimmy Wilson.

Por surfar.com.br