Tatiana também nas quartas de final

HUNTINGTON BEACH, UNITED STATES - August 3: Defending event winner Courtney Conlogue of the USA advances to Round 5 of the 2019 VANS US Open of Surfing after winning Heat 2 of Round 4 at Huntington Beach on August 3, 2019 in CA, USA. (Photo by Kenny Morris/WSL via Getty Images)
Courtney Conlogue (Foto: Kenny Morris / WSL via Getty Images)

Tatiana também chega as quartas de final do Vans US Open

By João Carvalho

A gaúcha Tatiana Weston-Webb também passou para as quartas de final do QS 10000 Vans US Open of Surfing na Califórnia, Estados Unidos. Ela derrotou a japonesa Mahina Maeda no sábado de ondas de 2-3 pés em Huntington Beach e vai enfrentar a australiana Bronte Macaulay na disputa pela terceira vaga nas semifinais. Três brasileiros, Adriano de Souza, Yago Dora e Alex Ribeiro, também vão tentar o título no domingo decisivo, pois já tinham se classificado para as quartas de final na sexta-feira. A primeira chamada do último dia será as 7h00 na Califórnia, 11h00 no fuso de Brasília.

O sábado foi mais um dia de ondas pequenas e grandes intervalos entre as séries, com poucas chances para surfar nas baterias. Isso fez com que os duelos das oitavas de final do primeiro QS 10000 feminino da história fossem muito disputados. A maioria deles foi decidido por menos de um pontinho de diferença. A única exceção foi a defensora do título do Vans US Open, a americana Courtney Conlogue, que derrotou a jovem australiana Zahli Kelly por 14,00 a 9,83 pontos no segundo confronto do dia.

Publicidade

No primeiro, Caroline Marks ganhou um duelo americano com Alyssa Spencer por 0,60 de diferença no resultado de 11,53 a 10,93 pontos. Na terceira bateria, a costa-ricense Brisa Hennessy passou pela australiana Isabella Nichols que lidera o ranking do WSL Qualifying Series, por apenas 0,30 de vantagem, 11,54 a 11,24. E a disputa seguinte foi decidida por somente 1 décimo na vitória de Sally Fitzgibbons sobre a também australiana Keely Andrew por 12,60 a 12,50 pontos.

 Tatiana Weston-Webb (Foto: Jenny Herron / WSL via Getty Images)

A gaúcha Tatiana Weston-Webb entrou na quinta bateria do dia e também teve trabalho para superar a japonesa Mahina Maeda nas difíceis condições do mar para competir em Huntington Beach. Ela cometeu algumas falhas, errou algumas manobras, no entanto conseguiu vencer por 11,67 a 10,87 pontos. Todos esperavam que sua adversária na terceira quarta de final seria a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore, mas ela foi derrotada no duelo seguinte pela também australiana Bronte Macaulay por 12,17 a 11,30, ou 0,87 de diferença.

As últimas baterias também foram assim, definidas por menos de 1 ponto de vantagem. A americana Sage Erickson despachou a australiana Nikki Van Dijk por 12,50 a 11,96. Sua oponente na disputa pela última vaga nas semifinais será a havaiana Malia Manuel, que superou a francesa Tessa Thyssen por 0,23 de diferença no placar de 11,40 a 11,17 pontos.

Sol Aguirre (Foto: Kenny Morris / WSL via Getty Images)

PRO JUNIOR – Depois das oitavas de final femininas do QS 10000, foram iniciadas as semifinais do Pro Junior, categoria dos surfistas com até 18 anos de idade. A América do Sul estava representada na disputa pelos dois títulos, que foram definidos no sábado. Mas, tanto o atual campeão mundial Pro Junior, Mateus Herdy, como a bicampeã sul-americana Pro Junior de 2017 e 2018, Sol Aguirre, não tiveram muitas chances para surfar e foram eliminados.

A peruana foi a primeira a cair. Ela só conseguiu pegar três ondas em toda a bateria e perdeu a batalha pelas duas últimas vagas na grande final para a havaiana Keala Tomoda-Bannert e a norte-americana Caitlin Simmers, que conquistou o título do Vans US Open Pro Junior depois. Sol Aguirre terminou em sétimo lugar no Vans US Open Pro Junior, ganhando 400 dólares de prêmio pela sua boa participação no evento.

Mateus Herdy (Foto: Kenny Morris / WSL via Getty Images)

O catarinense Mateus Herdy disputou a bateria seguinte e também sofreu com as poucas oportunidades que teve para mostrar o seu surfe de campeão mundial Pro Junior no sábado em Huntington Beach. Seus adversários pegaram as melhores ondas e o japonês Joh Azuchi surpreendeu até os dois locais dos Estados Unidos para vencer a bateria. Jett Schilling ganhou a segunda vaga para a final e Mateus ficou em quinto lugar, recebendo 600 dólares.

O QS 10000 Vans US Open of Surfing está sendo transmitido ao vivo de Huntington Beach pelo www.worldsurfleague.com e pelo Facebook Live e pelo aplicativo da World Surf League. A primeira chamada para o domingo decisivo será as 7h00 na Califórnia, 11h00 no Brasil.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem promovendo os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 230 eventos globais masculinos e femininos no ano para definir os campeões mundiais do World Surf League Championship Tour, Big Wave Tour, Redbull Airborne, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, além do WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, enquanto incentiva a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis da WSL, para uma enorme legião de fãs interessados em ver as grandes estrelas, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Tyler Wright, Gabriel Medina, John John Florence, Lakey Peterson, Grant Baker, Keala Kennelly, Paige Alms, Kai Lenny, Steven Sawyer, Soleil Errico, Carissa Moore, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais dinâmico e imprevisível de todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

—————————————————————-

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

—————————————————————-

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 5.000:

1.a: Alex Ribeiro (BRA) x Connor O´Leary (AUS)

2.a: Yago Dora (BRA) x Jorgann Couzinet (FRA)

3.a: Barron Mamiya (HAV) x Liam O´Brien (AUS)

4.a: Adriano de Souza (BRA) x Griffin Colapinto (EUA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 5.000:

1.a: Courtney Conlogue (EUA) x Caroline Marks (EUA)

2.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Brisa Hennessy (CRI)

3.a: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Bronte Macaulay (AUS)

4.a: Malia Manuel (HAV) x Sage Erickson (EUA)

RESULTADOS DO SÁBADO NA CALIFÓRNIA:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com 3.700 pontos e US$ 3.550:

1.a: Caroline Marks (EUA) 11.53 x 10.93 Alyssa Spencer (EUA)

2.a: Courtney Conlogue (EUA) 14.00 x 9.83 Zahli Kelly (AUS)

3.a: Brisa Hennessy (CRI) 11.54 x 11.24 Isabella Nichols (AUS)

4.a: Sally Fitzgibbons (AUS) 12.60 x 12.50 Keely Andrew (AUS)

5.a: Tatiana Weston-Webb (BRA) 11.67 x 10.87 Mahina Maeda (JPN)

6.a: Bronte Macaulay (AUS) 12.17 x 11.30 Stephanie Gilmore (AUS)

7.a: Sage Erickson (EUA) 12.50 x 11.96 Nikki Van Dijk (AUS)

8.a: Malia Manuel (HAV) 11.40 x 11.17 Tessa Thyssen (FRA)

FINAL PRO JUNIOR MASCULINO:

Campeão: Kade Matson (EUA) por 15,17 pontos (9,00+6,17) – US$ 2.500

Vice-campeão: Caleb Tancred (AUS) com 14,90 pontos (7,93+6,97) – US$ 1.500

Terceiro lugar: Joh Azuchi (JPN) com 11,44 pontos (7,17+4,27) – US$ 1.100

Quarto lugar: Jett Schilling (EUA) com 9,53 pontos (5,00+4,53) – US$ 900

SEMIFINAIS – 3.o=5.o lugar com US$ 600 e 4.o=7.o lugar com US$ 400:

1.a: 1-Joh Azuchi (JPN), 2-Jett Schilling (EUA), 3-Mateus Herdy (BRA), 4-Taj Lindblad (EUA)

2.a: 1-Caleb Tancred (AUS), 2-Kade Matson (EUA), 3-Taro Watanabe (EUA), 4-Hagan Johnson (EUA)

FINAL PRO JUNIOR FEMININA:

Campeã: Caitlin Simmers (EUA) por 17,23 pontos (8,70+8,53) – US$ 2.500 de prêmio

Vice-campeã: Alyssa Spencer (EUA) com 15,80 pontos (9,00+6,80) – US$ 1.500

Terceiro lugar: Kirra Pinkerton (EUA) com 14,70 pontos (7,83+6,87) – US$ 1.100

Quarto lugar: Keala Tomoda-Bannert (HAV) com 12,47 pontos (7,00+5,47) – US$ 900

SEMIFINAIS – 3.a=5.o lugar com US$ 600 e 4.a=7.o lugar com US$ 400:

1.a: 1-Kirra Pinkerton (EUA), 2-Alyssa Spencer (EUA), 3-Sawyer Lindblad (EUA), 4-Eva Woodland (CRI)

2.a: 1-Keala Tomoda-Bannert (HAV), 2-Caitlin Simmers (EUA), 3-Samantha Sibley (EUA), 4-Sol Aguirre (PER)