CBSK anuncia a Seleção Brasileira de Skate

Um outro passo inédito foi dado pela Confederação Brasileira de Skate – CBSK para fortalecer e dar ainda mais representatividade ao Skate brasileiro como esporte olímpico. Bob Burnquist, um dos maiores ícones do Skate mundial e atual Presidente da Confederação, anunciou junto com Sandro Dias, outro grande nome mundial do esporte e atual Diretor da CBSK, a formação da 1ª Seleção Brasileira de Skate nas modalidades olímpicas Park e Street.

Em 2018, os nomes dos atletas que integrarão a Seleção Brasileira de Skate Park e Street, foram escolhidos através de um comitê técnico.

Publicidade

A partir de agora, a convocação é anual e a partir de 2019, a Seleção será sempre formada através do Calendário Brasileiro de Skate da CBSK do ano anterior, onde os três primeiros skatistas do ranking estarão automaticamente convocados. Além disso, a CBSK, através do seu comitê técnico, indicará o atleta para a vaga restante.
A CBSK dará aos atletas integrantes da Seleção Brasileira, suporte e recursos para o desenvolvimento e aperfeiçoamento da prática do skate de alto rendimento. Ajuda financeira, recursos humanos, departamento médico exclusivo, centros de treinamento, viagens e participações em eventos internacionais, estão entre as ações de suporte ao desenvolvimento esportivo dos atletas da Seleção Brasileira de Skate.

A 1a Seleção Brasileira de Skate da história, será formada por 16 atletas, divididos em 2 modalidades e 2 categorias: Modalidade Park – Categoria Masculino: Pedro Barros; Luizinho Francisco; Murilo Peres; Ítalo Peñarrubia. Modalidade Park – Categoria Feminino: Yndiara Asp; Dora Varella; Isadora Pacheco e Camila Borges.

Modalidade Street – Categoria Masculino: Kelvin Hoefler; Luan de Oliveira; Tiago Lemos; Felipe Gustavo. Modalidade Street – Categoria Feminino: Leticia Bufoni; Pâmela Rosa; Monica Torres e Gabriela Mazetto.

2020 – O Skate será um dos esportes estreantes em Olimpíadas, mas o planejamento da CBSK é que o skate brasileiro tenha um desempenho parecido com o dos esportes tradicionais, lutando por algumas medalhas, já na 1a participação.

Por Tatiana Lobo