Sage Erickson vence QS 10000 na Califórnia

HUNTINGTON BEACH, UNITED STATES - August 4: Sage Erickson of the USA is the winner of the 2019 VANS US Open of Surfing after winning the final at Huntington Beach on August 4, 2019 in CA, USA.(Photo by Kenny Morris/WSL via Getty Images)

Sage Erickson-EUA (Kenny Morris / WSL via Getty Images)

Sage Erickson vence o primeiro QS 10000 da história do WSL

A decisão norte-americana fechou o primeiro QS 10000 feminino da história do WSL Qualifying Series. O Vans US Open of Surfing era uma etapa do World Surf League Championship Tour para as meninas até o ano passado e as duas últimas campeãs se enfrentaram na final.

Publicidade

No tira-teima, a vencedora de 2017, Sage Erickson, bateu a defensora do título, Courtney Conlogue, por 15,40 a 12,93 pontos com uma onda no critério excelente, nota 8,17. Sage fez parte da elite do CT até o ano passado e já tinha vencido um QS 3000 esse ano na Austrália. Agora, com os 10.000 pontos do US Open, saltou da 25ª para a segunda posição no ranking, que segue sendo liderado pela jovem australiana Isabella Nichols.

Para chegar na final, Sage Erickson passou pela brasileira Tatiana Weston-Webb na reedição da final de 2017, que também terminou com vitória da norte-americana. A gaúcha tinha sido a campeã de 2016 e tentava o bicampeonato consecutivo naquele ano. Tatiana agora aparece em terceiro lugar no ranking com o terceiro lugar na Califórnia, mas não precisa da vaga no G-6 do QS no momento, por estar garantindo sua permanência na elite entre as top-10 do CT.

Além de Tatiana, mais três surfistas passaram a fazer parte das duas listas após o Vans US Open, que dispensam as vagas do ranking de acesso, a americana Caroline Marks em quinto lugar, a havaiana Malia Manuel em sexto e a australiana Sally Fitzgibbons em sétimo. Com isso, a lista das seis está seguindo até a décima colocada. O G-6 é formado no momento por Isabella Nichols em primeiro no ranking, Sage Erickson em segundo, as australianas Bronte Macaulay em quarto e Zahli Kelly em oitavo, a japonesa Mahina Maeda em nono e a americana Alyssa Spencer fechando a lista em décimo lugar.