Quatro sul-americanos nas quartas de final na Ilha Martinica

Miguel Pupo (BRA) during Round Five of the Martinique Surf Pro 2018
Miguel Pupo (@WSL – Poullenot)
By João Carvalho

Os brasileiros Miguel Pupo, Jadson André, Bino Lopes e o peruano Miguel Tudela, passaram para as quartas de final do QS 3000 Martinique Surf Pro na sexta-feira de ondas de 2-3 pés em Basse Point, na Ilha Martinica. Os quatro vão enfrentar surfistas de outros países, com chances das semifinais ficarem 100% sul-americanas. A única baixa foi Marco Fernandez, eliminado na bateria que o também baiano Bino Lopes se classificou junto com o português Miguel Blanco. No QS 3000 feminino, a peruana Melanie Giunta também perdeu e os dois eventos serão encerrados neste sábado na ilha francesa do Caribe.

Miguel Pupo (@WSL – Poullenot)

Na sexta-feira foram realizadas doze baterias, as quatro da quinta fase masculina e oito das duas rodadas da competição feminina que já definiram as semifinalistas do Martinique Surf Pro. Entre os homens, Miguel Pupo ganhou a primeira batalha por vagas nas quartas de final e outro ex-top do CT avançou em segundo lugar, o norte-americano Nat Young. Os dois surfaram as melhores ondas e confirmaram o favoritismo contra o francês Jorgann Couzinet e o havaiano Imaikalani Devault.

Publicidade

O adversário de Miguel Pupo na primeira quarta de final é o taitiano Mihimana Braye, segundo colocado na segunda bateria da sexta-feira, que terminou com outra vitória brasileira de Jadson André. O potiguar vai enfrentar o californiano Nat Young na briga pela segunda vaga nas semifinais, mas já entrou na lista provisória dos dez surfistas que o WSL Qualifying Series indica para completar os top-34 do Championship Tour.

Jadson Andre (@WSL – Poullenot)

Tanto Jadson como Miguel, perderam suas vagas na elite da World Surf League em 2017. Pupo já está no G-10, em quinto lugar, podendo até tirar a vice-liderança do também paulista Deivid Silva se vencer o QS 3000 da Martinica. Jadson chegou no Caribe em 14.o no ranking e já aparece em décimo lugar, que era do havaiano Joshua Moniz. Se passar por Nat Young, o potiguar ultrapassa mais dois, os australianos Matt Banting e Reef Heazlewood.

Na terceira bateria do dia, dois baianos competiram juntos, mas o português Miguel Blanco impediu a única chance de uma dobradinha brasileira na sexta-feira. Ele passou em primeiro lugar e Bino Lopes superou Marco Fernandez e o havaiano Benji Brand na briga pela outra vaga para as quartas de final. Na última batalha, o peruano Miguel Tudela despachou o sul-africano Beyrick De Vries e Joshua Burke, de Barbados, na vitória do italiano Leonardo Fioravanti.

Nas quartas de final, Miguel Tudela e Miguel Blanco vão se enfrentar na terceira bateria e a última disputa por vagas nas semifinais será entre Bino Lopes e Leonardo Fioravanti. Os classificados para o sábado já garantiram um mínimo de 1.260 pontos no ranking do WSL Qualifying Series. Esse número sobe para 1.680 nas semifinais, enquanto na grande final, a vitória vale 3.000 e o vice-campeão marca 2.250 pontos.

 

Bino Lopes (@WSL – Poullenot)

QS 3000 FEMININO – Na sexta-feira, também foram realizadas duas rodadas do QS 3000 feminino, que já definiram as semifinalistas do Martinique Surf Pro. A peruana Melanie Giunta disputou as duas últimas vagas para as quartas de final e por muito pouco não se classificou. A australiana Philippa Anderson venceu a bateria por 10,83 pontos e Chelsea Tuach, de Barbados, passou em segundo lugar com 10,43, contra exatos 10,00 pontos de Melanie Giunta, que ficou em nono lugar no QS 3000 do Caribe.

Depois, Philippa Anderson também ganhou a última vaga para as semifinais e vai voltar a enfrentar Chelsea Tuach, agora num duelo eliminatório. Elas vão disputar a segunda classificatória para a grande final do Martinique Surf Pro. Na primeira, a experiente Claire Bevilacqua, 35 anos, que por muito tempo fez parte do CT, faz um confronto australiano com a jovem Isabella Nichols, 20 anos.

Acompanhe a transmissão ao vivo do QS 3000 Martinique Surf Pro pelo www.worldsurfleague.com

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensen, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

—————————————————————-

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

—————————————————————-

QUARTAS DE FINAL DO QS 3000 MARTINIQUE SURF PRO:

1.a: Miguel Pupo (BRA) x Mihimana Braye (TAH)

2.a: Jadson André (BRA) x Nat Young (EUA)

3.a: Miguel Tudela (PER) x Miguel Blanco (PRT)

4.a: Leonardo Fioravanti (ITA) x Bino Lopes (BRA)

RESULTADOS DA QUINTA FASE NA SEXTA-FEIRA – 1.o e 2.o=Quartas de Final:

———3.o=9.o lugar (US$ 1.500 e 900 pontos) e 4.o=13.o lugar (US$ 1.250 e 840 pontos):

1.a: 1-Miguel Pupo (BRA), 2-Nat Young (EUA), 3-Jorgann Couzinet (FRA), 4-Imaikalani Devault (HAV)

2.a: 1-Jadson André (BRA), 2-Mihimana Braye (TAH), 3-Kei Kobayashi (EUA), 4-Tristan Guilbaud (FRA)

3.a: 1-Miguel Blanco (PRT), 2-Bino Lopes (BRA), 3-Benji Brand (HAV), 4-Marco Fernandez (BRA)

4.a: 1-Leonardo Fioravanti (ITA), 2-Miguel Tudela (PER), 3-Joshua Burke (BRB), 4-Beyrick De Vries (AFR)

SEMIFINAIS FEMININAS DO QS 3000 MARTINIQUE SURF PRO:

1.a: Isabela Nichols (AUS) x Claire Bevilacqua (AUS)

2.a: Philippa Anderson (AUS) x Chelsea Tuach (BRB)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 1.260 pontos e US$ 1.000 de prêmio:

1.a: Isabella Nichols (AUS) 10.17 x 9.57 Teresa Bonvalot (PRT)

2.a: Claire Bevilacqua (AUS) 12.50 x 10.94 Pauline Ado (FRA)

3.a: Chelsea Tuach (BRB) 10.90 x 6.46 Holly Wawn (AUS)

4.a: Philippa Anderson (AUS) 13.43 x 12.33 Brisa Hennessy (HAV)

TERCEIRA FASE – 3.a=9.o lugar (US$ 750 e 900 pts) e 4.a=13.o lugar (US$ 500 e 840 pts):

1.a: 1-Teresa Bonvalot (PRT), 2-Claire Bevilacqua (AUS), 3-Emily Nishimoto (JPN), Frankie Harrer (ALE)

2.a: 1-Pauline Ado (FRA), 2-Isabella Nichols (AUS), 3-Mikaela Greene (AUS), 4-Rachel Presti (EUA)

3.a: 1-Holly Wawn (AUS), 2-Brisa Hennessy (HAV), 3-Alessa Quizon (HAV), 4-Sophie McCulloch (AUS)

4.a: 1-Philippa Anderson (AUS), 2-Chelsea Tuach (BRB), 3-Melanie Giunta (PER), 4-Brianna Cope (HAV)