Polêmica interferência? Filipe Toledo em julgamento por atitude antidesportiva

Filipe Toledo pode ser punido pela WSL. Foto: WSL / Poullenot.

A fúria de Filipe Toledo depois da derrota para o norte-americano Kanoa Igarashi pode render uma punição ao Top da elite mundial.

Filipe saiu da água indignado com uma interferência aplicada pelos juízes logo na primeira onda, fazendo com que o atleta passasse a computar apenas 50% da sua segunda melhor nota.

Publicidade

O brasileiro remou com intenção de surfar a direita, enquanto Kanoa investiu na esquerda. Na avaliação dos juízes, a onda tinha potencial para os dois lados, mas o norte-americano fez a curva primeiro – definindo a esquerda a seu favor – e foi atrapalhado pelo adversário, o que ocasionou uma interferência de Filipe (leia a regra no rodapé da reportagem).

Com poucas ondas surgindo no horizonte e em situação delicada, o brasileiro até tentou reverter a situação, mas suas notas 2.84 (metade de 5.67) e 5.73 não foram suficientes para impedir a vitória de Kanoa, que venceu com 5.33 e 6.40.

Furioso com a decisão dos juízes, o brasileiro saiu da água e foi ao palanque reclamar com a comissão técnica, mas foi contido por um segurança, o que deu início a um tumulto.

Filipe gritou que os juízes estavam ultrapassados e precisavam passar por uma reciclagem.

No Instagram, o pai do atleta, Ricardo Toledo, também questionou a decisão dos juízes. “A regra de interferência diz que o atleta tem que lesar o potencial de pontos do outro! Onde o Kanoa foi atrapalhado? Indignação! Essa é a palavra… Reciclagem é o que esperamos!”, escreveu em seu primeiro post. “Se este critério de julgamento continuar, o surf estará bem longe de ser um esporte olímpico! Infelizmente… As regras são aplicadas de acordo com a subjetividade dos juízes”, postou em seguida.

Em entrevista ao Globo.com, o brasileiro Renato Hickel, comissário do Championship Tour, revelou que Filipinho pode ser punido. “O diretor disciplinar vai decidir quais artigos ele infringiu. Ele prejudicou a imagem do surfe tremendamente, estava a imprensa presente, patrocinadores e o CEO do patrocinador oficial do campeonato, que estava aqui fazendo um Tour nesta hora. Prejudicou a imagem do esporte como um todo, esse é um ponto. Gritou dentro da área profissional, invadiu área dos juízes, outra infração. Pode acontecer suspensão pro Filipe? Pode. O caso dele é bem sério, ele foi muito agressivo, antiprofissional, quebrou e infringiu várias regras do código disciplinar da WSL. É um caso bem sério o do Filipe”, disse Hickel ao Globo.com.

Entenda o artigo 148.03 do livro de regras da WSL

“Se não for possível determinar se uma onda é uma esquerda e uma direita na área de drop inicial, e houver um pico bem definido com uma esquerda e uma direita disponíveis, o direito de passagem será do primeiro surfista que fizer uma manobra definida na direção escolhida (a execução da manobra deve ser óbvia para a esquerda ou direita). Desde que não interfira com o primeiro surfista que estabeleceu o direito de passagem, um segundo surfista poderá optar pela direção oposta (mas não poderá cruzar o caminho do primeiro surfista para atingir o lado oposto do pico, a menos que, na opinião dos juízes, isso seja executado sem prejuízo do surfista com a posição de inside).” 

Veja como foi a bateria

Fonte waves.com.br