Phil Rajzman está nas semifinais do Taiwan World Longboard

Phil Rajzman on day 5 of the Taiwan Open World Longboard Championship
Phil Rajzman (Foto: Tom Bennett – WSL)
By João Carvalho

O atual campeão mundial Phil Rajzman botou fogo na disputa pelo título mundial de Longboard de 2017 da World Surf League, que está sendo decidido na Ilha Taiwan. Ele não tem mais chances de conseguir um terceiro título esse ano, mas barrou o líder do ranking, Taylor Jensen, nas quartas de final que fecharam a quinta-feira na praia Jinzun Harbour, em Taitung. No entanto, por ironia do destino, o próprio brasileiro pode garantir o tricampeonato do americano se vencer o Taiwan World Longboard Championship, que deve ser encerrado nesta sexta-feira. Isso porque os outros três semifinalistas têm chances de empatar com Taylor Jensen e aí o título mundial será decidido numa bateria extra para definir o campeão de 2017.

Phil Rajzman (Foto: Tim Hain – WSL)

“As ondas estão incríveis e o swell (ondulação) continua bombando aqui”, disse Phil Rajzman, campeão mundial em 2007 e 2016. “O Taylor (Jensen) é um grande amigo meu, então ganhar dele foi até difícil pra mim, pois ele está na corrida do título mundial e eu não. Eu não posso mais ser campeão mundial, mas sempre quero fazer o meu melhor em todos os eventos que participo, então se para isso é preciso passar por aqueles que estão disputando o título, que seja assim”.

Publicidade

O brasileiro não tem mais chances por ter ficado em nono lugar na primeira etapa do World Surf League Longboard Championship Tour 2017 em Papua Nova Guiné, vencida por Taylor Jensen. Já os outros três semifinalistas chegaram na Ilha Taiwan em quinto lugar, mesma posição que Taylor terminou na quinta-feira. Então, o americano Cole Robins, adversário de Phil Rajzman na primeira semifinal, o australiano Harley Ingleby e o francês Edouard Delpero, poderão empatar com ele se vencerem o Taiwan World Longboard Championship.

Cole Robbins (Foto: Tim Hain – WSL)

Caso isso aconteça, o título mundial será decidido numa bateria extra entre Taylor Jensen e o ganhador da etapa, se não for o brasileiro. Isso só foi feito uma vez na história da World Surf League, quando o paulista Caio Ibelli conquistou o título mundial Pro Junior de 2011 depois de terminar empatado em primeiro lugar no ranking das três etapas com o australiano Garret Parkes. A grande final foi na Austrália e o brasileiro que hoje faz parte da elite do CT ganhou a bateria tira-teima do australiano na casa dele.

A previsão era encerrar o Taiwan World Longboard Championship na quinta-feira, mas o vento apertou no decorrer do dia agindo negativamente na formação das ondas em Jinzun Harbour e a comissão técnica preferiu deixar as semifinais e a grande final para a sexta-feira. A primeira chamada para a semifinal entre Phil Rajzman e Cole Robbins será as 7h00 em Taiwan, 21h00 da quinta-feira no fuso horário de Brasília. A disputa pela outra vaga na grande final será entre Harley Ingleby e Edouard Delpero.

Edouard Delpero (Foto: Tim Hain – WSL)

A quinta-feira amanheceu com ótimas direitas e esquerdas em Jinzun Harbour. Nas baterias da terceira fase que abriu o dia, Phil Rajzman passou em segundo lugar para as quartas de final no confronto vencido pelo inglês Adam Griffiths. Na disputa seguinte, Taylor Jensen estabeleceu um novo recorde de 18,60 pontos de 20 possíveis, somando notas 9,33 e 9,27 e ainda descartando um 9,23 das duas ondas computadas.

O vice-líder do ranking, Kai Sallas, do Havaí, também arrebentou na terceira bateria, totalizando 17,37 pontos com uma nota 9,40 no confronto que eliminou o brasileiro Rodrigo Sphaier, que cometeu uma interferência e não teve como brigar pela classificação. E Antonie Delpero ganhou a última por 17,13 com uma nota 9,33 da sua melhor apresentação.

LÍDERES ELIMINADOS – Nas quartas de final, os quatro surfistas que encabeçavam o ranking da primeira etapa foram eliminados. A primeira vítima foi Adam Griffiths, que dividia a terceira posição com o francês Antoine Delpero e perdeu para Cole Robins por uma pequena diferença de 14,73 a 14,57 pontos. A disputa seguinte foi um duelo de bicampeões mundiais e Phil Rajzman começou forte com nota 7,67, confirmando a vitória sobre Taylor Jensen com um 6,17 que somou no placar encerrado em 13,84 a 11,54 pontos.

Harley Ingleby (Foto: Tim Hain – WSL)

Na sequência, o francês Edouard Delpero barrou o vice-líder do ranking, Kai Sallas, por 16,00 a 15,04. E na última bateria da quinta-feira em Taiwan, o australiano Harley Ingleby, que também tem dois títulos mundiais, de 2009 e 2014, despachou o outro terceiro colocado do ranking, Antoine Delpero, irmão de Edouard, por 15,77 a 14,07 pontos. Com isso, nenhum dos surfistas que poderiam ultrapassar a pontuação do líder Taylor Jensen, se classificou e os concorrentes que restaram só poderão igualar os dois resultados do norte-americano.

“As condições ficaram muito difíceis com o vento que entrou e foi melhor mesmo deixar as semifinais para amanhã (sexta-feira)”, disse Harley Ingleby. “Agora, realmente a disputa do título mundial está aberta, com o Antoine (Delpero), o Adam (Griffiths), o Kai (Sallas) e o Taylor (Jensen) saindo do evento. A situação fica mais excitante, mas ainda existem baterias para disputar, então não quero pensar lá na frente e apenas me concentrar para a semifinal, por enquanto”. 

O Taiwan World Longboard Championship está sendo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e a primeira chamada para as semifinais será realizada as 7h00 da sexta-feira na Ilha Taiwan, 21h00 da quinta-feira no horário de verão do Brasil.

Phil Rajzman (Foto: Tom Bennett – WSL)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Grant Baker, Phil Rajzman, Tory Gilkerson, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

———————————————————–

SEMIFINAIS DO TAIWAN WORLD LONGBOARD CHAMPIONSHIP:

1.a: Phil Rajzman (BRA) x Cole Robbins (EUA)

2.a: Harley Ingleby (AUS) x Edouard Delpero (FRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 5.200 pontos e US$ 2.250 de prêmio:

1.a: Cole Robbins (EUA) 14.73 x 14.57 Adam Griffiths (ING)

2.a: Phil Rajzman (BRA) 13.84 x 11.54 Taylor Jensen (EUA)

3.a: Edouard Delpero (FRA) 16.00 x 15.04 Kai Sallas (HAV)

4.a: Harley Ingleby (AUS) 15.77 x 14.07 Antoine Delpero (FRA)

QUARTA FASE – 1.o e 2.o=Quartas de Final / 3.o=9.o lugar com 4.000 pontos e US$ 2.000:

1.a: 1-Adam Griffiths (ING)=15.30, 2-Phil Rajzman (BRA)=13.90, 3-Nic Jones (AUS)=13.20

2.a: 1-Taylor Jensen (EUA)=18.60, 2-Cole Robbins (EUA)=15.53, 3-Tony Silvagni (EUA)=11.76

3.a: 1-Kai Sallas (HAV)=17.37, 2-Harley Ingleby (AUS)=15.43, 3-Rodrigo Sphaier (BRA)=11.77

4.a: 1-Antoine Delpero (FRA)=17.13, 2-Edouard Delpero (FRA)=16.54, 3-Steven Sawyer (AFR)=15.47