Medina trata lesão no ligamento do joelho para estar recuperado na etapa do Brasil

Gabriel Medina trata lesão para participar da etapa brasileira do Tour. Foto: Divulgação

Surfista se machucou durante bateria na abertura do Circuito Mundial na Gold Coast australiana e intensifica os trabalhos para se recuperar para a etapa brasileira, de 9 a 20 de maio, em Saquarema

Publicidade

Aos poucos, Gabriel Medina recupera a forma ideal e trata com cuidado a lesão no ligamento colateral medial do joelho direito. O paulista de São Sebastião se machucou na abertura do Circuito Mundial (CT), na Gold Coast australiana, no dia 20 de março. Mesmo lesionado, ele só parou na semifinal diante do campeão da etapa, o australiano Owen Wright, se despedindo em terceiro lugar na primeira de 11 paradas do Tour. De volta ao Brasil, o surfista trabalha para estar pronto para a etapa brasileira do CT, em Saquarema, de 9 a 20 de maio. O SporTV.com transmite ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha tudo em Tempo Real.
Nas duas etapas seguintes, Medina fez um trabalho de recuperação com fisioterapia. Ficou em 25º lugar em Margaret River e em 13º em Bells Beach, terceira e última etapa da perna australiana.

Ao retornar, o paulista, atual 11º do ranking mundial, foi examinado pelo médico Marcelo Baboghluian, do Instituto Mar Azul, que o acompanha desde a adolescência, e intensificou as sessões de fisioterapia. As avaliações tem sido constantes. A lesão do surfista é de grau 2 e atingiu apenas o ligamento, sem machucar o menisco ou com edemas ósseos.

Gabriel Medina trata lesão no joelho direito com fisioterapia e intensifica trabalho para estar pronto na etapa brasileira do Tour (Foto: Divulgação)

– O Gabriel apresenta uma lesão do ligamento colateral medial grau 2, sem lesões de meniscos ou edemas ósseos importantes e precisa de oito a dez semanas para estar totalmente recuperado. Como a lesão foi no dia 20 de março, acredito que no Rio ele já esteja em boas condições – destacou o médico.
O procedimento fisioterápico vem sendo feito pelo fisioterapeuta esportivo e osteopata Gabriel Theodoro Peixoto, que também atua com Gabriel desde os 16 anos e foi responsável pelo tratamento de outras lesões do atleta.
– O tratamento consiste em ir contra o mecanismo de lesão, ganhando amplitude de movimento, através de liberações miofasciais, mobilizações e manipulações associadas à fortalecimentos, treino sensório-motor e gesto esportivo – explicou o fisioterapeuta.

Além de Medina, um outro representante do Brasil na elite vem tratando uma lesão. Italo Ferreira machucou o tornozelo direito em uma sessão de “free surf” em Duranbah, na Gold Coast, e também trabalha para estar apto e pronto para competir em Saquarema. O defensor do título da etapa brasileira é o atual campeão mundial John John Florence.

Fonte globoesporte.globo.com