Marco Fernandez e Bino Lopes disputam QS10.000 em Haleiwa, Hawaii

Marco Fernandez estreia na primeira fase do Hawaiian Pro 2016. Foto: WSL / Robertson.

Começa neste sábado, em Haleiwa, Hawaii, o prazo para a realização do Hawaiian Pro, primeira das duas etapas com status QS10.000 que vão definir o ranking do Qualifying Series 2016.

Publicidade

Os baianos Bino Lopes e Marco Fernandez já estão no North Shore de Oahu e treinam forte para o evento.

Fernandez está escalado na nona bateria da primeira fase e vai enfrentar o polinésio O’Neill Massin e os havaianos Mason Ho e Elijah Gates.

Bino é um dos principais cabeças de chave do evento e estreia na primeira bateria do round 3. Campeão mundial em 2015, o brasileiro Adriano de Souza será um dos seus adversários.

Como as etapas havaianas têm formato diferente (para comportar uma maior quantidade de locais), Bino aumentará automaticamente a sua pontuação no ranking do QS, já que entra como cabeça de chave.

Ele ocupa atualmente o sétimo lugar e descarta 650 pontos obtidos no QS6.000 em Chiba, Japão. Na pior das hipóteses em Haleiwa, trocará 650 por 1.000 pontos.

Avançando uma bateria, o baiano já consegue no mínimo 2.100 pontos, o que melhora bastante a sua situação no G-10. Em sua frente, com 860 pontos de vantagem, está o pernambucano Ian Gouveia, que precisa descartar 1.260 pontos, quase o dobro de Bino. Ian só vai melhorar a sua pontuação se passar pela estreia em Haleiwa.

Por outro lado, Bino é pressionado por atletas como o francês Jeremy Flores, que está a apenas 400 pontos de desvantagem e ainda tem um resultado a computar no ranking, já que participou de apenas quatro etapas do Qualifying Series.

Fonte surfbahia.com.br