Lucas Chianca bota pra baixo no swell que atingiu Mavericks

Lucas Chianca. Foto: Reprodução Instagram
O big rider carioca Lucas Chianca bota pra baixo no swell que atingiu Mavericks, na Califórnia,EUA, esta semana. 

Destaque entre a nova geração de big riders brasileiros, o carioca Lucas Chianca aproveitou para colocar pra baixo no swell que atingiu Mavericks, na Califórnia, EUA, esta semana, proporcionando bombas de até 60 pés nas maiores série. Além de Chianca, o surfista local Peter Mel e seu filho John, de 18 anos, também enfrenaram as muralhas do pico.

Publicidade

“O que estava acontecendo nesta manhã, eu só vi talvez duas ou três vezes antes. Parece um monumento nacional nesse tamanho. É como verificar as cataratas de Niagara”, falou o big rider Peter Mel, que remou ao lado do filho John.

Que Dia! Depois de algumas bombas, um acidente de barco e alguns prejuízos… Ninguém disse que seria fácil!- Lucas Chianca. Foto: Reprodução Instagram.


“Foi facilmente o maior surf que já tivemos aqui em mais de 12 anos.” – Frank Quirarte.

Peter Mel em Mavericks. Foto: Frank Quirarte/WSL.

As condições estavam tão potentes em Mavericks que o barco com fotógrafos foi arrastado por uma série gigante. Uma morra despontou no horizonte, o que  fez o barco virar, varrendo-o até a bancada de pedras no inside. Alguns tripulantes estavam sem roupas de borracha e passaram por um grande sufoco. Também foram perdidos um jet-ski, duas câmeras e muitos equipamentos importantes.

“Eu vi esse mesmo capitão na segunda-feira, quando estava menor, e um monte de barcos estava realmente perto do pico. O cara voltou direto para lá hoje, antes mesmo de ver uma onda da série”, disse o fotógrafo Frank Quirarte, que finalizou: “Tudo o que perdemos é substituível. Poderia ter sido muito, muito pior”, disse Frank Quirarte.

Fonte surfar.com.br