Julia Muniz Brandão: Surfista e modelo…

Julia Brandão. Foto Arquivo Pessoal.

Com Certeza, ela vai dar muito ainda que falar no surf

Publicidade

A capixaba Julia Muniz Brandão, de 19 anos, tem o surf como inspiração de vida. Além de mandar muito bem nas ondas, Julia é modelo fotográfica e mudou-se recentemente para a Califórnia.

Morando agora na Califa, a capixaba diz que pretende ainda mais consolidar sua carreira no mercado da moda e, é claro, aproveitar para fazer surf trips.

“Minha intenção é continuar trabalhando como modelo, mas o surf tem papel fundamental na minha carreira, pois agrega um life style que tem valores muito legais, além de me inspirar”, diz a surfista.

Julia acaba de fechar um contrato com uma conceituada agência de modelos norte-americana, Wilhelmina.

“O Brasil tem muitas mulheres de grande potencial para participar de competições, mas na maioria das vezes isso não é possível por falta de incentivo e investimento.”
E mesmo com uma rotina de trabalho lotad capixaba afirma que não deixa os esportes de lado: “A vida de modelo não é fácil, trabalho quase todos os dias; então, quando não tenho que chegar muito cedo em algum foto shoot tento surfar antes ou correr. Procuro me manter sempre ativa. Quando tenho dias livres, faço viagens ou vou surfar, andar de skate…”

Morando agora na Califórnia, Julia pretende fazer mais surf trips.

Julia surfa desde os 13 anos de idade, mas nunca teve foco nas competições. Mesmo assim, ela fala que acompanha os circuitos e consegue traçar um panorama da atual situação do surf feminino brasileiro. “Observo que o surf feminino precisa de mais apoio de grandes empresas e também do governo. O Brasil tem muitas mulheres DE grande potencial para participar de competições, mas na maioria das vezes isso não é possível por falta de incentivo e investimento”, analisa.

Apesar de não competir, Julia acompanha os campeonatos e diz estar atenta a atual situação do surf feminino.

Sobre seus objetivos, a Julia diz que quer estar cada vez mais preparada para se divertir em surf trips, pegar boas ondas e seguir evoluindo. Já quanto ao trabalho como modelo, afirma que seu foco é o profissionalismo: “Quero me consolidar como uma modelo profissional, no sentido mais amplo. Estou bem focada.

Fotos: Arquivo Pessoal.

Além das ondas, a capixaba também se dedica a carreira de modelo.

Confira o bate-papo com a surfista e modelo capixaba, onde ela fala sobre surf, a carreira e seus planos agora morando na Califa!

Quem mais te inspira no surf?
A Chantalla Furlanetto, Claudinha Gonçalves, Gilvanita Ferreira e Nicole Pacelli me inspiram muito e também são minhas amigas.

É incrível ver essas mulheres de realidades totalmente diferentes quebrando e se divertindo no mar!

Qual tipo de manobra e linha de surf você mais curte?
Curto um surf mais clássico, sempre buscando diversão. Não gosto de me sentir tensa no mar, então não sou o tipo de surfista que está sempre puxando os limites. O surf para mim é um estilo de vida!

Como está seu quiver atualmente?
Hoje eu surfo com uma 5’5 para os dias menores, muito divertida e um modelo mais retrô. Já para os dias mais consistentes, tenho uma 5’8 e uma 5’9, todas Sking.

“O surf para mim é um estilo de vida!”

Quais as surf trips que você já fez?
Já fui para o México, onde surfei em Salina Cruz e Baja California, além do sul e norte da Califórnia.

E qual a que você mais gostou?
Salina Cruz. Fui com meninas que surfavam a muito mais tempo que eu e me inspirei muito! Foi incrível e fiz grandes amizades!

Além do surf, quais outros esportes que você pratica?
Skate, mergulho, corrida e boxe.

Você se mudou recentemente para a Califa. Agora, quais seus planos como surfista e na carreira de modelo?
Como surfista, eu tenho o objetivo de estar cada vez mais preparada para poder me divertir mais em viagens e aproveitar o melhor das ondas. Ser profissional é o objetivo como modelo. estabelecer uma carreira sólida e realizar o meu sonho de estar sempre viajando e conhecendo novas culturas.

por Déborah Fontenelle/ surfar.com.br