Ítalo Ferreira curte “quintal de casa” com família e amigos

Ítalo Ferreira recarrega as baterias para voltar às competições (Foto: Monkey Shot)
Surfista potiguar tatuou conquista em Bells no braço e tem surfado muito ao lado dos amigos de Baía Formosa, onde nasceu; próximo desafio de Ítalo é na quarta etapa do Mundial, no Rio de Janeiro

Os primeiros meses do ano têm sido intensos para o potiguar Ítalo Ferreira, atual primeiro lugar do ranking mundial de surfe. Com o cancelamento da prova de Margareth River – terceira parada do circuito -, na Austrália, por conta do perigo iminente de ataque de tubarão, Ítalo voltou para Baia Formosa, no Rio Grande do Norte, para recarregar as baterias. E tem curtido os dias com familiares e amigos.

Entre uma queda ou outra nas ondas perfeitas da pequena cidade potiugar, Ítalo aproveitou para marcar para sempre a maior conquista no Tour até o momento: o título da segunda etapa do Mundial, em Bells Beach, também na Austrália. Está no braço do surfista, imortalizada numa tatuagem.

Publicidade
Ítalo Ferreira recarrega as baterias para voltar às competições (Foto: Monkey Shot)

Ítalo Ferreira  (Foto: Monkey Shot)

Ítalo Ferreira recarrega as baterias para voltar às competições (Foto: Monkey Shot)

Ítalo Ferreira (Foto: Monkey Shot)

 A sessão de tatuagem liderada por Pablo Jorge foi animada, com fotos e vídeo aos cuidados do pessoal da Monkey Shot. Todos da estrita confiança de Ítalo, que se divertiu muito até o final do desenho. Um coala, símbolo da fauna australiana, com o troféu ganho pelo potiguar tão logo venceu o tricampeão mundial Mick Fanning – bem na casa do australiano, com uma atuação espantosa, impecável.
Ítalo Ferreira recarrega as baterias para voltar às competições (Foto: Monkey Shot)

Ítalo Ferreira  (Foto: Monkey Shot)

Com saudade da terra dele, Ítalo aproveita a presença em Baia Formosa para surfar as ondas do lugar. Seja no Pontal ou no Porto – ou em um dos vários picos da região -, é uma atração à parte da galera local. Referência para a garotada, o surfista esbanja talento e inspira a galerinha local. No Nordeste, Baía Formosa é um importante incubador de atletas, por conta da perfeição das condições apresentadas no lugar.

Uma dessas ondas surfadas por Ítalo, no Pontal, fez sucesso nas redes sociais. Numa postagem dele, filmada pelo amigo Marcelo Buchecha, chegou a mais de 207 mil visualizações. E a certeza que o garoto de ouro do Rio Grande do Norte vai chegar de cabeça leve para competir na próxima etapa do Mundial, em Saquarema, no Rio de Janeiro, a partir de 11 de maio.

– Tava com saudade – resumiu o talento nacional.

Por globoesporte.globo.com