Héroes de Mayo Iquique Pro começa pelo QS 3000 no Chile

La Punta (Foto: Nicolás Diaz)
By João Carvalho

A segunda edição do Héroes de Mayo Iquique Pro foi iniciada pela etapa do QS 3000 na segunda-feira de boas ondas de 3-5 pés em La Punta, com 67 surfistas de quatorze países estreando no primeiro dia do evento que prossegue até domingo no Chile.

Serão quatro competições disputadas nesta semana, um QS 3000 para os homens combinado com um QS 1500 para as mulheres, ambos marcando pontos para o ranking mundial do WSL Qualifying Series e para o regional da WSL South America, além da categoria Pro Junior masculina e feminina válidas pelo título sul-americano para os surfistas com até 18 anos de idade.

No primeiro dia, foram realizadas as duas primeiras fases do QS 3000 masculino, que está sendo disputado por 127 competidores de 18 países. Foram oito baterias na rodada inicial e mais dezesseis na segunda fase, vencidas por surfistas do Brasil, Estados Unidos, Austrália, Havaí, Argentina, Japão, Nova Zelândia, Equador e Chile, com os donos da casa saindo do mar em primeiro lugar em quatro delas.

Publicidade

Danilo Cerda ganhou a primeira, que fechou a primeira fase, depois outra na segunda rodada, batendo o também chileno Esteban Cross e o francês Maxime dos Anjos, que se classificou em segundo lugar. Os outros chilenos que venceram baterias na segunda-feira foram Andro Goravica, Maximiliano Cross e Guillermo Satt, que derrotou três brasileiros na última do dia. Mais três chilenos farão suas primeiras apresentações na terceira rodada, que vai abrir a terça-feira, com a primeira bateria do dia começando as 8h00 em Iquique.

Danilo Cerda (Foto: Nicolás Diaz)

“Hoje (segunda-feira) eu me senti bem à vontade aqui, conseguindo pegar boas ondas para vencer as baterias”, disse Danilo Cerda. “Estou feliz por estar aqui desfrutando do campeonato e espero que as ondas sigam como está agora no restante da semana. Este campeonato é muito importante para nós, chilenos, porque estamos competindo em casa. Assim, podemos ver como está nosso nível perante os surfistas de outros países e eu estou bem focado para conseguir bons resultados tanto aqui em Iquique, como em Arica na semana que vem”.

Outro destaque da segunda-feira foi o paulista Philippe Chagas, que é de Ubatuba e há mais de 1 ano está morando na ilha de Maui, no Havaí. Ele começou bem a bateria com uma boa onda no pointbreak de direitas de La Punta, que abriu a parede para fazer grandes manobras e receber a maior nota do primeiro dia. Com o 7,00 desta primeira onda, liderou todo o confronto e o havaiano Coconut Willie avançou para a terceira fase junto com ele, eliminando o argentino Juan Ruggiero e outro brasileiro, o jovem potiguar Mateus Sena.

 Philippe Chagas (Foto: Nicolás Diaz)

“Eu procurei tentar empurrar todo mundo nas primeiras ondas para eu ficar com a prioridade para escolher a onda que eu queria, porque eu já estava vendo que era aquela a boa da série e deu tudo certo”, disse Phillippe Chagas. “Eu comecei bem com um 7,00 e depois consegui administrar bem a bateria. Mas está muito difícil, porque tem muita onda que você dropa e ela some. Não tem tubos ainda, então eu sabia que ia ser nas manobras. Esta é a minha primeira vez em Iquique e quero tentar bons resultados aqui no Chile, porque são dois QS 3000 seguidos. Estou bem focado nesses dois eventos para poder me classificar para disputar os eventos mais importantes (QS 6000 e QS 10000) no restante do ano. É isso o que vim buscar aqui”.

VINTE PAÍSES – Esta segunda edição do Héroes de Mayo Iquique Pro registra um incrível número de 237 inscritos de vinte países nas quatro competições que serão disputadas nesta semana no Chile. Alguns participam da etapa do QS e do Pro Junior, então no total são 71 inscrições do Brasil, 53 do Chile, 31 do Peru, 16 da Argentina, 13 da Austrália, 12 dos Estados Unidos, oito do Havaí, sete do Japão, seis da França, cinco do Equador, três de Porto Rico, duas da Nova Zelândia, duas do Taiti, duas do México com a mesma Maya Larripa e seis países comparecem com um representante em Iquique, África do Sul, Portugal, Alemanha, Espanha, Costa Rica e El Salvador.

Riley  Laing da Austrália (Foto: Nicolás Diaz)

No QS 3000 masculino, são 127 competidores de dezoito países e a maioria é do Brasil com 45 concorrentes ao título, seguido pelo Chile com vinte, o Peru com quatorze, a Austrália com onze e Jack Robinson campeão em Iquique no ano passado entre eles, Estados Unidos com sete, Argentina com seis, Havaí com cinco, França e Japão com quatro cada um, Equador e Nova Zelândia com dois e sete países participam do Héroes de Mayo Iquique Pro com um surfista, África do Sul, Portugal, Alemanha, Taiti, Costa Rica, Porto Rico e El Salvador.

No QS 1500 feminino, são 45 surfistas de treze países e o Chile tem a maioria das inscritas, dez no total, superando as nove peruanas, seis argentinas, quatro brasileiras, três norte-americanas incluindo a defensora do título do Héroes de Mayo Iquique Pro, Autumn Hays, duas australianas, duas havaianas, duas japonesas, duas francesas, duas porto-riquenhas, uma equatoriana, uma espanhola e uma mexicana.

Na categoria Pro Junior, que está estreando no Héroes de Mayo Iquique Pro esse ano, são 45 atletas com até 18 anos de idade de sete países, sendo 18 do Brasil, 16 do Chile, quatro do Peru, três da Argentina, dois do Equador, um dos Estados Unidos e um do Taiti. Entre as meninas, são vinte concorrentes ao título de oito nações e o Chile é maioria com sete surfistas, contra quatro do Brasil, quatro do Peru, uma da Argentina, uma dos Estados Unidos, uma do Havaí, uma do Japão e uma do México.

Héroes de Mayo Iquique Pro está sendo transmitido ao vivo do Chile pelo www.worldsurfleague.com e nesta terça-feira a programação é começar o dia pela terceira fase do QS 3000 masculino a partir das 8 horas em La Punta. Depois, acontece a primeira fase do Pro Junior masculino e as meninas terão mais um dia de folga para treinar em Iquique.

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

———————————————————–

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

———————————————————–

RESULTADOS DA SEGUNDA-FEIRA NO HÉROES DE MAYO IQUIQUE PRO:

PRIMEIRA FASE DO QS 3000 – 3.o=129.o lugar com 29 pontos no QS:

1.a: Nicolas Undurraga (CHL), Gabriel Arturo Vargas (CHL)

2.a: Riley Laing (AUS), Koa Smith (HAV)

3.a: Juan Ruggiero (ARG), Radziunas Franco (ARG)

4.a: 1-Luan Hanada (BRA)=7.00, 2-Andro Jakov Cvrik (CHL)=5.33

5.a: Imaikalani Devault (HAV), Felipe Oliveira (BRA)

6.a: Kaito Ohashi (JPN), Ramon Santiago Torres (PRI)

7.a: 1-Elliot Paerata-Reid (NZL), 2-Jonathan Zambrano (ECU), 3-Cristobal Montecinos (CHL)

8.a: 1-Danilo Cerda (CHL), 2-Guillermo Satt (CHL), 3-Christopher Herold (CHL)

SEGUNDA FASE – 3.o=97.o lugar (60 pts) e 4.o=113.o lugar (45 pts):

1.a: 1-Uriel Sposaro (BRA), 2-John Mel (EUA), 3-Nicolas Undurraga (CHL), 4-Ryan Kainalo (BRA)

2.a: 1-Nick Marshall (EUA), 2-Gabriel Arturo Vargas (PER), 3-Yuri Schoenau (BRA), 4-João Godoy (BRA)

3.a: 1-Riley Laing (AUS), 2-Leonardo Barcelos (BRA), 3-Israel Barona (ECU), 4-Rodrigo Saldanha (BRA)

4.a: 1-Koa Smith (HAV), 2-Jhonny Guerrero (PER), 3-Raul Rios (PER), 4-Myles Laine-Toner (EUA)

5.a: 1-Phillippe Chagas (BRA), 2-Coconut Willie (HAV), 3-Juan Ruggiero (ARG), 4-Mateus Sena (BRA)

6.a: 1-Radziunas Franco (ARG), 3-Pedro Dib (BRA), 2-Ricardo Cruzado (PER), 4-Raul del Canto (CHL)

7.a: 1-Luan Hanada (BRA), 2-Edher Reis (BRA), 3-Pedro Bianchini (BRA), 4-Darcy Crump (AUS)

8.a: 1-Andro Jakov Crvik (CHL), 2-Gustavo Dvorquez (CHL), 3-João Jucoski (BRA), 4-Sebastian Rojas (CHL)

9.a: 1-Maximiliano Cross (CHL), 2-Imaikalani Devault (HAV), 3-Matheus Navarro (BRA), 4-Vicente Diaz Barriga (CHL)

10: 1-Leo Casal (BRA), 2-Felipe Oliveira (BRA), 3-Daniel Adisaka (BRA), 4-Luciano Brulher (BRA)

11: 1-Kaito Ohashi (JPN), Dylan Groen (ALE), 3-Ricardo Williams (PER), 4-Lucas Solar (PER)

12: 1-Hinata Aizawa (AUS), 2-Wallace Vasco (BRA), 3-Love Hodel (HAV), 4-Ramon Santiago Torres (PRI)

13: 1-Elliot Paerata-Reid (NZL), 2-Brian Perez (SLV), 3-Igor Moraes (BRA), 4-Nicolas Diaz Barriga (CHL)

14: 1-Jonathan Zambrano (ECU), 2-Tristan Aicardi (CHL), 3-Kauê Germano (BRA), 4-Lander De Gaminiz (CHL)

15: 1-Danilo Cerda (CHL), 2-Maxime dos Anjos (FRA), 3-Esteban Cross (CHL), w.o-Kenta Ishikawa (JPN)

16: 1-Guillermo Satt (CHL), 2-Caio Costa (BRA), 3-Eric Bahia (BRA), 4-Brayner Silva (BRA)

BATERIAS PROGRAMADAS PARA A TERÇA-FEIRA EM IQUIQUE:

TERCEIRA FASE DO QS 3000 – 3.o=65.o lugar (210 pts) e 4.o=81.o lugar (180 pts):

1.a: Theo Fresia (BRA), Duke Nagtzaam (AUS), Uriel Sposaro (BRA), Gabriel Arturo Vargas (PER)

2.a: Samuel Igo (BRA), Roberto Araki (CHL), Nick Marshalll (EUA), John Mel (EUA)

3.a: Billy Stairmand (NZL), Franklin Serpa (BRA), Riley Laing (AUS), Jhonny Guerrero (PER)

4.a: Nicolas Vargas (CHL), Alvaro Malpartida (PER), Koa Smith (HAV), Leonardo Barcelos (BRA)

5.a: Robson Santos (BRA), Kim Matheus (BRA), Phillippe Chagas (BRA), Ricardo Cruzado (PER)

6.a: Paul Cesar Distinguin (FRA), Sebastian Correa (PER), Radziunas Franco (ARG), Coconut Willie (HAV)

7.a: Lucas Vicente (BRA), Vitor Ferreira (BRA), Luan Hanada (BRA), Gustavo Dvorquez (CHL)

8.a: Joaquin del Castillo (PER), Tomas Lopez Moreno (ARG), Andro Goravica (CHL), Edher Reis (BRA)

9.a: Samson Coulter (AUS), Adrian Garcia (PER), Maximiliano Cross (CHL), Felipe Oliveira (BRA)

10: Luan Carvalho (BRA), Fernando Junior (BRA), Leo Casal (BRA), Imaikalani Devault (HAV)

11: Kauli Vaast (FRA), Herbert Moreno (BRA), Kaito Ohashi (JPN), Wallace Vasco (BRA)

12: Dylan Moffat (AUS), Daniel Templar (BRA), Hinata Aizawa (AUS), Dylan Groen (ALE)

13: Takuto Ohta (JPN), Sandon Whittaker (AUS), Elliot Paerata-Reid (NZL), Tristan Aicardi (CHL)

14: Ian Gentil (HAV), Juan Carlos Lombardi (CHL), Jonathan Zambrano (ECU), Brian Perez (SLV)

15: Shun Murakami (JPN), Eduardo Motta (BRA), Danilo Cerda (CHL), Caio Costa (BRA)

16: Facundo Arreyes (ARG), Lucas Wrice (AUS), Guillermo Satt (CHL), Maxime dos Anjos (FRA)

PRIMEIRA FASE DO PRO JUNIOR – 3.o=33.o lugar (120 pts) e 4.o=41.o lugar (113 pts):

1.a: Pedro Bianchini (BRA), Uriel Sposaro (BRA), Gabriel Zegarra (PER)

2.a: Kuhane Pacomio Rapu (CHL), Mahorangi Atan Hotu (CHL), Victor Cortes (CHL), Matias Veloz Rojas (CHL)

3.a: Daniel Adisaka (BRA), Joaquin Rodriguez (CHL), Juan Ruggiero (ARG), Mana Roa Rapu Gazmuri (CHL)

4.a: Rodrigo Saldanha (BRA), Nicolas Ramos Falcon (CHL), Tomas Bock (CHL), Francisco Jara (CHL)

5.a: Kauli Vaast (TAH), Cristobal Montecinos (CHL), Luan Hanada (BRA)

6.a: Nick Marshall (EUA), Radziunas Franco (ARG), Maximiliano Saenz (ECU), Maximus Petrinas (ARG)

7.a: Caio Costa (BRA), Leon De Latorre (CHL), Romeu Chavez (ECU), Sebastian Tello (PER)

8.a: Ryan Kainalo (BRA), Diego Koheler (CHL), Philippe Neves (BRA)

RODADAS DE ESTREIA DOS PRINCIPAIS CABEÇAS DE CHAVE DO QS 3000 E PRO JUNIOR:

QUARTA FASE DO QS 3000 – 3.o=33.o lugar (360 pts) e 4.o=49.o lugar (330 pts):

1.a: Weslley Dantas (BRA), José Gundesen (ARG),

2.a: Skip McCullough (EUA), Vitor Mendes (BRA),

3.a: Mihimana Braye (TAH), Yuri Gonçalves (BRA),

4.a: Alonso Correa (PER), João Chianca (BRA),

5.a: Ian Gouveia (BRA), Wesley Leite (BRA),

6.a: Lucas Silveira (BRA), Pedro Neves (BRA),

7.a: Leandro Usuña (ARG), Miguel Blanco (PRT),

8.a: Jack Robinson (AUS), Nicolas Contreras (CHL),

9.a: Carlos Muñoz (CRI), Camilo Herrnandez (CHL),

10: Nolan Rapoza (EUA), Manuel Selman (CHL),

11: Gatien Delahaye (FRA), Cristobal de Col (PER),

12: Lucca Mesinas (PER), Dean Bowen (AUS),

13: Miguel Tudela (PER), Tyler Gunter (EUA),

14: Jeronimo Vargas (BRA), Dusty Payne (HAV),

15: Tomas Tudela (PER), Renan Peres (BRA),

16: Matthew McGillivray (AFR), Luke Hynd (AUS),

SEGUNDA FASE DO PRO JUNIOR – 3.o=17.o lugar (200 pts) e 4.o=25.o lugar (185 pts):

1.a: Eduardo Motta (BRA), Joaquin Rodriguez (CHL),

2.a: Mateus Sena (BRA), Vicente Diaz Barriga (CHL),

3.a: Leo Casal (BRA), Nicolas Diaz Barriga (CHL),

4.a: Daniel Templar (BRA), Eric Bahia (BRA),

5.a: Raul Rios (PER), Sebastian Rojas (CHL),

6.a: Leonardo Barcelos (BRA), Ricardo Williams (PER),

7.a: Wallace Vasco (BRA), Fernando Junior (BRA),

8.a: Lucas Vicente (BRA), Kauê Germano (BRA),

BATERIAS DO QS 1500 E PRO JUNIOR FEMININO:

PRIMEIRA FASE DO QS 1500 – 3.a=33.o lugar (180 pts) e 4.a=41.o lugar (170 pts):

1.a: Gabriela Bryan (HAV), Julia Duarte (BRA), Trinidad Segura (CHL),

2.a: Brooke Young (EUA), Sol Aguirre (PER), Beatriz Mella (CHL), Sofia Driscoll (CHL)

3.a: Uhaina Joly (FRA), Coco Cianciarulo (ARG), Lara Barrios (PER), Alessia Moro (PER)

4.a: Neis Lartique (FRA), Catalina Mercere (ARG), Nakia Fleuren (AUS),

5.a: Anali Gomez (PER), Ornella Pellizzari (ARG), Jolari Carreras (PRI),

6.a: Lucia Cosoleto (ARG), Mar del Solar (PER), Paloma Santos (CHL), Maya Larripa (MEX)

7.a: Havanna Cabrero (PRI), Leilani Aguirre (PER), Sofia Borquez (CHL), Bruna Carderelli (BRA)

8.a: Julie Nishimoto (JPN), Josefina Vidueira (CHL), Isabela Saldanha (BRA)

SEGUNDA FASE – cabeças de chave – 3.a=17.o lugar (300 pts) e 4.a=25.o lugar (280 pts):

1.a: Dominic Barona (ECU), Esperanza Rojas (CHL),

2.a: Autumn Hays (EUA), Bailey Nagy (HAV),

3.a: Nadia Erostarbe (ESP), Lorena Fica (CHL),

4.a: Josefina Ane (ARG), Daniela Rosas (PER),

5.a: Meah Collins (EUA), Jessica Anderson (CHL),

6.a: Tainá Hinckel (BRA), Freya Prumm (AUS),

7.a: Emily Nishimoto (JPN), Sofia Mulanovich (PER),

8.a: Melanie Giunta (PER), Lucia Indurain (ARG),

PRIMEIRA FASE DO PRO JUNIOR – 3.a=17.o lugar com 200 pontos no Sul-americano:

1.a: Julia Duarte (BRA), Estela Lopez (CHL), Gabriela Bryan (HAV)

2.a: Sofia Driscoll (CHL), Brooke Young (EUA), Josefina Vidueira (CHL)

3.aMaya Larripa (MEX), Julie Nishimoto (JPN), Stephanie Gonzalez Arellano (CHL)

4.a: Alessia Moro (PER), Julie Linzmayer Lazzerini (CHL), Dominique Zaror (CHL)

SEGUNDA FASE – cabeças de chave – 3.a=9.o lugar (300 pts) e 4.a=13.o lugar (280 pts):

1.a: Sol Aguirre (PER), Coco Cianciarulo (ARG),

2.a: Isabela Saldanha (BRA), Bruna Carderelli (BRA),

3.a: Tainá Hinckel (BRA), Lara Barrios (PER),

4.a: Daniela Rosas (PER), Esperanza Higuera (CHL),