Galicia Surf Pro passa a ter 10 mil pontos

Wesley Dantas. Foto Divulgação

Galicia Surf Pro, disputado como etapa de 3 mil pontos em 2018, passa a ser mais um QS 10 mil nos calendários masculino e feminino de 2019

Publicidade

WSL anunciou nesta quarta (22) a elevação do total de pontos entregue pelo Galicia Surf Pro, tradicional parada do Qualifying Series. Disputada em 2018 com 3 mil pontos para o vencedor entre os homens e 6 mil entre as mulheres — respectivamente o ubatubense Weslley Dantas (foto) e a havaiana Coco Ho — ela passa a ser uma das cobiçadas etapas de 10 mil pontos em 2019, tanto no calendário masculino quanto no feminino.

O QS ainda tem uma etapa de 10 mil pontos exibida como pendente, o Billabong Pro em Ericeira, Portugal. Se confirmada a realização desta etapa, o circuito masculino passa a ter seis etapas de 10 mil pontos no ano, aumentando as oportunidades e também, muito provavelmente, o mínimo de pontos necessário para ficar entre os 10 primeiros e se classificar à elite mundial.

No circuito feminino o impacto é ainda maior. Em 2018, não houve etapas de 10 mil pontos. Em 2019, além da etapa da Galicia, o US Open, que integrava o CT, passa para o QS também com a pontuação máxima.
A mesma praia ainda receberá, dias antes das etapas do QS, etapas masculina e feminina do Circuito Mundial de Longboard da WSL.
O QS masculino e feminino rola entre os dias 2 e 7 de setembro; o campeonato para os pranchões, entre 28 e 31 de agosto