Filipe Toledo leva a manobra do ano

Filipe Toledo (SP) no Quiksilver Pro France 2016. Foto WSL

Além da consagração de John John Florence, que recebeu o troféu de campeão mundial, a festa foi histórica para Filipe Toledo, que levou o prêmio de manobra do ano.

Publicidade

Poucos dias antes do início de mais uma temporada, a noite desta sexta-feira foi de festa na Liga Mundial de Surfe (WSL), com os melhores surfistas do mundo desfilando pelo tapete vermelho para receber prêmios.

O feito foi conseguido na etapa de Hossegor, na França, quando, com uma nota 10 unânime, Filipinho arrancou uma virada no round 4 para cima de John John Florence. O havaiano estava na dianteira, com 18.47 pontos, fruto de um 9.40 e um 9.07, quando o brasileiro conseguiu uma proeza. Precisando de 9.97, ele voou para um full rotation e conseguiu o 10, levando ao delírio o público presente ao local.

Além de Filipinho, outros brasileiros também foram homenageados: primeiro Phil Rajzman, campeão mundial de longboard e em seguida Caio Ibelli, que foi eleito iniciante do ano. Entre as mulheres, Silvana Lima, líder da divisão de acesso, também foi lembrada, assim como Tyler Wright, campeã mundial.

A temporada 2017 da elite do surfe mundial começa já nesta segunda-feira, em Gold Coast, na Austrália. Entre os homens, o Brasil tem nove representes: Gabriel Medina, Filipe Toledo, Adriano de Souza, Caio Ibelli, Italo Ferraira, Miguel Pupo, Wiggolly Dantas, Ian Gouveia e Jadson André. Silvana Lima está de volta após um jejum de vários anos sem uma competidora brasileira na competição mundial da elite.

Fonte Estadão