Filipe Toledo e time Brasil mandam bem na WSL Founder’s Cup.

Felipe Toledo. Foto WSL

Uma experiência incrível em um campeonato inédito na história da World Surf League.

Publicidade

O WSL Founder’s Cup 2018 foi realizado no último final de semana no Surf Ranch, a piscina de ondas artificiais e perfeitas, desenvolvida por Kelly Slater, localizada em Lemoore, no deserto californiano.

No formato de uma Copa das Nações, cinco equipes com 5 atletas cada, foram formadas para representar o Brasil, Estados Unidos, Austrália, Europa e equipe Mundo, com a participação de surfistas de outros continentes. Esta formatação de competição trouxe ao surfe a experiência de um esporte coletivo, diferente dos campeonatos convencionais, que são individuais. A experiência também serve para oferecer uma opção de competição para a modalidade, que estará presente nas Olimpíadas de Tókio em 2020.

Para representar o time brasileiro foram escalados Filipe Toledo, Gabriel Medina, Adriano de Souza, Silvana Lima e Tainá Hinckel.

Mesmo com performances individuais que estabeleceram novos patamares nas ondas do Surf Ranch, a equipe brasileira acabou com a segunda colocação geral, sendo superada pela equipe Mundo, que contou com os sul-africanos Jordy Smith e Bianca Buitendag, a neozelandesa Paige Hareb, o taitiano Michel Bourez e o japonês Kanoa Igarashi.

Os grandes destaques do time brasileiro foram Filipe Toledo, Gabriel Medina e Silvana Lima.

Toledo destruiu as ondas do Surf Ranch, conseguindo a única nota 10 unânime do evento, em uma onda para a direita. Por conta deste feito, o atleta ficou com o prêmio Jeep Best Ride Awards.

“É uma honra fazer parte do futuro do surfe e representar o Brasil neste primeiro evento especial por países aqui nessa piscina fantástica”, disse Filipe Toledo. “Eu, o Gabriel Medina, o John John Florence, conversamos sobre como foi incrível surfar como equipe”, complementou.

A seleção norte-americana, composta por Kelly Slater, John John Florence, Kolohe Andino, Carissa Moore e Lakey Peterson iniciou a competição com tudo, porém, não tiveram o mesmo desempenho nas finais e acabarem com a terceira colocação geral.

A WSL Founder’s Cup foi transmitida pela TV em vários países, inclusive no Brasil, através do Canal ESPN.

Agora, todas as atenções estão voltadas para o Oi Rio Pro, quarta etapa do Circuito Mundial da WSL, que ocorrerá entre os dias 11 a 20 de maio na Praia de Itaúna, Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Resultados da WSL Founder’s Cup 2018:

Resultado por equipes:

1 – Seleção Mundo
2 – Brasil
3 – Estados Unidos
4 – Austrália
5 – Seleção Europa

Jeep Best Ride Awards:

Filipe Toledo (Brasil)

Filpe Toledo vencedor do Jeep Best Ride Awards | Foto: WSL / Kelly Cestari.

Silvana Lima | Foto: WSL / Kelly Cestari.

Adriano de Souza | Foto: WSL / Kelly Cestari.

Gabriel Medina | Foto: WSL / Kelly Cestari.

Tainá Hinckel | Foto: WSL / Kelly Cestari.

Por Hurley Brasil