Filipe Toledo defende o título do Corona Open J-Bay

Defending event winner and current World No.2 on the Jeep Leaderboard Filipe Toledo (BRA) present at the 2018 Corona Open J-Bay press session at Supertubes, Jeffreys Bay, South Africa.
Filipe Toledo e Italo Ferreira (Foto: Kelly Cestari – WSL)
By João Carvalho 

O prazo do sexto desafio do World Surf League Championship Tour começa nesta segunda-feira e a primeira chamada do dia será as 7h10 na África do Sul, 2h10 da madrugada no Brasil

A previsão está boa para começar o Corona Open J-Bay no primeiro dia e a primeira chamada da segunda-feira será as 7h10 na África do Sul, 2h10 no Brasil. Filipe Toledo defende o título nas direitas de Jeffreys Bay como vice-líder no ranking, com Italo Ferreira em terceiro, Gabriel Medina em quarto e Willian Cardoso em quinto no Jeep Leaderboard. Filipe e Italo participaram da coletiva de imprensa no domingo, junto com os sul-africanos Michael February e Jordy Smith e o líder da corrida do título mundial, Julian Wilson.

Filipe Toledo e Italo Ferreira (Foto: Kelly Cestari – WSL)
Publicidade

“É bom estar de volta a J-Bay, a África do Sul, me sinto em casa aqui e o ano passado foi realmente fantástico para mim”, disse Filipe Toledo, que ganhou nota 10 na final com dois aéreos incríveis numa onda que o tubo era a principal característica até então. “Foram algumas das melhores baterias que já tive certamente e espero que tudo aconteça esse ano. Agora estou em segundo no ranking, que é melhor posição que já cheguei, mas ainda é cedo falar de título mundial, pois temos muitas baterias para serem vencidas pela frente. Quando você é o número 1, fica com um peso gigante nas costas, mas como sou o número 2, então estou somente perseguindo um cara na minha frente”.

O potiguar Italo Ferreira também participou da coletiva no domingo. Ele é o único que tem duas vitórias nas cinco etapas completadas na Indonésia, no Rip Curl Pro Bells Beach e no Corona Bali Pro em Keramas. Em Uluwatu, ele perdeu a lycra amarela do Jeep Leaderboard para Julian Wilson e chega na África do Sul em terceiro no ranking, mas na briga direta pelo título mundial. Italo vai estrear na bateria que marcará o retorno de Kelly Slater ao World Surf League Championship Tour, competindo pela primeira vez somente no evento que vai abrir a segunda metade da temporada. O japonês Kanoa Igarashi completa esta terceira bateria do Corona Open J-Bay.

“Estou feliz por estar de volta aqui, onde sempre tem boas ondas”, disse Italo Ferreira, que ainda não conseguiu um resultado expressivo nas direitas de Jeffreys Bay, sempre perdendo na terceira fase nas três vezes que disputou a etapa sul-africana. “É bem difícil surfar em J-Bay e ainda não obtive bons resultados aqui, mas estou sempre tentando melhorar onde não vou bem. Eu adoro surfar de backside (de costas para a onda), especialmente aqui em J-Bay, onde as ondas são incríveis, rápidas e boas para tubos e grandes manobras”.

Michael February, Jordy Smith, Italo Ferreira, Filipe Toledo e Julian Wilson (Foto: Kelly Cestari – WSL)

Italo Ferreira será o segundo brasileiro a se apresentar em Jeffreys Bay. O primeiro é o pernambucano Ian Gouveia, na segunda bateria contra o taitiano Michel Bourez e o havaiano Sebastian Zietz. Depois, estreiam os outros dois brasileiros que vão brigar pela lycra amarela do Jeep Leaderboard na África do Sul. O número 4 do ranking, Gabriel Medina, encabeça o confronto 100% verde-amarelo da primeira fase, com o catarinense Tomas Hermes e o paulista Miguel Pupo.

Na bateria seguinte, a quinta, o vice-líder Filipe Toledo faz sua primeira defesa do título do Corona Open J-Bay contra o australiano Matt Wilkinson e o também paulista de Ubatuba, Wiggolly Dantas, outro brasileiro que está substituindo os tops contundidos, como o atual bicampeão mundial John John Florence. Já o número 5 do ranking, o catarinense Willian Cardoso, vai competir pela primeira vez depois do título conquistado no Uluwatu CT em Bali na sétima bateria, com os havaianos Ezekiel Lau e Keanu Asing,

Depois, tem o campeão mundial Adriano de Souza na décima, estreando junto com o catarinense Yago Dora e o australiano Adrian Buchan, o paulista Jessé Mendes na 11.a com dois estreantes na elite desse ano como ele, o norte-americano Griffin Colapinto e o australiano Wade Carmichael, com o cearense Michael Rodrigues fechando a primeira fase contra o francês Jeremy Flores e o australiano Connor O´Leary.

Acompanhem a transmissão ao vivo do Corona Open J-Bay pelo Facebook Live da World Surf League ou pelo www.worldsurfleague.com

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

———————————————————–

PRIMEIRA FASE DO CORONA OPEN J-BAY: Vitória=Terceira Fase e 2.o e 3.o=Segunda Fase:

1.a: Jordy Smith (AFR), Frederico Morais (PRT), Michael February (AFR)

2.a: Michel Bourez (TAH), Sebastian Zietz (HAV), Ian Gouveia (BRA)

3.a: Italo Ferreira (BRA), Kanoa Igarashi (JPN), Kelly Slater (EUA)

4.a: Gabriel Medina (BRA)Tomas Hermes (BRA)Miguel Pupo (BRA)

5.a: Filipe Toledo (BRA), Matt Wilkinson (AUS), Wiggolly Dantas (BRA)

6.a: Julian Wilson (AUS), Joel Parkinson (AUS), Matthew McGillivray (AFR)

7.a: Willian Cardoso (BRA), Ezekiel Lau (HAV), Keanu Asing (HAV)

8.a: Owen Wright (AUS), Conner Coffin (EUA), Joan Duru (FRA)

9.a: Kolohe Andino (EUA), Mikey Wright (AUS), Patrick Gudauskas (EUA)

10: Adrian Buchan (AUS), Adriano de Souza (BRA)Yago Dora (BRA)

11: Griffin Colapinto (EUA), Wade Carmichael (AUS), Jessé Mendes (BRA)

12: Michael Rodrigues (BRA), Jeremy Flores (FRA), Connor O´Leary (AUS)

TOP-22 DO JEEP LEADERBOARD – RANKING WSL 2018 – após a 5.a etapa em Bali:

01: Julian Wilson (AUS) – 27.215 pontos

02: Filipe Toledo (BRA) – 25.900

03: Italo Ferreira (BRA) – 24.995

04: Gabriel Medina (BRA) – 20.940

05: Willian Cardoso (BRA) – 19.740

06: Michel Bourez (TAH) – 19.375

07: Mikey Wright (AUS) – 17.535

08: Jordy Smith (AFR) – 15.825

09: Owen Wright (AUS) – 15.275

09: Michael Rodrigues (BRA) – 15.275

11: Adrian Buchan (AUS) – 15.250

12: Kolohe Andino (EUA) – 14.580

12: Griffin Colapinto (EUA) – 14.580

14: Wade Carmichael (AUS) – 14.005

15: Ezekiel Lau (HAV) – 13.335

16: Jeremy Flores (FRA) – 12.195

16: Conner Coffin (EUA) – 12.195

18: Mick Fanning (AUS) – 11.500

19: Adriano de Souza (BRA) – 11.150

20: Tomas Hermes (BRA) – 10.255

21: Frederico Morais (PRT) – 10.160

22: John John Florence (HAV) – 9.115

——–outros brasileiros:

24: Jessé Mendes (BRA) – 7.870 pontos

27: Yago Dora (BRA) – 7.670

33: Ian Gouveia (BRA) – 5.380

35: Miguel Pupo (BRA) – 2.505

36: Caio Ibelli (BRA) – 2.100

38: Alejo Muniz (BRA) – 1.665

41: Wiggolly Dantas (BRA) – 420

41: Deivid Silva (BRA) – 420