Daniks Fischer explora a Indonésia pela sexta vez

Daniks Fischer na Indonésia. Foto Divulgação

Há dois anos, o surfista vicentino Daniks Fischer, que mantém em seu currículo os títulos de campeão Paulista e Brasileiro no surfe de pranchinha, suspendeu os processos, pegou sua prancha e voou com sua esposa para descansar e surfar as melhores ondas do mundo, num pico desejado por todos os surfistas: o Havaí. Agora, ele repete o feito e resolve fazer uma nova ponte aérea, só que desta vez para outro paraíso do surfe: a Indonésia.

Foto Divulgação
Foto Divulgação
Publicidade

Daniks viajou na última semana para um país que é formado por mais de 17 mil ilhas, onde muitas delas com possibilidade total para a prática do surfe. É a sexta vez que o big rider encara as ondas perfeitas da Indonésia, lugar cheio de espiritualidade e com cultura mística. A última visita foi em 2002.

“Eu era patrocinado pela Wave Giant quando estive aqui há exatos 15 anos, e hoje retorno, com a minha esposa, para matar as saudades. Indonésia para mim é como se fosse um retiro espiritual do surfe, além do excelente clima de tranquilidade que o lugar me transmite. É o pico certo para pegar bons tubos e paredes lisas”, declara. “Eu vivo um estado de déjà vu (risos), ainda mais porque retorno ao país com o apoio da mesma marca de anos atrás”, revela.

Para esta surf trip Daniks também se preparou com um quiver zerado de pranchas do shaper Beto Loureiro, proprietário da Ripwave Sufboards, de Santos, que já é um velho parceiro do surfista. “Em 1993, na Barra da Tijuca, no Rio, eu levantei o caneco de campeão brasileiro com uma prancha do Loureiro”. Nos dias atuais ele representa a marca na categoria Máster. “O Beto acertou nas pranchas. Estou pegando boas ondas e elas estão correspondendo perfeitamente as minhas expectativas”, declara Daniks.

Aos 44 anos, o jornalista e advogado está à frente da Comissão dos Direitos do Surfe da OAB e mostra muita habilidade. Em fotos enviadas ao site InnerSport, Daniks demonstra que ainda esbanja disposição e talento em cima de uma prancha de surfe nas ondas de Uluwatu.

Galeria de Imagens