Com nota 10 Billy Kemper vence segunda etapa do BWT, Pedro Calado é 5º

Kemper conseguiu uma nota 10 na grande final desta segunda etapa do BWT. Foto: WSL

A infame bancada de Jaws, em Maui, no Havai, acolheu esta sexta-feira a segunda edição do muito aguardado Pe’ahi Challenge, evento do Big Wave Tour. O vencedor acabou por ser o mesmo do ano passado, mas em 2016 houve a novidade de também existir competição feminina, vencida pela local Paige Alms.

Publicidade

Sem as condições impressionantes que se verificaram na primeira edição, apenas na final acabou por haver espetáculo do mais alto nível. Com uma nota 10 e outra de 9,07, o big rider de Maui acabou por vencer este reputado evento. Kemper ganhou a disputa a Greg Long (2.º), Grant Baker (3.º), Nic Lamb (4.º), Pedro Calado (5.º) e Will Skudin (6.º).

Também na prova feminina o triunfo ficaria em casa. Contudo, neste caso, houve muito mais tensão e drama. Isto porque três das 12 surfistas que enfrentaram as ondas gigantes de Jaws acabaram por ser hospitalizadas. As havaianas Keala Kennelly e Emily Erickson e a australiana Laura Enever foram as azaradas.

As três surfistas qualificaram-se para a final, mas acabaram por não discutir o triunfo devido a lesões sofridas na ronda inaugural. O heat decisivo contou assim apenas com três surfistas. Com Alms a somar 21,66 pontos, ganhando com uma grande vantagem sobre a francesa Justine Dupont (2.ª) e a australiana Felicity Palmateer (3.ª).

Após este desfecho, Billy Kemper subiu ao 4.º posto do ranking. Após duas etapas, o líder continua a ser o sul-africano e ex-campeão mundial “Twiggy” Baker, que havia vencido a etapa inaugural em Puerto Escondido. Greg Long surge logo atrás, no 2.º posto, enquanto o jovem brasileiro Pedro Calado fecha o pódio.

Fonte surfportugal.pt