COI aprova o surf para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020

COI aprova o surf para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020

O Comitê Olímpico Internacional (COI) concordou hoje em adicionar beisebol/softbol, caratê, skate, escalada desportiva e surf ao programa de esportes para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio 2020 propôs os cinco novos esportes em resposta à nova flexibilidade proporcionada pela Agenda Olímpicos de 2020. A votação de hoje foi o culminar de um processo de dois anos que começou com a aprovação unânime do mapa estratégico do COI em 2014. A recomendação para dar Comissões Organizadoras a flexibilidade para propor novos esportes para a sua edição dos Jogos foi destinado a colocar ainda mais foco na inovação, flexibilidade e juventude no desenvolvimento do programa olímpico.

Publicidade

A decisão da 129° Sessão do COI no Rio de Janeiro foi a evolução mais abrangente do programa olímpico da história moderna. Os planos para incluir os eventos de skate e escalada esportiva em instalações temporárias instaladas em ambientes urbanos, marcando um passo histórico em trazer os Jogos para jovens e refletindo a tendência de urbanização do esporte.

Tóquio 2020, que será o primeiro comitê organizador capaz de tirar partido da mudança, apresentou a sua proposta para os cinco novos esportes para o COI em setembro de 2015.

O Presidente do COI, Thomas Bach disse: “Queremos levar o esporte para a juventude. Com as muitas opções que os jovens têm, não podemos esperar mais que eles passem automaticamente para nós. Temos que ir até eles. A proposta equilibrada de Tóquio 2020 cumpre todos os objetivos da recomendação da Agenda Olímpica de 2020. Tomados em conjunto, os cinco esportes são uma combinação inovadora de eventos estabelecidos e emergentes voltados para a juventude, que são populares no Japão e serão adicionados ao legado dos Jogos de Tóquio “.

O Presidente de Tóquio 2020, Yoshiro Mori disse: “A inclusão do pacote de novos esportes irá permitir aos jovens atletas a oportunidade de uma vida para realizar seus sonhos de competir nos Jogos Olímpicos – maior palco esportivo do mundo – e inspirá-los a alcançar o seu melhor, tanto no esporte quanto na vida “.

Os esportes adicionais de Tóquio não terão impacto sobre as cotas de atletas ou de eventos de esportes olímpicos existentes ou a serem vinculadas nas futuras cidades-sede. As atuais cotas de atletas e eventos não serão afetadas.

O COI considerou uma variedade de fatores ao avaliar a proposta, incluindo o impacto sobre a igualdade de gênero, o apelo dos esportes na juventude e o valor legado de adicioná-los aos Jogos de Tóquio.

A inclusão dos novos esportes irá adicionar 18 eventos e 474 atletas, com um número igual de homens e mulheres para todos os esportes, exceto de beisebol/softbol, que terão o mesmo número de equipes, mas diferentes totais dos jogadores, porque as equipes de softbol tem 15 jogadores, enquanto as equipes de beisebol têm 24. Tóquio 2020 depende fortemente de locais existentes e temporários para que ocorram as competições.

As discussões sobre o programa de eventos em 28 esportes olímpicos existentes para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 estão em curso, e serão concluídas pelo Conselho Executivo do COI, em meados de 2017.

Fonte: COI