Cinco brasileiros já estão entre os 24

HUNTINGTON BEACH, UNITED STATES - JULY 29: Michael Rodrigues of Brazil advances to Round 4 of the 2019 VANS US Open of Surfing after winning Heat 4 of Round 3 at Huntington Beach on July 29, 2019 in CA, USA. (Photo by Kenny Morris/WSL via Getty Images)
Michael Rodrigues (Foto: Kenny Morris / WSL via Getty Images)

Cinco brasileiros já estão entre os 24 finalistas do QS 10000 US Open

By João Carvalho

Cinco brasileiros já estão entre os 24 surfistas que vão disputar classificação para as oitavas de final do tradicional Vans US Open of Surfing em Huntington Beach, na Califórnia, Estados Unidos. O paulista Alex Ribeiro foi o primeiro a avançar nas cinco baterias da terceira fase que fecharam a segunda-feira e outros dez ainda vão disputar vagas nas que ficaram para abrir a terça-feira do segundo QS 10000 do ano no WSL Qualifying Series. O paranaense Peterson Crisanto e o capixaba Krystian Kymerson passaram juntos na mesma bateria, o cearense Michael Rodrigues venceu a seguinte e o catarinense Yago Dora se classificou na última do dia.

Michael Rodrigues (Foto: Kenny Morris / WSL via Getty Images)

O US Open of Surfing está promovendo o primeiro evento combinado com status máximo QS 10000 para homens e mulheres na história do WSL Qualifying Series. O masculino começou no domingo e uma verdadeira maratona de 37 baterias foram disputadas nos dois primeiros dias, para aproveitar as boas condições das ondas do início da semana em Huntington Beach. Na segunda-feira, a competição prosseguiu até a quinta bateria da terceira fase, iniciada com um terço de brasileiros entre os 48 classificados, dezesseis no total.

Publicidade

Muitos se destacaram durante o dia, como o paulista Thiago Camarão, que carimbou a faixa do atual bicampeão do US Open, na primeira defesa do título do japonês Kanoa Igarashi na segunda-feira. Mas, ele passou em segundo nessa e vai competir na única bateria sem brasileiros, entre as sete que restaram para fechar a terceira fase. Camarão entra no confronto anterior ao dele com mais dois paulistas, Miguel Pupo e Weslley Dantas, e o australiano Liam O´Brien também brigando por uma das duas vagas.

Thiago Camarão (Foto: Kenny Morris / WSL via Getty Images)

“É muito bom começar bem um campeonato e essa foi a primeira vez que eu consegui vencer o Kanoa (Igarashi), que é um surfista muito bom”, disse Thiago Camarão. “Estou feliz por surfar bem, mas também tive que usar a inteligência nessa bateria, que para mim foi o mais importante. Eu tenho surfado aqui todos os dias, usando pranchas menores que são melhores para essas ondas e estou muito feliz por ter dado tudo certo na bateria. Espero que continue assim nas próximas”.

A bateria com participação tripla do Brasil do Thiago Camarão com Miguel Pupo e Weslley Dantas não será a única dos confrontos que restaram da terceira fase. A deles é a sétima, a segunda a entrar no mar na terça-feira, depois de Caio Ibelli abrir o dia contra o número 1 do mundo, o líder do CT, Kolohe Andino, o australiano Kalani Ball e Joshua Burke, de Barbados. Na décima, serão dois tops da elite da World Surf League, o campeão mundial Adriano de Souza e Willian Cardoso, com o pernambucano Luel Felipe e o australiano Reef Heazlewood.

  Deivid Silva (Foto: Jenny Herron / WSL via Getty Images)

Antes, na nona, o campeão do primeiro QS 10000 do ano na África do Sul, o paulista Deivid Silva, enfrenta Matt Wilkinson que barrou o líder do ranking do WSL Qualifying Series, Jadson André, na estreia do potiguar no US Open of Surfing, o também australiano Morgan Cibilic e o havaiano Barron Mamiya. Além dele, dois catarinenses vão disputar as últimas vagas com surfistas de outros países. Tomas Hermes entra na penúltima bateria com o americano Griffin Colapinto, o francês Joan Duru e o australiano Jordan Lawler. E o jovem Mateus Herdy fecha a terceira fase contra dois norte-americanos, Conner Coffin e Jake Marshall, e o sul-africano Dylan Lightfoot.

VAGAS NAS OITAVAS – Entre os cinco que já passaram para a rodada classificatória para as oitavas de final, todos enfrentaram outros brasileiros em suas baterias nas ondas do famoso píer de Huntington Beach. O paranaense Peterson Crisanto e o capixaba Krystian Kymerson avançaram só em dobradinhas verde-amarelas. Peterson estreou com vitória na completada pelo pernambucano Ian Gouveia e Krystian começou passando junto com o cearense Michael Rodrigues. Na terceira fase, Peterson e Krystian se encontraram para despachar o americano Nat Young e uma das novidades da Austrália na elite do CT esse ano, Soli Bailey.

Peterson Crisanto (Foto: Jenny Herron / WSL via Getty Images)

Michael Rodrigues entrou na bateria seguinte com Ian Gouveia e venceu de novo, mas o pernambucano que defendia a décima posição no G-10 do QS, ficou em último. O francês Jorgann Couzinet, vice-líder do ranking, ganhou a segunda vaga para a quarta fase. Um dos adversários do principal concorrente para tirar o primeiro lugar do potiguar Jadson André na briga por duas vagas para as oitavas de final, será o catarinense Yago Dora. As primeiras serão disputadas por Krystian Kymerson, o havaiano Seth Moniz do CT e o francês Charles Martin.

Peterson Crisanto agora terá a companhia do paulista Alex Ribeiro, um dos quatro brasileiros que estão no grupo dos dez surfistas do WSL Qualifying Series que sobem para a divisão de elite da World Surf League. Eles estão na segunda bateria, completada pelo australiano Connor O´Leary. Alex Ribeiro foi o primeiro a se classificar, despachando um adversário direto por vaga no G-10, Jack Robinson, além do também australiano Nicholas Squiers, no confronto vencido pelo francês Charles Martin. Alex tinha estreado com vitória na bateria em que outro brasileiro, o carioca Jeronimo Vargas, foi eliminado junto com o português Frederico Morais.

Alex Ribeiro (Foto: Jenny Herron / WSL via Getty Images)

MAIS SUL-AMERICANOS – Além dos brasileiros, surfistas do Peru, Chile e Uruguai, também representaram a América do Sul no maior palco do surfe norte-americano, mas não passaram nenhuma bateria. O uruguaio Marco Giorgi, o chileno Manuel Selman e o peruano Tomas Tudela, ficaram na primeira fase. O irmão do Tomas, Miguel Tudela, que estava bem mais próximo da zona de classificação para o CT, em 18.o lugar no ranking, entrou direto na segunda fase, mas também perdeu de cara na bateria vencida por Willian Cardoso.

O QS 10000 Vans US Open of Surfing está sendo transmitido ao vivo de Huntington Beach pelo www.worldsurfleague.com e pelo Facebook Live e pelo aplicativo da World Surf League. Depois de dois dias só de competição masculina, o primeiro QS 10000 feminino da história deve ser iniciado nesta terça-feira, após o encerramento da terceira fase dos homens.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem promovendo os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 230 eventos globais masculinos e femininos no ano para definir os campeões mundiais do World Surf League Championship Tour, Big Wave Tour, Redbull Airborne, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, além do WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, enquanto incentiva a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis da WSL, para uma enorme legião de fãs interessados em ver as grandes estrelas, como Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Tyler Wright, Gabriel Medina, John John Florence, Lakey Peterson, Grant Baker, Keala Kennelly, Paige Alms, Kai Lenny, Steven Sawyer, Soleil Errico, Carissa Moore, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais dinâmico e imprevisível de todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

—————————————————————-

João Carvalho – WSL South America Media Manager

(48) 999-882-986 – jcarvalho@worldsurfleague.com

—————————————————————-

QUARTA FASE DO QS 10000 VANS US OPEN OF SURFING – baterias já formadas:

——1.o e 2.o=Oitavas de Final e 3.o=17.o lugar com US$ 2.500 e 2.200 pontos

1.a: Seth Moniz (HAV), Krystian Kymerson (BRA), Charles Martin (FRA)

2.a: Peterson Crisanto (BRA)Alex Ribeiro (BRA), Connor O´Leary (AUS)

3.a: Michael Rodrigues (BRA), Evan Geiselman (EUA),

4.a: Yago Dora (BRA), Jorgann Couzinet (FRA),

TERCEIRA FASE – 3.o=25.o lugar (US$ 1.800 e 1.100 pts) e 4.o=37.o lugar (US$ 1.450 e 1.000 pts):

——-baterias que fecharam a segunda-feira:

1.a: 1-Charles Martin (FRA), 2-Alex Ribeiro (BRA), 3-Jack Robinson (AUS), 4-Nicholas Squiers (AUS)

2.a: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Seth Moniz (HAV), 3-Cole Houshmand (EUA), 4-Kei Kobayashi (EUA)

3.a: 1-Peterson Crisanto (BRA), 2-Krystian Kymerson (BRA), 3-Nat Young (EUA), 4-Soli Bailey (AUS)

4.a: 1-Michael Rodrigues (BRA), 2-Jorgann Couzinet (FRA), 3-Ethan Ewing (AUS), 4-Ian Gouveia (BRA)

5.a: 1-Evan Geiselman (EUA), 2-Yago Dora (BRA), 3-Patrick Gudauskas (EUA), 4-Dion Atkinson (AUS)

——-ficaram para abrir a terça-feira:

6.a: Kolohe Andino (EUA), Caio Ibelli (BRA), Joshua Burke (BRB), Kalani Ball (AUS)

7.a: Miguel Pupo (BRA)Weslley Dantas (BRA)Thiago Camarão (BRA), Liam O´Brien (AUS)

8.a: Kanoa Igarashi (JPN), Ezekiel Lau (HAV), Jack Freestone (AUS), Ian Crane (EUA)

9.a: Deivid Silva (BRA), Matt Wilkinson (AUS), Barron Mamiya (HAV), Morgan Cibilic (AUS)

10: Adriano de Souza (BRA)Willian Cardoso (BRA), Reef Heazlewood (AUS), Luel Felipe (BRA)

11: Griffin Colapinto (EUA), Joan Duru (FRA), Tomas Hermes (BRA), Jordan Lawler (AUS)

12: Conner Coffin (EUA), Mateus Herdy (BRA), Jake Marshall (EUA), Dylan Lightfoot (AFR)

BATERIAS DOS SUL-AMERICANOS NAS PRIMEIRAS FASES:

SEGUNDA FASE – 3.o=49.o lugar (US$ 900 e 600 pts) e 4.o=73.o lugar (US$ 750 e 550 pts):

2.a: 1-Alex Ribeiro (BRA), 2-Kei Kobayashi (EUA), 3-Frederico Morais (PRT), 4-Jeronimo Vargas (BRA)

3.a: 1-Cole Houshmand (EUA), 2-Jack Robinson (AUS), 3-Ricardo Christie (NZL), 4-Wiggolly Dantas (BRA)

4.a: 1-Connor O´Leary (AUS), 2-Nicholas Squiers (AUS), 3-Sebastian Zietz (HAV), 4-Lucas Silveira (BRA)

5.a: 1-Peterson Crisanto (BRA), 2-Ian Gouveia (BRA), 3-Ramzi Boukhiam (MAR), 4-Chauncey Robinson (EUA)

7.a: 1-Jorgann Couzinet (FRA), 2-Nat Young (EUA), 3-Victor Bernardo (BRA), 4-Kiron Jabour (HAV)

8.a: 1-Michael Rodrigues (BRA), 2-Krystian Kymerson (BRA), 3-Bino Lopes (BRA), 4-Marc Lacomare (FRA)

9.a: 1-Yago Dora (BRA), 2-Kalani Ball (AUS), 3-Michael February (AFR), 4-Matthew McGillivray (AFR)

10: 1-Patrick Gudauskas (EUA), 2-Joshua Burke (BRB), 3-Mihimana Braye (TAH), 4-Jessé Mendes (BRA)

11: 1-Caio Ibelli (BRA), 2-Evan Geiselman (EUA), 3-Jackson Baker (AUS), 4-David Van Zyl (AFR)

12: 1-Kolohe Andino (EUA), 2-Dion Atkinson (AUS), 3-Marcos Correa (BRA), 4-Stu Kennedy (AUS)

13: 1-Thiago Camarão (BRA), 2-Kanoa Igarashi (JPN), 3-Cam Richards (EUA), 4-Wesley Santos (BRA)

14: 1-Miguel Pupo (BRA), 2-Ian Crane (EUA), 3-Nolan Rapoza (EUA), 4-Carlos Muñoz (CRI)

16: 1-Jack Freestone (AUS), 2-Weslley Dantas (BRA), 3-Samuel Pupo (BRA), 4-Aritz Aranburu (ESP)

17: 1-Deivid Silva (BRA)2-Luel Felipe (BRA), 3-Hiroto Ohhara (JPN), 4-Flavio Nakagima (BRA)

18: 1-Matt Wilkinson (AUS), 2-Reef Heazlewood (AUS), 3-Jadson André (BRA)4-Marco Fernandez (BRA)

19: 1-Adriano de Souza (BRA), 2-Barron Mamiya (HAV), 3-Kyuss King (AUS), 4-Imaikalani Devault (HAV)

20: 1-Willian Cardoso (BRA), 2-Morgan Cibilic (AUS), 3-Tanner Hendrickson (HAV), 4-Miguel Tudela (PER)

21: 1-Joan Duru (FRA), 2-Mateus Herdy (BRA), 3-Nomme Mignot (FRA), 4-Jacob Willcox (AUS)

23: 1-Jake Marshall (EUA), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Matt Banting (AUS), 4-O´Neill Massin (TAH)

PRIMEIRA FASE – 3.o=97.o lugar (US$ 500 e 200 pts) e 4.o=105.o lugar (US$ 500 e 190 pts):

1.a: 1-Gatien Delahaye (FRA), 2-Cole Houshmand (EUA), 3-Manuel Selman (CHL), 4-Miguel Blanco (PRT)

2.a: 1-Nicholas Squiers (AUS), 2-Chauncey Robinson (EUA), 3-Luke Gordon (EUA), 4-Marco Giorgi (URU)

4.a: 1-Joshua Burke (BRB), 2-Marcos Correa (BRA), 3-Tyler Gunter (EUA), 4-Rafael Teixeira (BRA)

5.a: 1-Wesley Santos (BRA), 2-Liam O´Brien (AUS), 3-Finn McGill (HAV), 4-Mitch Crews (AUS)

6.a: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Luel Felipe (BRA), 3-Rio Waida (IDN), 4-Slade Prestwich (AFR)

8.a: 1-Dylan Lightfoot (AFR), 2-Jett Schilling (EUA), 3-Torrey Meister (HAV), 4-Tomas Tudela (PER)