Cinco brasileiros e um argentino nas oitavas do QS 6000 de Portugal

Ian Gouveia (BRA) .Acores16

By João Carvalho

Os brasileiros continuam brilhando no QS 6000 Azores Airlines Pro e são maioria nas oitavas de final, com cinco passando pelas duas rodadas disputadas na quinta-feira em Portugal. Ian Gouveia foi o primeiro a se classificar, depois tiveram duas dobradinhas verde-amarelas, uma com os jovens Samuel Pupo e Yago Dora e outra com Willian Cardoso e o atual campeão mundial Pro Junior da World Surf League, Lucas Silveira. O argentino Santiago Muniz também avançou no penúltimo confronto do dia, superando o brasileiro Tomas Hermes na disputa vencida pelo líder do ranking do WSL Qualifying Series, o italiano Leonardo Fioravanti.


Tomas Hermes defendia a última vaga no grupo dos dez surfistas que são indicados para a elite dos top-34 da World Surf League e o catarinense agora tem sua posição ameaçada por vários surfistas, inclusive pelo próprio Santiago Muniz e pelo pernambucano Ian Gouveia. No entanto, os que estão mais próximos de tirar o brasileiro da zona de classificação para o CT são o norte-americano Patrick Gudauskas e o australiano Mitch Crews. O californiano vai enfrentar o catarinense Yago Dora na primeira oitava de final e Mitch Crews faz um duelo australiano com Mitch Coleborn na quarta bateria.

Publicidade

Na segunda, também terá um confronto brasileiro, de Ian Gouveia com Samuel Pupo, a grande surpresa por ser o mais jovem entre os dezesseis finalistas do QS 6000 Azores Airlines Pro. Já o experiente Willian Cardoso, que despachou o número 4 do ranking, Joan Duru, da França, na dobradinha brasileira com Lucas Silveira, vai agora encarar o líder Leonardo Fioravanti na penúltima batalha por vagas nas quartas de final. A última será disputada pelo argentino Santiago Muniz e pelo carioca Lucas Silveira.

Os dois já passaram uma bateria juntos na quinta-feira, contra outro surfista da América do Sul que mora em Santa Catarina, o uruguaio Marco Giorgi, e o espanhol Aritz Aranburu. Outra participação tripla de sul-americanos aconteceu para três brasileiros também nessa terceira fase e dois acabaram eliminados pelo francês Diego Mignot. O paulista Hizunomê Bettero venceu a bateria, mas o pernambucano Luel Felipe e o paulista Deivid Silva, sétimo colocado no ranking, saíram da briga pelos 6.000 pontos da vitória nas Ilhas Açores.

Além da etapa masculina do QS 6000, o Azores Airlines Pro também está promovendo uma prova feminina do QS 1500 em Portugal e as duas competições estão sendo transmitidas ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

Santiago Muniz (Foto: Laurent Masurel - WSL)
Santiago Muniz (Foto: Laurent Masurel – WSL)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Samsung Galaxy Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL já possui uma enorme legião de fãs apaixonados em todo o planeta que acompanha as performances dos melhores surfistas do mundo, como Gabriel Medina, John John Florence, Adriano de Souza, Kelly Slater, Stephanie Gilmore, Greg Long, Makua Rothman, Carissa Moore, entre outros, competindo no mais imprevisível e dinâmico campo de jogo entre todos os esportes no mundo, que é o mar.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

———————————————————–

OITAVAS DE FINAL DO QS 6000 AZORES AIRLINES PRO – 9.o lugar com 1.550 pontos e US$ 2.500:

1.a: Patrick Gudauskas (EUA) x Yago Dora (BRA)

2.a: Ian Gouveia (BRA) x Samuel Pupo (BRA)

3.a: Jacob Willcox (AUS) x Michael February (AFR)

4.a: Mitch Coleborn (AUS) x Mitch Crews (AUS)

5.a: Ezekiel Lau (HAV) x Marc Lacomare (FRA)

6.a: Maxime Huscenot (FRA) x Ramzi Boukhiam (MAR)

7.a: Leonardo Fioravanti (ITA) x Willian Cardoso (BRA)

8.a: Santiago Muniz (ARG) x Lucas Silveira (BRA)

QUARTA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar com 1.050 pontos e US$ 2.000:

1.a: 1-Patrick Gudauskas (EUA)=12.93, 2-Ian Gouveia (BRA)=12.73, 3-Hiroto Arai (JPN)=10.23

2.a: 1-Samuel Pupo (BRA)=9.97, 2-Yago Dora (BRA)=9.54, 3-Connor O´Leary (AUS)=3.10

3.a: 1-Jacob Willcox (AUS)=12.30, 2-Mitch Coleborn (AUS)=10.80, 3-Diego Mignot (FRA)=7.44

4.a: 1-Mitch Crews (AUS)=13.03, 2-Michael February (AFR)=13.00, 3-Hizunomê Bettero (BRA)=9.53

5.a: 1-Marc Lacomare (FRA)=14.33, 2-Ramzi Boukhiam (MAR)=14.33, 3-Frederico Morais (PRT)=10.70

6.a: 1-Maxime Huscenot (FRA)=15.00, 2-Ezekiel Lau (HAV)=12.76, 3-Evan Geiselman (EUA)=9.30

7.a: 1-Leonardo Fioravanti (ITA)=15.94, 2-Santiago Muniz (ARG)=10.53, 3-Tomas Hermes (BRA)=8.83

8.a: 1-Lucas Silveira (BRA)=14.03, 2-Willian Cardoso (BRA)=12.60, 3-Joan Duru (FRA)=7.07

TERCEIRA FASE – 3.o=25.o lugar (US$ 1.300 e 700 pts) / 4.o=37.o lugar (US$ 1.200 e 650 pts):

1.a: 1-Hiroto Arai (JPN), 2-Yago Dora (BRA), 3-Yadin Nicol (AUS), 4-Dion Atkinson (AUS)

2.a: 1-Ian Gouveia (BRA), 2-Connor O´Leary (AUS), 3-Jorgann Couzinet (REU), 4-Shane Campbell (AUS)

3.a: 1-Samuel Pupo (BRA), 2-Patrick Gudauskas (EUA), 3-Charles Martin (GLP), 4-Yuri Gonçalves (BRA)

4.a: 1-Mitch Coleborn (AUS), 2-Michael February (AFR), 3-Marco Fernandez (BRA), 4-Ricardo Christie (NZL)

5.a: 1-Jacob Willcox (AUS), 2-Mitch Crews (AUS), 3-Michael Dunphy (EUA), 4-Jack Robinson (AUS)

6.a: 1-Hizunomê Bettero (BRA), 2-Diego Mignot (FRA), 3-Luel Felipe (BRA), 4-Deivid Silva (BRA)

7.a: 1-Marc Lacomare (FRA), 2-Evan Geiselman (EUA), 3-Dimitri Ouvre (BLM), 4-Jake Marshall (EUA)

8.a: 1-Ramzi Boukhiam (MAR), 2-Maxime Huscenot (FRA), 3-Gony Zubizarreta (ESP), 4-Mihimana Braye (TAH)

9.a: 1-Ezekiel Lau (HAV), 2-Frederico Morais (PRT), 3-Victor Bernardo (BRA), 4-Matheus Navarro (BRA)

10: 1-Leonardo Fioravanti (ITA), 2-Willian Cardoso (BRA), 3-Noe Mar McGonagle (CRI), 4-Ian Crane (EUA)

11: 1-Santiago Muniz (ARG), 2-Lucas Silveira (BRA), 3-Marco Giorgi (URU), 4-Aritz Aranburu (ESP)

12: 1-Joan Duru (FRA), 2-Tomas Hermes (BRA), 3-Wade Carmichael (AUS), 4-Alan Donato (BRA)

BATERIAS DAS SUL-AMERICANAS NO QS 1500 AZORES AIRLINES PRO EM PORTUGAL:

SEGUNDA FASE – 3.a=17.o lugar com 300 pontos e 4.a=25.o lugar com 280 pontos:

1.a: Pauline Ado (FRA), Tania Oliveira (PRT), Brisa Hennessy (HAV), Lorena Fica (CHL)

8.a: Mahina Maeda (HAV), Melanie Giunta (PER), Josefina Ane (ARG), Claire Bevilacqua (AUS)

PRIMEIRA FASE – 3.a=33.o lugar com 180 pontos e 4.a=41.o lugar com 170 pontos:

————– resultados da terça-feira:

2.a: 1-Summer Macedo (HAV), 2-Lorena Fica (CHL), 3-Trinidad Segura (CHL), 4-Anne Cecile Le Tallec (FRA)

5.a: 1-Ariane Ochoa (ESP), 2-Ainara Aymat (ESP), 3-Lucia Cosoleto (ARG)

7.a: 1-Vahine Fierro (TAH), 2-Claire Bevilacqua (AUS), 3-Karol Ribeiro (BRA), 4-Sophie Callister (AUS)

8.a: 1-Josefina Ane (ARG), 2-Tanika Hoffman (AFR), 3-Evelyn Gontier (ARG)