Carlos Burle treina em Nazaré com direito a onda com dois surfistas, vacas e resgate sinistros

Nazaré. Foto: Arquivo pessoal

Treino de Burle em Nazaré tem resgate incrível, onda dupla e vacas: “Mar histórico”

Quem quiser treinar em ambiente com muita provação, água gelada, ondas grandes, correntes, pilotar jet ski, remada ou town-in… Nazaré é um terreno fértil”, valoriza big rider pernambucano

Uma semana de condições extremas. Desde o último sábado, a costa portuguesa recebeu ondas gigantes e atraiu alguns dos mais renomados big riders do mundo. Enquanto as bombas davam as suas caras em Supertubos, palco da penúltima etapa do Circuito Mundial, um grupo de surfistas corajosos encarou os paredões de água na Praia do Norte, em Nazaré, a cerca de 100 quilômetros de Peniche. O primeiro swell de grandes proporções sobre o desfiladeiro submarino trouxe ondas que chegaram a 15 metros. Resgates emocionantes, capotagem de francês, onda dupla de Carlos Burle e Rodrigo Koxa, vacas e jet ski perdido foram alguns dos pontos altos dos treinos de Carlos Burle e outros big riders em um mar ameaçador.

Burle, Koxa, Lucas Chianca, Alemão de Maresias, Felipe Cesarano, Everaldo Pato, Marcos Monteiro, Pedro Calado e Maya Gabeira foram alguns dos nomes que se jogaram no pico que se tornou nos últimos anos um dos mais tradicionais no surfe de ondas grandes.

Publicidade

Garrett McNamara, Andrew Cotton e Francisco Porcella foram outros big riders a encarar as ondas monstruosas de Nazaré. Fred Dupont passou por apuros quando pilotava um jet ski no tow-in. A força do mar fez o francês capotar e se arremessado para o ar, mas ele escapou ileso de uma lesão mais grave.

Fred Dupont pilota de jet e capota em onda gigante em Nazaré (Foto: frama @polvo32)
Fred Dupont pilota o jet e capota em onda gigante em Nazaré (Foto: frama @polvo32)
Carlos Burle, Lucas Chumbinho e seu tio, Marcos Monteiro, em um dos treinos em Nazaré (Foto: Arquivo pessoal)
Carlos Burle, Lucas Chumbinho e seu tio, Marcos Monteiro, em um dos treinos em Nazaré (Foto: Arquivo pessoal)

– Desde o dia 21, quando deu esse mar histórico, tem dado muita onda aqui em Portugal, principalmente, em Nazaré. Quando teve a final do campeonato que o Gabriel Medina ganhou em Peniche, aqui estava clássico, ondas de 20 pés de face, ondas perfeitas. Tem uma galera muito forte aqui, Nazaré está se tornando um pico tradicional. Quem quiser treinar e ter um ambiente com muita provação, água gelada, ondas grandes, correntes, desafio para entrar e sair do mar, pilotar jet ski, vai na remada ou no town-in… Nazaré é um terreno fértil para isso – comentou Burle.

Os treinos tem sido proveitosos para Burle, que viaja na expedição ao lado de nomes consagrados e outros destaques da nova geração. Ele acompanhou de perto o trabalho de Lucas Chianca, o Chumbinho, assim como o de Maya e de jovens como Nicole Pacelli e Lapo Coutinho.

Chumbinho tem o pernambucano como mentor, mas partiu há três dias de Portugal com destino a Jaws, na ilha havaiana de Maui, palco da etapa do Circuito Mundial de Ondas Grandes (XXL), mas pôde ter uma preparação de alto nível na Praia do Norte.

– Cada vez mais, as pessoas estão vindo para cá, optando por estarem aqui no começo da temporada para treinar. Teve capotagem de jet ski, resgates emocionantes, ondas gigantes, onda dupla, coisas lindas e emocionantes. Rolaram alguns resgates críticos, ondas enormes, muita emoção – acrescentou Burle.

Lucas Chianca, o Chumbinho, treina em condições extremas para a etapa do XXL em Jaws (Foto: @rafariancho)
Lucas Chianca, o Chumbinho, treina em condições extremas para a etapa do XXL em Jaws (Foto: @rafariancho)

Campeão mundial na remada e o tow-in, quando o surfista é rebocado para a onda com um jet ski, Burle também passou momentos de pura adrenalina no sábado, o dia mais extremo. O pernambucano perdeu o seu jet ski, mas conseguiu recuperá-lo.

– Os treinos tem sido intensos. Muita remada, prancha grande para treinar para o Circuito Mundial, para os competidores estarem cada vez mais em dia com seus equipamentos. O Chumbo está em dia, saiu daqui para competir em forma e preparado.

Carlos Burle no alto do farol da Nazaré (Foto: Carlos Muriongo)
Carlos Burle no alto do farol da Nazaré (Foto: Carlos Muriongo)
Campeão mundial na remada e no tow-in, pernambucano valoriza o treino no lugar que se tornou um dos mais tradicionais no big sURF (Foto: Carlos Muriongo)
Campeão mundial na remada e no tow-in, pernambucano valoriza o treino no lugar que se tornou um dos mais tradicionais no big SURF (Foto: Carlos Muriongo)

Por globoesporte.globo.com