Bruno Fontes se mantém na luta por Medal Race em Miami

Após dois dias de competição no City of Miami Regatta Park, Bruno está na 11ª posição a um passo do top-10 que classifica para a regata da medalha – Fotos: Jesus Renedo / Sailing Energy / World Sailing

Florianópolis – Após dois dias de competições, a etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela segue totalmente aberta na classe Laser Standard. Até o momento quatro regatas foram disputadas e Bruno Fontes aparece na 11ª posição entre os 59 velejadores inscritos na etapa. Com um 2º, 10º e 27º, o velejador catarinense soma 39 pontos perdidos após o descarte e está a uma posição dos top-10, que se classificam para a Medal Race (regata da medalha) no domingo.

Publicidade

O caminho para chegar a disputa por uma medalha tem pela frente mais três dias de competições pela fase de classificação com seis regatas programadas e a situação é bastante atípica para uma competição desse nível. “O campeonato está muito confuso e totalmente aberto. Ninguém conseguiu escapar muito e a diferença entre os velejadores é muito pequena. Todos entre os vinte primeiros já eliminaram o descarte fazendo pelo menos uma regata ruim e isso deixa o campeonato totalmente indefinido”, comenta Bruno.

Com a mudança de equipamento para a classe, que teve o formato da vela alterado, parece que os velejadores ainda estão se adaptando ao novo material. “Todos estão buscando o melhor e essa fase de adaptação exige escolhas que são decisivas nas regatas, ainda mais em uma competição desse nível. Como a maioria já eliminou a possibilidade de erro, a estratégia será fundamental para chegar ao topo. É preciso competir com inteligência e saber quando é a hora certa de arriscar”, completa.

Apenas quatro pontos separam Bruno do 10º colocado, o britânico Lorenzo Chiavarini. A liderança até o momento está nas mãos do francês Jean Baptiste Bernaz. O evento em Miami, que abre o calendário das etapas de Copa do Mundo da World Sailing (Federação Internacional de Vela), conta com mais de 450 velejadores de diversas nacionalidades e segue o formato olímpico de competição, sendo que na classe Laser, onde competem 59 atletas de 28 países, serão dez regatas e a Medal Race, no domingo.

Além de Bruno Fontes, o Brasil conta com a seguinte delegação em Miami: Martine Grael/ Kahena Kunze (49erFX); Robert Scheidt/Gabriel Borges (49er) Jorge Zarif (Finn); Henrique Haddad/Breno Abdulklech (470 masculina); Gabriella Kidd (Laser Radial); e Bruna Martinelli (RS:X feminina).

Desempenho de Bruno Fontes ano a ano em Miami:
2010 – 5º lugar
2011 – 5º lugar
2012 – 2º lugar
2013 – 5º lugar
2014 – 5º lugar
2015 – 9º lugar
2016 – 12º lugar

O velejador Bruno Fontes conta com o apoio da Marinha do Brasil, Iate Clube de Santa Catarina, CBVela e COB – Comitê Olímpico Brasileiro.

Informações para imprensa – SixComm Comunicação Social
Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 48 9.9177-8099