Bruno Fontes larga na frente na Copa Brasil de Vela

Duas vitórias e um segundo lugar marcaram o início da participação do velejador em competição que define a Equipe Brasileira de Vela – Fotos: Pedro Martinez e Jesus Renedo / Sailing Energy / World Sailing

Com ventos fracos e rondados, começou nessa segunda-feira a IV Copa Brasil de Vela, reunindo os melhores velejadores do país no Guaíba, com sede dividida entre o Clube dos Jangadeiros e o Veleiros do Sul.

Publicidade

O catarinense Bruno Fontes começou muito bem sua campanha no evento com dois primeiros e um segundo lugar nas três regatas disputadas pela classeLaser Standard, terminando o primeiro dia na liderança com quatro pontos perdidos.

Hoje (segunda) foi um dia de ventos muito inconstantes. Cada hora entrava de um lado e foi preciso bastante paciência. Ficamos quase seis horas na água, mas o mais importante foi ter começado bem a disputa por uma vaga na equipe olímpica”, explica Bruno, representante do Brasil nas Olimpíadas de Pequim 2008 e Londres 2012 na classe Laser Standard.

A programação para a semana em Porto Alegre é para que doze regatas sejam realizadas sendo descartados os dois piores resultados. Mesmo com ventos fracos, a comissão optou por fazer três regatas, aproveitando bem o dia. “Foi um começo muito bom, especialmente na última regata quando consegui me recuperar muito bem. Estamos no caminho, mas tem muita coisa pela frente”, encerrou.

A flotilha de Laser Standard conta com dezessete velejadores, sendo que Bruno lidera o evento com quatro pontos perdidos após as três regatas dessa segunda. João Pedro Oliveira é o segundo colocado com quatro pontos de desvantagem para Bruno, seguido por Philipp Grochtmann, com nove pontos perdidos.

Os vencedores do evento farão parte da Equipe Brasileira de Vela em 2017, sendo que esses atletas passam a fazer parte do plano de investimento da Confederação Brasileira de Vela para a participação nas principais competições internacionais desse ano. Os atletas passarão por análises periódicas no Programa de Desenvolvimento Individual durante todo o ciclo, até as Olimpíadas de Tóquio 2020.

A IV Copa Brasil terá disputa nas seguintes classes: RS:X (Masc e Fem.), Laser Standard, Laser Radial (Fem.), Finn, 470 (Masc e Fem.), 49er, Nacra 17 (Misto), Kitesurfe Hidrofoil Open (Tubular e Foil) e Kitesurfe Hidrofoil Amador (Tubular).

O velejador Bruno Fontes conta com o apoio da Marinha do Brasil, Iate Clube de Santa Catarina, CBVela e COB – Comitê Olímpico Brasileiro.

Informações para imprensa – SixComm Comunicação Social
Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 48 9.9177-8099