Bruno Fontes começa muito bem a campanha na Dinamarca

Estreia do velejador brasileiro em Aarhus foi marcada por dois oitavos lugares na classe Laser Standard – Foto: Sailing Energy/World Sailing

Bruno Fontes inicia Mundial na Dinamarca com dois resultados no Top 10

Publicidade

Bruno Fontes estreou no Mundial de Classes Olímpicas, disputado na Baía de Aarhus, Dinamarca, mostrando que a forma competitiva está mais viva do que nunca dentro de si. Com dois oitavos lugares nas regatas realizadas no Laser Standard o velejador catarinense começou muito bem a campanha em busca de uma das catorze vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Com 16 pontos perdidos o brasileiro é o 19º na classificação geral entre os 165 atletas inscritos na competição.

Com ventos de 6 a 10 nós soprando na Baía de Aarhus, Bruno aproveitou as boas largadas nas duas regatas, mas com desenrolar diferente ao longo do dia. Na primeira o catarinense apontava na parte da frente da flotilha, mas acabou punido e precisou fazer uma prova de recuperação. “Tomei uma bandeira amarela e cai algumas posições. Importante que me recuperei bem e isso foi o que me deixou mais feliz. Foi uma boa regata”, avalia.

Na segunda velejada no dia, Bruno manteve a boa estratégia e largou na frente, mantendo-se entre primeiros da regata até o final. Com dois oitavos lugares a estreia do brasileiro foi bastante positiva. “Estou contente com o início. Ainda temos uma longa jornada pela frente, mas para um primeiro dia foi bem positivo. Meta é passar bem para a fase final de olho nas vagas para Tóquio e depois pensar em Medal Race e medalha”, enfatiza.

Ainda pela Classe Laser Standard, o Brasil conta com a presença de Lucas Bueno (155º com 101 pontos perdidos) e João Pedro Souto (41º com 30 pontos perdidos). Conforme a previsão, as regatas do Mundial de Classes Olímpicas segue neste sábado (4) com mais duas regatas previstas pela fase de classificação, que será encerrada no domingo com outras duas disputas.

Sobre o Mundial de Classes Olímpicas:

O Mundial de Classes Olímpicas reúne as dez classes do programa dos Jogos de Tóquio 2020: RS:X masculina, RS:X feminina, Laser, Laser Radial, Finn, 470 masculina, 470 feminina, 49er, 49er FX e Nacra 17 e as regatas serão disputadas entre os dias 02 e 12 de agosto. Além disso, haverá disputa também no kiteboard (feminino e masculino), como demonstração.

No caso da classe Laser Standard serão dez regatas e a Medal Race, que conta com pontuação dobrada e reúne apenas os dez melhores classificados. As disputas para Bruno Fontes começam na sexta-feira (03) e vão até domingo (05) com seis regatas previstas para a fase de classificação, sendo duas por dia. Na segunda os velejadores folgam e retornam a raia novamente para mais dois dias de regatas, terça (07) e quarta (08), quando acontecem as disputas da fase final. Os atletas ganham nova folga na quinta e sexta (10) retornam para as disputas da Medal Race.

Além de Bruno Fontes, o Brasil conta com os seguintes atletas na competição: Martine Grael e Kahena Kunze (49er FX), Carlos Robles e Marco Grael (49er), Mario Tinoco e Gabriel Borges (49er), Fernanda Oliveira e Ana Barbachan (470 feminina), Geison Mendes e Gustavo Thiesen (470 masculina), Henrique Haddad e Felipe Brito (470 masculina), Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino (Nacra 17), João Bulhões e Bruna Martinelli (Nacra 17), Jorge Zarif (Finn), Patrícia Freitas (RS:X feminina), Brenno Francioli (RS:X masculina), João Pedro Souto de Oliveira e Lucas Bueno (Laser), Gabriella Kidd (Laser Radial) e Cláudio Cruz (Kiteboard).

Mais informaçõeshttps://www.aarhus2018.com

O velejador Bruno Fontes conta com o apoio da Marinha do Brasil, Iate Clube de Santa Catarina e CrossFit Ventus.

Informações para imprensa – SixComm Comunicação Social

Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 48 9.9177-8099