Brasil pretende organizar o ISA Games de 2018

Brasil oficializa candidatura para Mundial de Surf de 2018. Foto: CBSurf

O Brasil confirmou a intenção de organizar o Mundial de Surf da ISA de 2018, o ISA World Surfing Games

Publicidade

Ontem, domingo, em plena Grande Plage de Biarritz, Adalvo Argolo, Presidente da Confederação Brasileira de Surf, e Leonardo Picciani, Ministro dos Desportos, reuniram-se com Fernando Aguirre, Presidente da International Surfing Association, com vista a oficializarem a candidatura brasileira.

 A cidade de Búzios, na região dos Lagos, a cerca de 175 quilômetros do centro do Rio de Janeiro, foi escolhida para sediar a competição de surf entre nações. Búzios é uma península com oito quilômetros de extensão e 23 praias, recebendo de um lado correntes marítimas vindas do Equador e do outro correntes marítimas vindas do polo sul, o que faz com que tenha praias tanto de água quente como de água fria. Ficou conhecida como a Saint-Tropez brasileira depois de uma visita da atriz francesa Brigitte Bardot em 1964. 

 “Foi uma satisfação muito grande conhecer o ISA World Surfing Games e poder encontrar Fernando Aguerre, um líder no surf mundial. Tivemos a oportunidade, junto com Adalvo, de mostrar que nós acreditamos muito no surf e vamos cada vez mais procurar estruturá- lo como um grande desporto, parabenizar também a ISA pela inclusão no programa olímpico e ainda conversar com Fernando sobre estes temas,” disse Leonardo Picciani.

 “Seria um prazer voltar ao Brasil, um país de boas ondas e pessoas de muito coração,” aproveitou para referir o líder da ISA, Fernando Aguirre, que não esqueceu que o Brasil é uma das grandes potências do surf e um sério candidato às Olimpíadas de Tóquio 2020. No entanto, o argentino relembrou que o Japão e outros dois países também se encontram na disputa pela organização do Mundial de 2018.

 Em Biarritz, até o dia 28 de maio, acontece o ISA World Surfing Games 2017. 

 Fonte surftotal.com