Big rider Maya Gabeira ‘agora vai’ de Kite Surf

Maya Gabeira está aprendendo o kitesurfe. Foto: Elizeu Sousa

No Ceará, Maya Gabeira aprende kite e vive expectativa de recorde: “Pressionando”
Big rider aproveita férias em família na Praia do Préa antes de voltar a Nazaré, em Portugal

Enquanto curte férias com a família no Ceará, Maya Gabeira aproveitou para aprender um novo esporte: o kitesurfe. A surfista internacional de ondas gigantes aproveitou uns dias de descanso ao lado da família velejando na Praia do Preá. Em entrevista ao GloboEsporte.com/ce, ela comentou sobre a expectativa de entrar para o Guiness, após aproveitar swell épico de 80 pés (24 metros) e conseguir completar o que pode ter sido a maior onda surfada por uma mulher.

Publicidade

– O WSL e o Guiness estão estudando a possibilidade, mas estão bem lentos em relação a uma decisão. Vou continuar pressionando – declarou Maya.

Até o momento o recorde de maior onda surfada no mundo pertence ao brasileiro Rodrigo Koxa, que surfou uma bomba de 24,38 metros (cerca de 80 pés) em Nazaré em 2017. A intenção de Maya é inaugurar a categoria feminina de maior onda surfada do Guinness Book. Enquanto isso, ela aproveita a estadia no Rancho do Peixe para aprender kite, local que é ponto de encontro de velejadores de várias partes do planeta, que buscam na região os melhores ventos para a prática de esportes náuticos. Maya comentou ainda sobre o último WSL Big Wave Awards, que deu prêmios a Rodrigo Koxa e Lucas Chumbo.

Maya Gabeira, kitesurfe  (Foto: Elizeu Sousa )

Maya Gabeira, kitesurfe (Foto: Elizeu Sousa )

– Sempre fico feliz em ver brasileiros se destacando e levando prêmios internacionais. Sabemos como é difícil competir de igual para igual com os gringos.

A surfista volta a Nazaré, em Portugal, para retomar os treinos no surfe.

– Chego em Portugal no fim de junho e, em agosto, começam as preparações para a temporada de Nazaré, que começa no fim de setembro. Estou amando essas mini-férias em Preá. Viagem em família que será a última antes da minha temporada, onde fico meses longe. Iniciando no kite e animada com o novo esporte. O Rancho do Peixe é simplesmente mágico – finaliza.

Por globoesporte.globo.com