Artista plástico Marcello Macarrão pinta as pranchas da garotada do IGM

Atletas do IGM agora com verdadeiras obras de arte nas pranchas. Foto Divulgação Fábio Maradei

Surfistas do Instituto Gabriel Medina têm pranchas pintadas pelo artista plástico Marcello Macarrão.

Renomado artista plástico na pintura de pranchas de surf, o guarujaense Marcello Macarrão fez uma ação social para os atletas do Instituto Gabriel Medina (IGM). Convidado por Gabriel e Simone Medina, ele pintou cerca de 50 pranchas, para a alegria da garotada. “Foi muito legal poder colaborar com esse projeto tão irado. Ver a molecada feliz, empolgada com o meu trabalho já vale muito”, disse Macarrão.

Ele explicou a decisão de “emprestar” seu talento para a garotada. “Sempre acompanho tudo do IGM, acho um projeto sensacional e dias atrás estive com o Gabriel aqui em Maresias para surfar e vi uma prancha de um dos meninos meio amarelada e falei que poderia pintar e o Gabriel gostou da ideia”, lembrou. “Depois veio o convite oficial da Simone e aceitei, para poder colaborar de alguma forma”, complementou.

Publicidade

Aos 39 anos, Marcello Macarrão começou a pintar pranchas por hobby em 1997. Em 2000, rompeu os ligamentos do joelho, num floater e foi obrigado a ficar sem surfar por um ano. Nesse período aperfeiçoou a sua arte, pintando para os amigos. Depois, em 2002, decidiu encarar a sua arte como profissão. “Quando vi que precisava cobrar para comprar material de primeira qualidade. Queria algo bom para as pranchas”, lembrou.

Marcelo em ação. Foto Divulgação Fábio Maradei

Hoje, Marcello Macarrão é uma referência no assunto e já ilustrou dezenas de pranchas de Gabriel Medina e de outros tantos tops, como Adriano de Souza, Filipe Toledo, Jadson André, Caio Ibelli, Victor Bernardo, Jessé Mendes, entre tantos outros. A nova geração também está representada com talentos como Murillo Coura. Também atua no Rip Curl Grom Search, fazendo grande sucesso entre os novos valores. “Aqui no IGM era para fazer 38 pranchas, mas foram pedindo e chegamos perto das 50”, completou.

Fábio Maradei/ FMA Notícias