Marco Polo é o melhor na Open e Guga Arruda vence a Master

Pódio Feminino Sub 16. Foto: Basílio Ruy                                                                                                                                                                                                             Dando sequência ao calendário de eventos de 2018, a competição promovida pela ASJ reuniu 92 surfistas, divididos em 12 categorias de um dos circuitos locais mais tradicionais do Estado. Com a apresentação da Ocean Pacific (OP), a etapa distribuiu pranchas e kits, totalizando 15 mil reais de premiação. No final do ano, os campeões do ranking nas categorias Junior e Open receberão passagens para o Peru e México respectivamente.

Quando o assunto é campeonato de surf na Joaquina, a constância das ondas que fez a fama da praia mundialmente é garantia de sucesso dentro e fora da água. “Por menor que seja o tamanho do swell, a Joaquina oferece ondas com excelente qualidade para a realização de um campeonato de surf”, declarou Flávio Caldas, diretor técnico da ASJ e árbitro que integra o quadro oficial da Fecasurf e da WSL South America.

Publicidade

O final de semana ensolarado com temperaturas agradáveis nada lembrou o inverno na região sul. Boas ondas, com séries quebrando acima de 0,5 metro encaixaram com perfeição milimétrica no banco de areia da Joaca. “O mar está muito bom para a disputa de um campeonato de surf: liso, perfeito e com vento terral”, comentou o local João Godoy durante o primeiro dia de disputas.

A categoria Surf Adaptado foi decidida na última bateria do sábado, aproveitando as boas condições das ondas. O título foi para o surfista de Itajaí (SC) Jonathan Borba, que literalmente saiu do ônibus para a decisão. Ele chegou atrasado à bateria quando faltavam 8 minutos para o término, e ainda conseguiu pegar três ondas que lhe deram o título da etapa. “Estava treinando em Itajaí de manhã, quando recebi uma mensagem dizendo que alteraram o cronograma e nossa bateria rolaria no final de tarde. Comecei a colocar a roupa de borracha ainda dentro do ônibus perto da Joaquina e achei que não ia dar tempo”, revelou o campeão, que foi aplaudido pelo seu esforço por seus oponentes dentro da água.

Domingo de finais.

Mesmo diminuindo no domingo, as ondas continuaram com boa formação para o encerramento da etapa. As finais do surf feminino tiveram três campeãs diferentes, com as vitórias de Sannia Antunes na Feminino Open, Kyany Hyakutake na Feminino Sub 16 e Isabela Bonatto na Feminino Sub 12.

As categorias de base são um atrativo nos eventos pelo Estado, com a presença dos jovens atletas acompanhados de seus pais, dando um ar familiar às disputas durante o final de semana.

O catarinense Ryan Martins teve um domingo de alegrias na Joaquina, marcando presença em três decisões e vencendo uma. O local da praia do Santinho foi o campeão da categoria Petiz, com duas ondas fortes que fizeram a diferença a seu favor na final.

Outro destaque do final de semana foi Keone Roitman, de 10 anos de idade. Filho de brasileiros, o garoto nasceu no Havaí, e está de férias no Brasil. “O Keone começou a competir em 2017 nos circuitos da NSSA e HSA no Havaí, e ficou em 2º lugar numa etapa neste ano”, revelou Thiago Roitman, pai do atleta. “O evento está demais, com um excelente nível técnico e organização impecável. O pessoal de lá deveria aprender aqui com a ASJ como se organiza um campeonato”, confidenciou Roitman.

Keone impressionou com uma linha de surf madura para sua pouca idade. Ele venceu com folga a categoria Infantil, marcando uma das maiores notas da prova (8.50), que lhe ajudou a totalizar 15.75 pontos de somatório.

Diretamente de Balneário Camboriú (SC), Takeshi Oyama veio disputar o evento de seu patrocinador e fez bonito, ficando com o título da Iniciantes numa bateria apertada contra João Vitor Guimarães (2º) e Artur Arruda (3º), e Ryan Martins (4º).

As categorias Mirim e Junior tiveram belas disputas e viradas de resultados, mostrando a qualidade e o nível dos atletas que disputam o circuito ASJ. Daniel Gehlen apostou no surf ágil para vencer a Mirim, por uma pequena diferença em relação ao segundo colocado Luan Silveira.

Na sequencia, Uriel Batista repetiu o resultado da primeira etapa e dominou a situação com folga na final Junior. Com a vitória, Uriel disparou na liderança do ranking, e segue firme em busca da passagem para o Peru oferecida pela Liquid Trips ao campeão da categoria no final da temporada.

                                                            Guga Arruda                                                                                                                                                                                   Experiência a serviço do surf.

As categorias Open, Master e Local contaram com a presença de grandes nomes do surf catarinense, como Guga Arruda e Marco Polo, que já foram campeões profissionais em Santa Catarina, e continuam afiados quando o assunto é competição

Após um longo tempo sem competir, Guilherme Tranquilli sentiu novamente a satisfação de vencer um campeonato e ficou com o título da Local. Guga Arruda confirmou o favoritismo na categoria Master e ficou com o título da etapa.

                                                                                 Marco Polo                                                                                                                                                                       A última decisão foi na categoria Open, com uma disputa equilibrada entre os quatro finalistas. O ex-top WCT Marco Polo já havia marcado a maior nota do evento (9.25) durante a semifinal, e colocou seu backside em ação nas esquerdinhas perfeitas da Joaca, para vencer a Open e entrar na briga pela passagem para o México oferecida ao campeão do ranking 2018 pelo Puerto Escondido Quiosque Mexicano.

A diferença entre os quatro finalistas foi pequena e nos segundos finais, Ramiro Rubim, ainda arrancou 8.80 para roubar a segunda posição de João Godoy, vencedor da etapa de abertura do circuito e líder do ranking nesse momento.

A terceira e última etapa do Circuito OP ASJ de Surf Amador 2018 será dias 9 e 10 de dezembro, e contará com a categoria Pro-AM, que assim como no ano passado, premiará os finalistas com  dinheiro.

A 2ª etapa do Circuito OP ASJ de Surf Amador 2018 foi apresentado pela Ocean Pacific (OP). Patrocínio: Puerto Escondido Quiosque Mexicano e Liquid Trips. Apoio: SDA Surfing, Hot Glass, Mix Fins, Kxo Surfboards, Restaurante Pedra Careca, Rhyno, Tick Deck, Ilha Store, Tropical Brasil, Tikehau Surf Shop, Goda´s, Mormaii Joaquina, Panificadora Lisboa, Boletim de Olho no Mar, In Paradise e Magic Island Wax. Realização: ASJ (Associação de Surf da Joaquina).

Resultados

Open

1º- Marco Polo

2º- Ramiro Rubim

3º- João Godoy

4º- Guilherme Tranquilli

Junior

1º- Uriel Sposaro

2º- Máximus Petrina

3º- Daniel Gehlen

4º- João Godoy

Mirim

1º- Daniel Gehlen

2º- Luan Silveira

3º- Matheus Vidal

4º- Maximus Petrina

Iniciantes

1º- Takeshi Oyama

2º- João Vitor Guimarães

3º- Arthur Arruda

4º- Ryan Martins

Master

1º-  Guga Arruda

2º- Jussemir Junior

3º- Guilherme Bernardini

4º- Jorge Correa

Infantil

1º- Keone Roitman

2º- Gabriel Ogasahara

3º- Pedro Souza

4º- Ryan Martins

Petiz

1º- Ryan Martins

2º- Keoni Rotman

3º- Maddox Petrina

4º- Isabella Bonnato

Feminino Open

1ª- Sannia Antunes

2ª- Pamela Mel

3ª- Kiany Hyakutake

4ª- Laura Raupp

Feminino Sub 16

1ª- Kyany Hyakutake

2ª- Pâmela Mel

3ª- Laura Raupp

4ª- Iasbella Bonatto

Feminino Sub 12

1ª- Isabella Bonnatto

2ª- Maria Amélia Autuori

3ª- Luiza Rosa

4ª- Sofia Rocha

Surf Adaptado

1º- Jonatham Borba

2º- Gelder Costa

3º- Robson Gasperi

4º- Silvana Helena

Local

1º- Guilherme Tranquilli

2º- Ronaldo Silveira

3º- Pedro Souza

4º- Gabriel Nasa

OBS: O ranking oficial do Circuito ASJ de Surf  2018 após a 2ª etapa ainda não está disponível com a atualização das colocações dos atletas.                                                                                                                                                                                     Fotos: Basílio Ruy                                                                                                         Por PRIMEPRESS07 ASSESSORIA & COMUNICAÇÃO