Como há 30 anos, Hang Loose Pro Contest tem mais um dia de praia cheia

O clima “revival” do Hang Loose Pro Contest não está só na decoração do palanque. Como há 30 anos, a Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC, voltou a viver um dia intenso nas areias, com a torcida vibrando com o evento

A presença de Gabriel Medina foi o grande chamariz para o público, que curtiu um dia de sol e grandes disputas.

Publicidade

O fotógrafo Basilio Ruy, presente na edição inicial, fez questão de registrar o cenário do mesmo lugar que fez uma foto histórica três décadas atrás do evento patrocinado pela Hang Loose, do empresário Alfio Lagnado. E mais uma vez, a imagem foi marcante, com as areias tomadas em frente e em volta do palanque.

Neste domingo, o QS 6000 terá as três baterias decisivas, com a chamada às 9 horas. A final terá garantido um confronto Brasil x Estados Unidos.

Na primeira semifinal, os norte-americanos Kanoa Igarashi, um dos grandes destaques da etapa, enfrenta Griffin Colapinto, que chegou ao Brasil apenas na 73ª posição.

Na outra semi, o paulista Deivid Silva, vencedor do QS 6.000 em Florianópolis no ano passado, terá pela frente Jadson André, que detém a melhor nota (9,67) e a maior somatória (17,84), ambas na vitória sobre Adriano de Souza.

O domingo promete repetir a dose, com praia lotada, torcida empolgada e show de surf. As disputas serão transmitidas ao vivo pelo site www.worldsurfleague.com.

Fábio Maradei – FMA Notícias

Galeria de Imagens