CBSurf evidencia trabalho das Federações Estaduais

Circuitos da CBSurf evidenciam o trabalho das Federações Estaduais!

Atletas cearenses destacando-se no Ranking Profissional Masculino, atletas cariocas destacando-se nos Rankings Femininos (Junior e Profissional) e catarinenses pouco representados na categoria Profissional do Circuito CBSurf 2019. Por que será? Com o apoio da marca Silverbay, fomos atrás de algumas respostas…

 “Ai vem uma nova fase da Confederação. Nós nunca fizemos o Circuito Profissional, a gente não se sentia nessa obrigação, nesse direito e, pelo tempo em que não acontecia o Circuito Profissional no Brasil, ficou parado por muito tempo, e com este novo advento do surfe virar esporte Olímpico, a gente foi buscar dinheiro no Comitê Olímpico e, com muita batalha viemos a fazer o Circuito Profissional para tapar esta lacuna que estava no Brasil”, diz o Presidente da Confederação Brasileira de Surf, Adalvo Argolo.

Publicidade

Ceará é destaque na categoria Profissional Masculina do CBSurf 2019!

Com 45 representantes no Ranking Geral da Categoria Masculina Profissional (até porque foi a receptora da primeira etapa), os surfistas cearenses ocupam a 1ª (Artur Silva), 2ª (Charlie Brown), 5ª (Messias Felix), 7ª (Glauciano Rodrigues) e 9ª (Heitor Alves e Isaias Silva) posições do ranking, representando o grande destaque no Circuito Profissional de 2019. Procuramos então o Presidente da Federação de Surf do Estado do Ceará, Amélio Junior, para conversar.

“Aqui no Ceará nós fazemos um trabalho na Federação de vários segmentos do surfe, tanto social quanto no rendimento. A gente também estimula muito as associações das praias a fazerem os seus campeonatos internos. E, devido a essa grande quantidade de campeonatos, os atletas estão sempre treinados. A gente também possui um quadro técnico onde procuramos fazer um julgamento baseado no que existe de mais atual no surfe brasileiro e mundial, também pra tentar julgar esta molecada nos mesmos parâmetros. Outro fator muito importante é que aqui no Ceará são 28 anos de Circuito Cearense ininterrupto, nunca parou, inclusive com a categoria Profissional”, ensina Amélio.

As cariocas estão sinistras na categoria Profissional Feminina!

Rio de Janeiro possui 5 representantes no Ranking Profissional Feminino, ocupando as 1ª (Tais Almeida), 5ª (Yanca Costa), 7ª (Kayane Reis) e 9ª (Karol Ribeiro) posições do Ranking Feminino Geral do Circuito CBSurf Pro Tour 2019.

Além da categoria Profissional, RJ possui as duas primeiras colocadas da categoria Feminina Sub18 e a líder do Ranking Sub18 e a terceira colocada do Ranking Sub16 do Circuito CBSurf Junior Tour. Fomos também procurar conhecer o trabalho da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro, conversando com o Presidente Guilherme Aguiar.

“Eu, particularmente, não sei se podemos atribuir o sucesso dessas meninas a um trabalho diferenciado da nossa Federação, que outras Federações não façam. Normalmente é um conjunto de fatores, mas, principalmente, é mérito delas e de seus pares (pais, técnicos, etc). O que posso falar é que estas meninas vêm se desenvolvendo ao longo dos anos no Circuito Nova Geração da FESERJ, que conta com categorias de base para o surf feminino há quase 10 anos. Hoje no nosso Circuito Estadual Amador temos as categorias Feminino Sub-12, Feminino Sub-16 e Feminino Sub-18, além da categoria Feminino Profissional em todas as etapas do Circuito Estadual Profissional da FESERJ. Isso ajuda as meninas a trabalharam o surf competição em todas as etapas da carreira. Mas, novamente, atribuo este sucesso principalmente ao talento e dedicação delas”, explica humildemente Guilherme.

Estratégias de Santa Catarina para fortalecer o surfe Profissional

“A CBSurf é o órgão que rege o surfe brasileiro, e isso é o que hoje vai valer no Brasil, como órgão máximo do surfe nacional. Com o fato de ser um esporte Olímpico, receber apoio do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), as coisas estão mudando. Hoje eu acredito que nós vamos ter um Circuito Brasileiro muito forte, tanto Amador como Profissional, e os catarinense, com certeza, irão entrar com tudo nestes Circuitos”, diz Reiginaldo Ferreira, Presidente da Federação Catarinense de Surf.

“Nos últimos anos não tiveram muitos eventos Profissionais nas regiões sul e sudeste, o que também dificultava a participação dos catarinenses. Agora nós estamos recomeçando a trazer o Circuito Brasileiro Profissional aqui pro sul do país, tendo esta etapa do Profissional aqui em Santa Catarina novamente, com esta premiação, nós vamos começar a renovar o surfe Profissional catarinense, dai com certeza os catarinenses vão começar a aparecer bastante neste ranking”, justifica.

“Nós estamos recomeçando, em um esporte que virou Olímpico, então a coisa vai tomar um novo rumo. Hoje a CBSurf está fazendo também o Circuito Brasileiro Profissional com este grande apoio do COB, é uma questão de tempo todo mundo estar correndo este Circuito. Com esta etapa em Santa Catarina, com certeza nós vamos começar a mudar esse quadro, teremos mais atletas no Ranking Brasileiro. Esse evento aqui em Santa Catarina é uma oportunidade para os catarinenses fazerem parte do Circuito Brasileiro Profissional, com a oportunidade de serem Campeões Brasileiros CBSurf. Para o ano que vem a gente quer já garantir esta etapa do Brasileiro em Santa Catarina”, segue o Presidente.

“O nosso trabalho também será trazer os Atletas Profissionais catarinenses para o Circuito Brasileiro da CBSurf. É uma premiação alta, quem puder vai correr e ainda vai somar pontos para o Circuito Catarinense Profissional também. Esse evento vindo pra cá é uma vitória pra todo mundo, todo mundo ganha com isso. Isso é para os Profissionais catarinenses, que precisam de premiação em dinheiro, e é uma premiação muito boa!”, planeja o Gestor da FECASURF.

“Lembro a todos que este ano o Circuito Catarinense Profissional voltou, e esta etapa de São Chico somará pontos para o nosso Circuito Estadual também. Então, é uma ótima oportunidade para o Atleta que quer sagrar-se o Campeão Catarinense Profissional de 2019!”, finaliza Reiginaldo.

Luan Wood: o único representante catarinense na primeira etapa!

Luan Wood é o único atleta catarinense ranqueado no Circuito CBSurf Pro Tour 2019, pois foi o único a participar da primeira etapa de 2019. Procurado, ele nos falou que: “Eu estou muito feliz em poder estar representando o meu estado novamente, agora na categoria Profissional, eu sempre vinha tentando representar da melhor forma nas categorias de base, quando era Amador, e agora estou no Profissional”.

“Vi que eu sou o único ranqueado catarinense. Isso me deixa feliz e ao mesmo tempo triste. Feliz em poder estar dando continuidade no meu trabalho como catarinense, e um pouco triste porque eu sei que o meu Estado possui muitos talentos e sempre foi um revelador de talentos no Brasil, e acho que poderiam ter mais catarinenses neste ranking comigo”, desabafa o atleta catarinense.

“As minhas expectativas para este evento são as melhores. É um lugar que eu treinei a minha vida inteira, e me sinto preparado para este evento, dar o meu melhor e tentar vencer”, finaliza Luan.

O EVENTO E AS INSCRIÇÕES

Os melhores surfistas profissionais do Brasil estão desembarcando em São Francisco do Sul para competir de 30 de agosto e 01 de setembro a segunda etapa do CBSurf Pro Tour 2019, o Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf, buscando o Título de Campeão Brasileiro Profissional da temporada. Em 2018, Jadson André e Larissa Santos sagraram-se os Campeões.

As etapas do Circuito são realizadas em diversos estados do Brasil. A primeira etapa foi realizada em maio, na praia do Futuro (Fortaleza, Ceará), vencida pelo surfista local Artur Silva e pela carioca Taís Almeida.

Com esta etapa, este ano o Circuito CBSurf PRO Tour já distribuiu R$180 mil em premiação, sendo a pioneira em premiações igualitárias entre homens e mulheres, a frente até da WSL (World Surf League). As inscrições seguem abertas, e devem ser realizadas diretamente com a CBSurf: http://www.cbsurf.com.br/portal/index.php/9-informativos-2017/novidades/633-aberta-inscricoes .

REALIZAÇÃO DA ETAPA

A Silverbay apresenta o São Chico Brasileiro de Surf, este final de semana com o CBSurf Júnior Tour e a seguir  com o CBSurf Pro Tour. Ambos contam pontos para os Circuitos da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), e o CBSurf Pro Tour também somará pontos para o Circuito Profissional Catarinense. A realização é da FECASURF (Federação Catarinense de Surf) e da ASP (Associação de Surf da Prainha), com produção da Swell Eventos.

A Prefeitura de São Francisco do Sul patrocina o evento. Apoiam o evento também: Pró-Ilha Surfboards; Lord of the Sea; Studio DoZero; Deck 66; Bar do Banana; Machado Contabilidade; Restaurante Pirata; Kanto da Pizza; Bar Ta na Onda; Restaurante Harry; Pousada da Ilha; Banana Joe Louge; Rei do Frango; Pastelaria Enseada; Monteiro Bar e Lanchonete.

Assessoria de Imprensa – Swell Eventos