Zuriel Ivan e Danilo de Souza dão um passo importante rumo a Indonésia

Zuriel Ivan e Danilo de Souza dão um passo importante rumo a Indonésia 
Resultado da 1ª Etapa do Circuito ASN 2016

Por João José Macedo

Publicidade

Foi realizado em Itacoatiara nos dias 9 e 10 de julho mais um evento clássico organizado pela Associação de Surfe de Niterói. A previsão se confirmou e o primeiro dia de disputas da abertura do Circuito ASN 2016 aconteceu com ondas pesadas de 1,5m no Costão, que exigiu um bom preparo físico dos competidores. Neste dia apenas a Open, Master e Junior entraram na água. No domingo de sol e praia cheia, o mar baixou e quebrou altas ondas de um metro com vento terral. O público presente acompanhou um verdadeiro show de surf, com disputas acirradas, muitas viradas e baterias emocionantes.

A maioria das cidades litorâneas do Estado do Rio de Janeiro estavam representadas em Niterói. O maior contingente de surfistas veio de Búzios, mas também compareceram de São João da Barra, Macaé, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Saquarema, Rio de Janeiro e Paraty, além de atletas dos estados do Ceará e Santa Catarina.

O destaque do campeonato foi para a promessa do surf saquaremense, Daniel Templar. Ele participou de uma maratona de baterias e arrancou notas altas manobrando sempre no crítico. Avançou para a final nas três categorias que disputou, foi campeão da Iniciante e Mirim, e o terceiro na Junior.

O evento contou com algumas presenças ilustres do esporte niteroiense, um deles foi o Gilmar Catelani que era um dos principais nomes da cidade no final dos anos 80 e início dos 90. Atualmente ele está residindo nas Ilhas Canárias e aproveitou as férias em sua terra natal para matar a saudade da família, dos amigos e de competir em um evento da ASN. O outro foi do waterman Kalani Lattanzi, que vem se destacado em sessões de ondas grandes pelo mundo. Depois de ter ficado em terceiro no mundial de bodyboard em 2015, vencido um campeonato de surf de peito em Itacoá, aproveitou o mar pesado para competir pela primeira vez na ASN, e por muito pouco não avançou sua bateria.

Na principal categoria os surfistas vindos de Búzios dominaram as três primeiras colocações. Zuriel Ivan encontrou uma boa esquerda e manobrou com precisão para se tornar campeão da Open. Com isso ele ganhou um final de semana na Pousada Itamambuca Casa de Praia, e deu um grande passo rumo ao título do ano e do principal prêmio oferecido pela ASN, os 10 dias de hospedagem no Ulau Manua Resort Mentawai. Guilherme Lopes e Theo Fresia ficaram em segundo e terceiro respectivamente e garantiram importantes pontos no ranking. O niteroiense Guilherme Sodré fez uma bateria impecável na semifinal tirando a única nota 10 do evento, além de ter feito o maior somatório da competição, 18,25. Na final ele usou a mesma estratégia e se posicionou mais para o meio da praia, mas diferente da bateria anterior só encontrou uma boa onda e terminou em quarto.

Danilo de Souza garantiu a única vitória para Niterói com o título da Junior, com isso ele largou na frente na corrida pela passagem para a Indonésia oferecida pela Qatar Airways. Kedian Zamora ficou em segundo e deu um importante passo na briga pelo título do circuito. Daniel Templar estava disputando sua terceira bateria seguida, encontrou um tubo para direita, mas precisou de outra nota boa e parou em terceiro. Bernardo Bordovski do Arpoador arriscou um aéreo reverse e por muito pouco não completou, e finalizou sua participação na quarta colocação.

Alexandre Almeida “Dadazinho” abriu bem a final da Master e liderou a decisão de ponta a ponta. Daniel Hardman completou a dobradinha dos cariocas em Niterói. Deyvison Ferreira de São João da Barra optou em surfar as direitas em direção a pedra, deu uma dura nos cariocas e ficou em terceiro. Bernard Broitman era o único local na final e finalizou em quarto.

Uma das esperanças para recolocar o Estado do Rio de Janeiro como protagonista nas competições nacionais e internacionais, Daniel Templar está de patrocínio novo, motivado e conquistou mais uma vitória para sua promissora carreira na categoria Mirim. Vitor Ferreira já tem título de campeão brasileiro no currículo, tem evoluído bastante a cada ano e garantiu o segundo lugar nesta etapa da ASN. O cearense Cauã Costa se mudou recentemente para a cidade do Rio para treinar e competir. Logo em sua estreia em Itacoatiara participou de duas finais e foi o terceiro na Mirim. Danilo de Souza espancou uma esquerda perfeita no Costão, mesmo assim ficou em quarto.

A decisão da Iniciante provou que o trabalho de base feito pela a ASN e FESERJ está no caminho certo. Daniel Templar deu duas batidas no crítico e conseguiu a virada em sua última tentativa. Cauã Costa é atleta da Pena, demonstrou boa técnica nas manobras e chegou ao segundo lugar. O bicampeão estadual sub-14, Valentino Belga, encontrou um tubo e aplicou mais duas manobras. Liderou grande parte da bateria, mas no final terminou em terceiro. Caio Knappi cresceu surfando as ondas do Forte do Imbuí, mas neste ano tem aproveitado a temporada de boas ondas em Piratininga. Chegou em uma final de alto nível e terminou em quarto.

Diego Templar demorou para se encontrar na decisão, mas achou uma direita e aplicou uma batida para vencer a Infantil. Pedro Henrique Canero é uma das revelações niteroiense e foi o segundo. Lucca Coutinho ficou em terceiro, e Kalani Ignácio veio de Trindade em Paraty para disputar sua primeira decisão em Itacoaiara e finalizou em quarto.

Mais uma vez o evento aconteceu em clima de amizade e alto astral. Na entrega de prêmios Renato Bastos, que recentemente foi eleito presidente da FESERJ, falou da importância do trabalho de base e da intenção de preparar essa e outras gerações para recolocar o Estado do Rio de Janeiro no topo das competições nacionais e internacionais.

A próxima etapa do Circuito ASN 2016 está agendada para os dias 27 e 28 de agosto. Mas antes acontecerá a abertura da 10a edição do Circuito ASN Nova Geração.

O Circuito ASN 2016 tem patrocínios da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Puro Suco, Star Point, Pena, Hot Buttered, Ulau Manua Resort Mentawai, Qatar Airways, Unimed Leste Fluminense, Pousada Itamambuca Casa de Praia, Pão e Etc, Hillstone, André Cebola Shaper, Toninho Surfboard e Pranchas Bou.

OPEN
1 Zuriel Ivan (Búzios)
2 Guilherme Lopes (Búzios)
3 Theo Fresia (Búzios)
4 Guilherme Sodré (Niterói)

MASTER
1 Alexandre Almeida (Rio)
2 Daniel Hardman (Rio)
3 Deyvison Ferreira (São João da Barra)
4 Bernard Broitman (Niterói)

JUNIOR
1 Danilo de Souza (Niterói)
2 Kedian Zamora (Rio)
3 Daniel Templar (Saquarema)
4 Bernardo Bordovski (Rio)

MIRIM
1 Daniel Templar (Saquarema)
2 Vitor Ferreira (Rio)
3 Cauã Costa (Ceará)
4 Danilo de Souza (Niterói)

INICIANTE
1 Daniel Templar (Saquarema)
2 Cauã Costa (Ceará)
3 Valentino Belga (Niterói)
4 Caio Knappi (Niterói)

INFANTIL
1 Diego Templar (Saquarema)
2 Pedro Henrique Canero (Niterói)
3 Lucca Coutinho (Niterói)
4 Kalani Ignácio (Paraty)

Fotos Guilherme Milward

Galeria de Imagens