Uriel Sposaro é o destaque no primeiro dia do Hang Loose Surf Attack

 Uriel Sposaro, Hang Loose Surf Attack Maresias. Foto Munir El Hage                                                                                                                                                               Catarinense Uriel Sposaro é o destaque no primeiro dia de disputas do Hang Loose Surf Attack em Maresias

LEO BARCELOS TAMBÉM SURFOU MUITO BEM COM A MAIOR NOTA DO DIA: 8,75

Publicidade

Terceiro colocado na abertura do Circuito em Ubatuba, o catarinense Uriel Sposaro foi o grande destaque no primeiro dia de disputas da 2ª etapa do Hang Loose Surf Attack 2018, nesta sexta-feira (27), na Praia de Maresias, em São Sebastião. Competindo na categoria sub18, ele avançou as três baterias que competiu em primeiro lugar, sempre com boas atuações, e garantiu a melhor performance do dia, somando 15,50 pontos de 20 possíveis.

Outro catarinense, mas agora morando em Maresias, por fazer parte do Instituto Gabriel Medina, Leonardo Barcelos, também fez bonito nesta sexta-feira, garantindo a maior nota até agora. Mostrando conhecer bem o pico, ele garantiu um 8,75 dos juízes, numa esquerda muito bem surfada, com manobras de borda.

Na lista dos melhores do dia ainda aparecem Daniel Adisaka, que também mora em Maresias (classificado tanto na sub16, onde é o campeão estadual 2017 quanto na sub18), e o cearense Matias Ramos. Já na sub16, Rodrigo Saldanha surfou muito bem na primeira fase, mas acabou derrotado no round seguinte. Caio Costa, “prata da casa” teve a melhor performance da faixa etária, com 13.15.

Outro nome que chama a atenção é Ryan Kainalo, que competirá em nada menos que quatro categorias, da sub12, onde tenta o bicampeonato estadual, a sub18. Natural da vizinha Ilhabela, mas também morando em Maresias, Sérgio Luan foi mais um surfista que se sobressaiu, com bons desempenhos na sub16 e na sub18.

A competição segue neste sábado, a partir das 8 horas, começando com as quartas-de-final da sub16. Quem não puder ir até a praia, tem a opção de acompanhar tudo ao vivo na transmissão pela internet, pelo link http://www.fpsurf.com.br/eventos/18/hla/hla02/aovivo3.php. A organização do evento informa que devido à previsão das ondas, a sub18 e da sub16 podem ter as finais realizadas. “Temos o decréscimo da ondulação e vamos adiantar o cronograma”, informa o diretor técnico do Circuito, Marcos Bukão.

Filho de argentinos e nascido em Florianópolis, Uriel Sposaro ficou feliz com suas apresentações nesta sexta-feira. “O Hang Loose é um campeonato muito forte e importante. Há quatro anos que venho para cá e já fiz duas finais (uma delas este ano). Teve altas ondas hoje, Maresias sempre tem uma vala. A previsão é de baixar, mas quem quer ser bom surfista, tem de saber surfar em todas as ondas”, falou o surfista de 16 anos, que pode assumir a liderança do ranking sub18 neste sábado.

A competição começou com 236 surfistas de nove estados, além de Argentina e do Havaí. Keone Roitman nasceu em Oahu e compete pela primeira vez no Hang Loose Surf Attack. O surfista de 10 anos está de férias no Brasil e seu pai, Thiago, que está há 15 anos no Havaí, aproveitou para iniciar seu filho no principal campeonato de base do País. “O nível é bem forte. Vai ser legal para ele evoluir”, afirmou.

INSTITUTO GABRIEL MEDINA – Entre os destaques do dia, vários nomes integram a forte equipe do Instituto Gabriel Medina, criado no ano passado em Maresias, pelo primeiro brasileiro campeão mundial de surf. Os treinadores comemoraram as boas atuações, principalmente na sub18, com cinco atletas entre os oito semifinalistas, incluindo um dos principais nomes do primeiro dia, Leo Barcelos, junto com Fernando Júnior, Sérgio Luan, Daniel Adisaka e Pedro Bianchini. Na sub16, Caio Costa, Lucca Cassemiro, Guilherme Fernandes, Fabrício Rocha, Gabriel Klaussner e novamente Sérgio Luan e Daniel Adisaka seguem na disputa.

Fora do mar, o evento tem como grande atrativo as brincadeiras como pebolim, ping pong, cabo de guerra e gincanas. Outra atração é a pintura de pranchas, feita pelo artista Jefferson Guedes, o Jefinho.

O Hang Loose Surf Attack 2018 tem os patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surf Trip, Super Tubes, Hot Water, Kyw e Sthill, com copatrocínios de Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura de São Sebastião, Associação de Surf de São Sebastião, Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

 FOTOS DIVULGAÇÃO: MUNIR EL HAGE

FMA Notícias

Galeria de Imagens