Uriel Sposaro disputa título no Hang Loose Surf Attack

Uriel Sposaro surfa para garantir mais um título para Santa Catarina no Hang Loose Surf Attack

ETAPA FINAL DO CIRCUITO COMEÇA SEXTA-FEIRA EM MARESIAS

Publicidade

Os catarinenses têm uma longa relação com o Hang Loose Surf Attack. Apesar de o circuito definir os campeões paulistas, os atletas de Santa Catarina já têm uma longa coleção de títulos, iniciada ainda na década de 90, com Marco Polo e Andreas Eduardo. Outro ícone que fez bonito foi Alejo Muniz. Atualmente, muitos nomes de ponta chegam forte no circuito.                                                                                                                                                                                                       Até mesmo Tainá Hinckel já se aventurou e ganhou etapa entre os meninos ainda na sub10. Os exemplos mais recentes são de Wallace Vasco, campeão sub18 e vice sub16, no ano passado; Lucas Vicente, o melhor da sub16 em 2016, Matheus Herdy, dono do título sub14, em 2014; e Gustavo Ramos também entre os atletas com até 14 anos, em 2012.

Nesse ano não é diferente e Uriel Sposaro surfa na 4ª e última etapa do ranking, para garantir mais um título para os catarinenses. A competição começa nesta sexta-feira (19) e segue até domingo na Praia de Maresias, em São Sebastião, reunindo cerca de 220 atletas em seis categorias. Líder da sub18, ele pode comemorar o título antes mesmo das finais.

“Estou muito focado e tenho treinado bastante para essa etapa. Vou lá fazer o meu surf e dar meu melhor. Ser campeão do Hang Loose foi uma das metas que coloquei no começo do ano e espero conseguir. Este campeonato representa a base do surf brasileiro já que sabemos que todos que hoje estão no WCT ou batalhando para entrar passaram pelo Surf Attack”, fala o surfista.

Na disputa pelo título, Uriel tem como rival direto o atual campeão paulista sub16, Daniel Adisaka, que é de Ubatuba mas atualmente mora em Maresias. A animação para a conquista é ainda maior justamente por ser em Maresias, praia onde assumiu a liderança do ranking, com um segundo lugar, e depois venceu a etapa do CBSurf Júnior Tour.

“Com certeza, fazer dois resultados me animou muito. Estava precisando para me sentir confiante. A onda de Maresias é muito boa, bem forte e por mais pequeno que o mar esteja, sempre tem uma ondinha boa”, acrescenta o atleta de 16 anos.

Além dele, os catarinenses podem erguer mais um troféu, com Heitor Muller, atual terceiro colocado na sub14. Junto com eles, aparecem como destaques no Hang Loose Léo Casal, Takeshi Oyama, Luiz Mendes, Wallace Vasco e Leonardo Barcelos (esse último morando em Maresias, onde treina no Instituto Gabriel Medina).

A competição tem início às 8 horas, com transmissão ao vivo pela internet, no site da Federação www.fpsurf.com.br. Na areia, o evento também terá atrativos com com brincadeiras educativas, jogos como ping pong e pebolim, gincanas, distribuição de frutas e pintura de pranchas.

O Hang Loose Surf Attack 2018 tem os patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surf Trip, Super Tubes, Hot Water, Kyw e Sthill, com copatrocínios de Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura de São Sebastião, Associação de Surf de São Sebastião (ASSS), Associação de Surf de Maresias (ASM), Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

FMA Notícias                                                                                                                                      FOTOS DIVULGAÇÃO: MUNIR EL HAGE