Thiago Meneses larga na frente em Maresias

Thiago Meneses Surf Trip SP Contest, Maresias. Foto Munir El Hage

Os paulistanos superaram ondas fortes de até 2 metros, com algumas ainda maiores nas séries, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP), para definir os campeões da etapa de abertura da 18ª temporada do circuito Surf Trip SP Contest, evento exclusivo para atletas capital e Grande São Paulo.

O domingo foi marcado por confrontos acirrados, com os competidores revezando-se na primeira posição em praticamente todas as disputas. Principal categoria do circuito, a Open mostrou bem o alto-nível do campeonato. Campeão em 2017, Thiago Meneses garantiu a vitória nos instantes finais ao virar a disputa em cima dos adversários.

Publicidade

Na segunda posição ficou o experiente Pedro Oliveira, com Pedro Regatieri em terceiro e Felipe Pujol na quarta posição. “Consegui achar ondas boas, com bastante tamanho e botar pressão no surf. Sabia que as condições não estavam fáceis e foquei em pegar duas ondas e não cair. O evento vai entrar para história com altas ondas e como uma bela homenagem ao nosso amigo Dadá Nascimento”, diz Meneses.

Entre os masters, Pedro Regatieri superou os concorrentes para garantir a vitória. Em segundo ficou Ricardo Saheli, em terceiro Pedro Oliveira e em quarto Marco Tuba. “O mar estava grande e pesado e minha estratégia foi a de pegar uma onda, fazer uma excelente manobra e voltar o mais rápido possível para o outside. Consegui na Master, foi uma pena que na Open não consegui varar o mar novamente. Faltou o gás. Mas, é isso. Disputo esse circuito há 18 anos e queria muito estar aqui para homenagear o Dada”, ressalta Regatieri.

Na Grand Master, Marco Tuba mostrou disposição e assegurou a primeira colocação para defender o título da categoria. Destaque também para Ricardo Saheli, em sua segunda final com a vice colocação. Na terceira posição ficou Freddy Jacob e em quarto Paulo Meneses. “A cada ano o circuito fica mais difícil, com mais competidores de excelente nível. Então, conseguir uma vitória em condições pesadas é muito recompensador”, diz Tuba.

Na Júnior, Rafael Pierro surpreendeu os adversários, deixando o atual campeão do circuito, Leonardo Romano em segundo. Pedro Simonsen foi o terceiro e Martin Schultz o quarto colocado.

No Longboard, Eduardo Domingues, campeão em 2011, pegou uma onda salvadora nos instantes finais e saiu da água sem saber o resultado da disputa. O clima de mistério tomou conta até serem computadas as notas de todos os participantes, e aí foi anunciado o campeão. Vencedor da temporada 2018, Fabio Amicci ficou em segundo; com Fabio Bacalhau, que quebrou uma prancha na final (a segunda no evento), em terceiro e Glebson Siqueira foi o quarto colocado. “Meu objetivo era homenagear o Dadá com a vitória e eu consegui. O mar está bem difícil e forte, com bastante correnteza. Foi uma bateria muito disputada e consegui virar no finalzinho. Estou muito feliz”, destaca.

Sobrou atitude também para as garotas, que botaram pra baixo sem medo. Com uma nota 6.83, Luna Rebello levou a melhor deixando Nathalia Araujo, autora de um drop insano, em segundo.  Vencedora da temporada 2018, Yohanna Sarandini não acertou o posicionamento no mar e acabou em terceiro.

Bruno Rodrigues ficou com o título do SUP. Na Open local a vitória foi para Caio Costa, com Phelippe Neves em segundo, Lucca Cassemiro em terceiro e Lucas Dantas em quarto lugar.

Agito na areia – Além da competição, que reuniu cerca de 100 atletas, diversas atrações movimentaram o público. As marcas apoiadoras do evento HD, O’Neill e Starter sortearam brindes para a galera. O evento contou ainda com massagem para atletas e público e Espaço Kids com atividades gratuitas programadas durante todo fim de semana.

A temporada homenageia Eduardo do Nascimento Santos, criador e fundador da Associação de Surf da Grande São Paulo em 2002, e idealizador do SP Contest. Falecido em fevereiro passado, aos 55 anos, em decorrência de um tumor agressivo, a temporada celebra a memória deste paulistano que fez a diferença no cenário do surf, promovendo mais de 150 provas de surf e skate, homenagens a ícones do esporte e revelando atletas ao atuar também como vice-presidente da Federação Paulista de Surf. A próxima etapa acontece em outubro em Guarujá.

Com apresentação da HD e O’Neill, a 18ª edição do Circuito SP Contest conta com patrocínio da Surf Trip, KYW e Super Tubes. Apoio: Prefeitura Municipal de São Sebastião. Realização: Associação de Surf da Grande São Paulo e Federação Paulista de Surf.

Open

1 Thiago Meneses

2 Pedro Oliveira

3 Pedro Regatieri

4 Felipe Pujol

Master

1 Pedro Regatieri

2 Ricardo Saheli

3 Pedro Oliveira

4 Marco Tuba

 

Grand Master

1 Marco Tuba

2 Ricardo Saheli

3 Freddy Jacob

4 Paulo Meneses

Junior

1 Rafael Pierro

2 Leonardo Romano

3 Pedro Simonsen

4 Martin Schultz

Longboard

1 Eduardo Domingues

2 Fabio Amicci

3 Fabio Bacalhau

4 Glebson Siqueira

Feminino

1 Luna Rebello

2 Nathalia Araujo

3 Yohanna Sarandini

Open Local

1 Caio Costa

2 Phelippe Neves

3 Lucca Cassemiro

4 Lucas Dantas

Nancy Geringer

Fotos Munir El Hage

Galeria de Imagens