Surfistas do Planalto treinam forte no SP Contest

Ze Paioli. Foto Divulgação

Surfistas do Planalto treinam forte para abertura do SP Contest

Em sua 18ª temporada consecutiva, circuito destinado a surfistas da Grande São Paulo e Capital realiza primeira etapa neste fim de semana na praia de Maresias, em São Sebastião.

Entre praias do litoral paulista e ondas internacionais, os competidores paulistanos intensificaram os treinos para o início da temporada do Surf Trip SP Contest, que começa neste fim de semana (3 e 4 de agosto) na praia de Maresias, em São Sebastião.

Publicidade

Exclusivo para moradores da Grande São Paulo e Capital, o Surf Trip SP Contest recebe mais de 100 atletas, divididos entre as categorias: Open, Master, Grand Master, Longboard, Stand Up, Júnior, Feminino, Open local (Maresias).

Com a expectativa de ondas com mais de 2 metros, as últimas semanas foram primordiais para os surfistas manterem o rip de competição, graças aos swells que bombaram em nossa costa. Engana-se quem pensa que por morar longe da praia, o nível dos paulistanos deixa a desejar. As fotos estão ai para comprovar, com os atletas mandando ver em ondas mundo afora.

Tetracampeão do circuito (Master em 2006/2007 e Grand Master 2014/2015) Freddy Jacob, 50, remou forte nas ondas de uma laje localizada na costa de Ubatuba (SP). “O melhor treino é surfar. Neste último swell foram cinco dias seguidos de altas ondas. Essa laje está entre as 10 maiores ondas do Brasil e exige muita concentração e estratégia no posicionamento”, explica Jacob, morador da Vila Leopoldina.

“Agora é partir para o campeonato preparado para encarar essas ondas e homenagear nosso amigo Dadá, idealizador do SP Contest”, diz.

Thiago Meneses, morador na Penha, embarcou rumo à Costa Rica, na América Central, para afiar o surf. Pentacampeão do circuito (2013 a 2016 Júnior e 2017 Open), ele é destaque da nova geração. “Estou bem animado. Surfei ondas clássicas como Pavones e Matapalo. A Costa Rica é um local muito bom para treinar tanto manobras quanto tubos. Este ano pretendo encerrar minha fase como Amador e, no ano que vem, quando terminarei a faculdade, meu objetivo é disputar algumas provas do circuito mundial WQS”, explica o surfista de 20 anos.

“Estou bem animado para o evento. Tenho treinado bastante dentro e fora da água. As pranchas MSD Surfboards estão no pé. Com certeza será um campeonato muito legal e poderemos homenagear nosso grande Dadá”, destaca Meneses.

Aos 46 anos, Fabio Amicci defende o título do Longboard. Morador da Granja Julieta, ele costuma treinar em Itamambuca e afirma estar preparado para a temporada. “Vou defender esse título com unhas e dentes. As previsões indicam ondas grandes e com vento, mas já venci algumas provas em condições extremas. Temos vários atletas na longboard de calibre como Fábio Bacalhau, Leo Paioli, entre outros que surfam muito bem nessas condições. Mas, vou pra me divertir e curtir os amigos e celebrar o grande legado do nosso Dadá”.

Destaque da categoria Master e Grand Master, com participação em diversas finais, Ricardo Saheli, 46 cruzou o globo para desfrutar de sua quarta temporada na Indonésia. Morador da Bela Vista, ele surfou em points clássicos como Padang, Uluwatu e Bingin. “A trip foi demais, tive apenas 13 dias devido aos compromissos no Brasil. Mas, peguei duas ondulações grandes e pude surfar mares clássicos. Agora é partir com tudo para fazer ao menos duas finais”, explica ele, que compete nas categorias Open, Master e Grand Master.

Quem também apostou em ondas internacionais foi José Guilherme Moreira, de 40 anos, morador do Cambuci. Ele rumou para a América Central para treinar nas ondas de El Salvador. “Viajar é sempre muito bom. Quanto ao evento, estou bem ansioso. Com a previsão de boas ondas estou ainda mais na expectativa”, afirma Moreira.

Caçula do Surf Trip SP Contest, Ian Sato, de apenas 11 anos, passou a última semana treinando em Maresias. “Aproveitei estes últimos dias de férias para investir no surf no local do evento”, explica Ian, que mora no bairro Vila Esperança.

Campeão na categoria Longboard em 2011, Eduardo Domingues intensificou os treinos na praia da Baleia, em São Sebastião, para lutar pelo bicampeonato. “O surf rolou a todo vapor. O mar estará grande do jeito que eu gosto. Mas, o mais importante será celebrar nosso grande amigo Dadá, pois ele é o criador desse circuito e sempre lutou pelo desenvolvimento do surf paulistano”, recorda Domingues.

Legado de Eduardo Nascimento – A temporada homenageia Eduardo do Nascimento Santos, criador e fundador da Associação de Surf da Grande São Paulo em 2002, e idealizador do SP Contest. Falecido em fevereiro passado, aos 55 anos, em decorrência de um tumor agressivo, o ano promete celebrar a memória deste paulistano que fez a diferença no cenário do surf, promovendo mais de 150 provas de surf e skate, homenagens a ícones do esporte e revelando atletas ao atuar também como vice-presidente da Federação Paulista de Surf.

Atrações paralelas – As marcas apoiadoras do evento HD, O’Neill e Starter sortearão brindes para o público. Em horários marcados, o público poderá girar uma roleta de prêmios para faturar brindes como adesivos, chaveiros, bonés, camisetas, bermudas e jeans.

O evento contará ainda com massagem para atletas e público (pago) e Espaço Kids com atividades gratuitas durante todo fim de semana.

No sábado à noite acontece a festa oficial do evento no Bar & Restaurante SQUINA com muito hip hop & surf music com os Djs Pesc & Anderson Moura. O bar está localizado à Avenida Francisco Loup, 1338.

Com apresentação da HD e O’Neill, a 18ª edição do Circuito SP Contest conta com patrocínio da Surf Trip, KYW e Super Tubes. Apoio: Prefeitura Municipal de São Sebastião. Realização: Associação de Surf da Grande São Paulo e Federação Paulista de Surf.

Fotos: estão legendadas com nomes e respectivos fotógrafos.

Informações à imprensa

Nancy Geringer

Fone: 13 991152771

Cadu Piolho. Pitangueiras SP. Foto Divulgação
Eduardo Domingues. Foto Divulgação
Fabio Amicci. Foto Guga Jacob
Freddy Jacob, Laje Ubatuba. Foto Guga Jacob
Ricardo Saheli. Foto Divulgação
Thiago Meneses, Costa Rica. Foto Divulgação
Mauricio Marrom. Foto Divulgação