Rip Curl Guarujaense de Surf terá o início nos dias 6 e 7 de agosto

Com passagem aérea para a Indonésia de prêmio ao supercampeão, Rip Curl Guarujaense de Surf terá o início nos dias 6 e 7 de agosto

Cidade onde o atual campeão mundial de surf, Adriano de Souza, iniciou a sua trajetória, Guarujá tem confirmado o seu circuito municipal em 2016. O Rip Curl Guarujaense de Surf terá duas etapas, com o início confirmado para os dias 6 e 7 de agosto, na Praia de Pitangueiras, reunindo competidores em nove categorias, desde a base até mesmo o Stand Up Paddle (SUP).
Novamente o grande destaque será a definição do supercampeão, numa disputa especial entre os campeões municipais, valendo uma passagem aérea para a Indonésia, oferecida pela Ocean Travel, junto com a Qatar Airways, novos patrocinadores do evento. A bateria especial será realizada na segunda e decisiva etapa, nos dias 24 e 25 de setembro, na Praia do Tombo.
“Esse prêmio fez muito sucesso nas edições anteriores e decidimos manter para incentivar o melhor competidor do Circuito, numa viagem desejada por qualquer surfista”, afirma Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl. “Fechamos essa parceria com a Ocean Travel, uma agência que como a Rip Curl, tem o surf na essência, e esperamos proporcionar ao supercampeão um prêmio realmente que valorize o seu surf”, elogia Fernando.
A Rip Curl, que tem a sua sede brasileira em Guarujá, patrocina o circuito pelo oitavo ano consecutivo, com a proposta de fomentar o surf de uma das cidades mais ligadas à modalidade no País. Estarão em ação as categorias open, júnior (até 18 anos), mirim (no máximo 16 anos), iniciante (limite de 14 anos), estreante (12 anos para baixo), feminina, master (35 anos em diante), longboard (pranchões) e SUP Wave.
“A proposta é revelar, formar e incentivar talentos locais. A nossa relação com este circuito é grande, pela Rip Curl ter escolhido a Praia da Enseada como local para a sua operação no Brasil e por tantos talentos que despontaram com o trabalho sério e tão bem feito pela Associação de Surf de Guarujá”, complementa Fernando.
O diretor-técnico do Circuito, Ricardo Simonian, o Roley, acredita em outro grande evento. “Este é o décimo quinto ano que realizamos a disputa do supercampeão, garantindo mais emoção e motivação aos atletas de Guarujá. Com certeza, o nível técnico será alto”, anuncia Roley, explicando que a definição do supercampeão envolve os campeões municipais da open, júnior, mirim, iniciante, master e longboard, numa mesma bateria. “É emoção até o fim”, comenta.
Fora das ondas, o Rip Curl Guarujaense de Surf promove ações socioambientais, com a distribuição de mudas nativas ao público e a doação de mantimentos – arrecadados junto aos atletas como parte da inscrição – para entidades assistenciais da Cidade. “Esse é um campeonato tradicional no cenário do surf nacional, onde conseguimos revelar novos talentos, valorizar os atletas, além de colaborar com a comunidade e o meio-ambiente dessa Cidade, que nos recebeu tão bem desde que a sede da Rip Curl Brasil se estabeleceu aqui em 2002”, enfatiza Fernando Gonzalez.
2015 – No ano passado, Eduardo Motta, principal revelação da Cidade dos últimos anos, confirmou seu talento garantindo o título de supercampeão do Rip Curl Guarujaense de Suf. Para chegar à finalíssima, Mottinha sagrou-se campeão da categoria iniciantes, mantendo uma sequência de cinco títulos no Circuito. Também comemoraram os títulos de 2015 – Wesley Moraes, na open; Matheus Mariano, na júnior; Giovani Pontes, na mirim; Binho Hanada, na master; e o ex-profissional Eric Miayakawa, na Sup Wave.
Outras três conquistas ficaram com surfistas de outras cidades: Julia Santos, de São Vicente, levou a melhor na feminina; Wenderson Biludo, de São Sebastião, faturou na longboard (pranchões); e Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, foi o único atleta com 100% de aproveitamento no Circuito, para garantir o caneco na estreante.
O Rip Curl Guarujaense de Surf é uma realização da Associação de Surf de Guarujá, com patrocínio da Rip Curl, copatrocínios da Prefeitura Municipal de Guarujá/ Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, Ocean Travel e Qatar Airways. Apoios: Shaper Neco Carbone, New Advance, Helio Coconuts Hot Wave, Seeds of Sea Surfboards, Academia Flex, , Náutica Tintas Fiberglass e Eco Print. Supervisão da Federação Paulista de Surf. Cobertura da Hardcore e divulgação da FMA Notícias.

Publicidade

SUPERCAMPEÃO 2015
1 Eduardo Motta
2 Wesley Moraes
3 Giovani Pontes
4 Matheus Mariano
5 Binho Hanada

RANKING FINAL 2015 – APÓS 3 ETAPAS
CATEGORIA OPEN
1 Wesley Moraes – Guarujá – 2.330
2 Luiz Diniz – Guarujá – 2.260
3 Ricardo Silva – Guarujá – 2.241
4 Gabriel André – 1.810

CATEGORIA JÚNIOR
1 Matheus Mariano – Guarujá – 2.195
2 Vitor Mendes – Guarujá – 2.000
3 Leonardo Guimarães – Guarujá – 1.986
4 Guilherme Silva – Guarujá – 1.902

CATEGORIA MIRIM
1 Giovani Pontes – Guarujá – 2.800
2 Ihgor Sant’Ana – Guarujá – 2.466
2 Alax Soares – Guarujá – 2.466
4 Lucas Oliveira – Guarujá – 1.916

CATEGORIA INICIANTE
1 Eduardo Motta – Guarujá – 2.900
2 Luan Hanada – Guarujá – 2.520
3 Caio Augusto – Guarujá – 2.187
4 Juquinha Júnior – Guarujá – 2.043

CATEGORIA ESTREANTE
1 Gustavo Giovanardi – Praia Grande – 3.000
2 Yuri Beltrão – Santos – 2.610
3 Derek Matos – Guarujá – 2.268 (campeão guarujaense)
4 Everton Freitas – Guarujá – 1.843

CATEGORIA MASTER
1 Binho Hanada – Guarujá – 2.539
2 Will Amaro – Guarujá – 2.529
3 Pedro Ivo – Guarujá – 2.087
4 Eduardo Febem – Guarujá – 1.729

CATEGORIA FEMININA
1 Julia Santos – São Vicente – 2.900
3 Louisie Frumento – Guarujá – 2.610 (campeã guarujaense)
3 Melissa Policarpo – Guarujá – 2.070
4 Juliana Dutra – Guarujá – 1.718

CATEGORIA SUP WAVE
1 Erick Miyakawa – Guarujá – 2.800
2 Luiz Diniz – Guarujá – 2.341
3 Wallace Morris – Guarujá – 2.087
4 Michel Jonas – Guarujá 1.916

CATEGORIA LONGBOARD
1 Wenderson Biludo – São Sebastião – 2.430
2 Amaro Matos – Guarujá – 2.366 (campeão guarujaense)
3 Daniel Farias – Guarujá – 2.260
4 Adriano Melo – Guarujá – 2.070

GALERIA DOS SUPERCAMPEÕES DO CIRCUITO GUARUJAENSE DE SURF
2002 – Rodrigo Silva
2003 – Ricardo Silva
2004 – Leonardo Oliveira
2005 – Ricardo Silva
2006 – Magno Pacheco
2007 – Emerson Silva
2008 – Emerson Silva
2009 – Yagê Araújo
2010 – Wesley Moraes
2011 – Gabriel André
2012 – Yagê Araújo
2013 – Magno Pacheco
2014 – Magno Pacheco
2015 – Eduardo Motta
Fábio Maradei – FMA Notícias

Galeria de Imagens