Kauê Germano é o primeiro campeão no Circuito Medina/ASM de Surf 2016

 Kauê Germano, Circuito Medina/ ASM 2016. Foto Jorge Mesquita

SURFISTA FATUROU A CATEGORIA SUB14 E AGORA AS ATENÇÕES FICAM PARA A DISPUTA ENTRE PEDRO DIB E FERNANDO JOHN JOHN NA SUB16

Publicidade

 O sábado (19) foi de disputas acirradas e comemoração na 3ª e decisiva etapa do Circuito Medina/ASM de Surf 2016. Tendo como espectador especial o próprio Gabriel Medina, o evento na praia de Maresias, em São Sebastião, conheceu o seu primeiro campeão geral. Kauê Germano, da vizinha praia de Juquehy, faturou a categoria sub14 ao se classificar para a semifinal e festejou a nova conquista e o prêmio especial, uma passagem aérea para a Califórnia, oferecida por Gabriel Medina, patrocinador do campeonato.

Agora, as atenções ficam para as definições dos outros cinco títulos, com destaque para a sub16 masculina, entre Pedro Dib e Fernando John John, que neste primeiro dia de disputas apresentaram grandes desempenhos. O campeonato para surfistas com até 16 anos tem como objetivo incentivar os talentos locais e também é o primeiro critério de seleção para a turma inicial do Instituto Gabriel Medina, que entra em atividade no início de 2017.

Os campeões da sub16 (masculina e feminina), sub14 e sub12 (ambas na masculina) faturam passagens aéreas para a Califórnia/EUA. A competição começou com ondas de 1,5 metro e logo a primeira surpresa com o então líder, Heitor Duarte, de Maresias, sendo derrotado na segunda fase por apenas 26 centésimos.

Assim, a “briga” ficou aberta para Dib, que é de Boiçucanga, e John John, de Maresias. Os dois avançaram até a final, se classificando juntos na semi, numa bateria bem disputada. John John passou em primeiro lugar, com uma nota 8, e Dib em segundo.

O surfista de Boiçucanga terminou o dia com a melhor performance, uma nota 8,67, para somar 14,44 pontos de 20 possíveis, e chega na final com vantagem. Garante o título com o terceiro lugar, independente do resultado do rival. “Já fiz as contas e sei que garanto o título com o terceiro lugar. Está valendo uma passagem para a Califórnia, não é brincadeira e vou dar um gás nessa final”, disse.

Fernando John John também mostra animação e confiança. “Eu cheguei em quarto lugar, com poucas chances e agora estou na final brigando pelo título. “Agora é surfar bem. Se Deus quiser vai dar tudo certo”, destaca John John, que é treinado por Charles Saldanha, pai e técnico de Gabriel Medina e se tornou uma espécie de filho adotivo da família.

Quem festejou muito foi Kauê Germano com o título da sub14. Com grande vantagem no ranking, ele foi declarado campeão ao avançar para a semi. “Estou felizão e agora quero vencer a etapa para fechar”, vibrou o campeão, enaltecendo a iniciativa de Gabriel Medina em patrocinar o Circuito e também realizar o Instituto. “É irado. O cara surfa muito e é uma inspiração para todos. E vai ajudar muito gente”, destacou.

Outros atletas que surfaram bem neste sábado foram Carol Bonelli, do Rio de Janeiro, na sub16 feminina, Daniel Adisaka, de Ubatuba (que chegou na etapa com chances de títulos na sub16 e sub14), e o catarinense Lucas Vicente, que recentemente conquistou o título paulista na sub16. Outra grande atuação foi Caio Costa, talento local, que estava na disputa com Kauê pelo titulo da sub14 e é o grande favorito na sub12.

As disputas recomeçam às 8h30 com a sub12 masculina. As finais serão realizadas das 12h30 às 14h30. Gabriel Medina pretende acompanhar parte das disputas. Neste sábado, ele ficou de “camarote” assistindo várias baterias direto de seu Instituto. “Estou em fase de treinos, mas dá para ver um pouco. Quero torcer pela Sophia”, declarou o primeiro brasileiro campeão mundial, sobre a sua irmã caçula, que está na briga pelo título da sub12 feminina.

Ele também aproveitou para falar da construção de seu instituto. “Está ficando lindo. É mais um sonho sendo realizado. Pretendo vir muitas vezes aqui, ver essa molecada crescendo. Sabemos que nem todos se tornarão surfistas profissionais, quanto mais campeões, mas queremos preparar boas pessoas”, falou Gabriel Medina.

O Circuito Medina/ASM 2016 tem os patrocínios da Oi, Guaraná Antarctica, B.Blend, Vult Cosmética e Rip Curl, com apoios de Wizard Idiomas, Restaurante Terral, Pousada Tambayba, DB Cópias, Cabianca Surfboards, Federação Paulista de Surf, Associação de Surf de São Sebastião e Somar. Realização da Associação de Surf de Maresias (ASM) e Prefeitura Municipal de São Sebastião, através do Departamento de Esportes Náuticos daSecretaria de Esportes.

Fotos Jorge Mesquita

Fábio Maradei – FMA Notícias

Galeria de Imagens