Hang Loose Surf Attack tem nova etapa no sábado e domingo em Guarujá

 

NA VÉSPERA, CIRCUITO TERÁ AS FINAIS DAS CATEGORIAS JÚNIORMIRIM E INICIANTE ADIADAS EM SANTOS, DEVIDO A UM TEMPORAL

Publicidade

 

A 2ª etapa do Hang Loose Surf Attack está marcada para sábado e domingo (3 e 4), na Praia de Pitangueiras, em Guarujá. Na véspera, entretanto, os surfistas estarão competindo para finalizar a disputa inicial, interrompida em Santos no último dia 21, devido à chegada de um grande temporal, com ventania. Os atletas competirão nas categorias júnior (até 18 anos), mirim (no máximo 16 anos) e iniciante (limite de 14 anos).

“A expectativa é essa. Encerrar a primeira etapa na sexta, para sábado ter o novo evento. Mas dependendo da previsão, a programação pode ser alterada para sábado, domingo e segunda-feira”, avisa o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério, que terça-feira “baterá o martelo” sobre as finais adiadas.

Vale lembrar que da etapa de abertura, já foram definidos os vencedores das categorias petit (10 anos para baixo), com Ryan Kainalo, representando Ubatuba, e da estreante (sub12), com Rodrigo Saldanha, de São Sebastião. Na júnior, ainda restam duas baterias do round 2, para seguir para as quartas-de-final. A mirim iniciará as quartas, enquanto que na iniciante estão definidas as semifinais.

A primeira bateria terá três competidores de São Sebastião – Kauê Germano, Caio Costa e Pedro Bianchini – e um de Santos, Vinicius Parra. Na segunda, estarão Daniel Templar, do Rio de Janeiro, Diego Aguar e Ryan Kaynalo, de Ubatuba, e Gustavo Giovanardi, de Praia Grande. Já nas outras duas categorias, o destaque em Santos foi o catarinense Lucas Vicente, com as melhores performances, incluindo 17 pontos de 20 possíveis na mirim e um 14 na júnior.

Alguns dos participantes surfam com chances de vitórias em duas categorias. Entre eles, Kauê Germano, Vinicius Parra e Daniel Templar, também classificados na mirim; Pedro Dib, de São Sebastião, Gabriel Nieba, de Praia Grande, Guilherme Villas Boas, de Ubatuba, e Lucas Vicente, na mirim e júnior.

O Hang Loose Surf Attack tem a organização da Federação Paulista de Surf, com patrocínios de Overboard Action Sports Store, Hot Water, Super Tubes, Surftrip, Sthill Wet Land e Sunpeak Surf. Apoios de Rhyno Foam, CT Wax, Waves, FMA Notícias, DFS Gol Business e Governo do Estado de São Paulo. Colaboração das prefeituras de Santos, Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, Associação Santos de Surf, Associação de Surf de Guarujá, Associação de Surf de São Sebastião e Associação Ubatuba de Surf.

Fábio Maradei – FMA Notícias