Definidos os campeões do Santos Surf 2016

Definidos os campeões do Santos Surf 2016
3ª ETAPA FOI REALIZADA NESTA TERÇA-FEIRA, NAS ONDAS DO QUEBRA-MAR

Sensação de dever cumprido! A frase do presidente da Associação Santos de Surf (ASS), Marcos Andrade, comemorou o encerramento do Circuito Santos de Surf 2016, nesta terça-feira (19). Novamente a competição foi realizada com boas ondas no Quebra-Mar, no Parque Municipal Roberto Mario Santini, e reuniu destaques da nova geração. Em ação as categorias de base, foco do trabalho.
Após as três etapas, a família Parra garantiu metade dos títulos, com Vinicius Parra sendo o campeão santista na iniciante (até 14 anos) e mirim (no máximo 16 anos) e sua irmã, Isadora, a número 1 da feminina (18 anos). Entre os juniores (até 18 anos), Thomas Mariano levou a melhor. A estreante (sub12) teve a disputa mais acirrada, com Roberto Alves faturando o caneco, tendo na sua cola Yuri Beltrão e Renan Rodrigues. Já na petit (10 anos para baixo), Nicolas Chafic foi o primeiro atleta de Santos no ranking. Como prêmio, todos ganharam pranchas Zampol, que serão feitas sob medida para cada competidor.
“Três etapas, altas ondas em todas, altíssimo nível técnico, sol, participação dos atletas, dos pais, técnicos, patrocinadores e apoiadores. Foi um sucesso. Sensação de dever cumprido. Conseguimos alcançar a primeira meta de 2016, que foi concluir o Circuito e agora tem mais dever pela frente”, falou Marcos Andrade. “Ainda temos a equipe no Circuito Paulista, com patrocínio da NR Sport, temos o Centro de Treinamento, em constante evolução. Estou muito feliz. Só tenho de agradecer a Deus, a família, patrocinadores, apoiadores e a Prefeitura, pela parceria”, acrescentou.
Surfistas de outras cidades também puderam participar do evento, sem entrar no ranking final do Circuito. Mais uma vez, o grande nome do dia foi Eduardo Motta, único atleta com 100% de aproveitamento nas três etapas. A terceira vitória na iniciante foi em grande estilo. Ainda nas quartas-de-final, garantiu a maior nota da competição, 9,17, mostrando uma linha bem trabalhada nas ondas, com batidas fortes.
Depois, na final, a última realizada, não deu chances e como diz no esporte, “sobrou” na bateria, com um 7,67 e depois um 8,33. Mateus Lima, de Itanhaém, recém-chegada do Califórnia, ficou em segundo, com Vinicius Parra, o melhor santista, em terceiro e Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, em quarto.
“Pensei que não daria tempo de vir para a última etapa, mas deu e consegui mais essa vitória. Agora dia 25 embarco para a Indonésia, para aperfeiçoar mais o meu surf e tentar quebrar tudo de novo”, disse o primo de Deivid Silva, melhor brasileiro no Mundial QS deste ano, revelando que se inspira no parente para crescer no esporte. “Espero estar junto com ele qualquer dia no WCT”, desejou.
Na primeira decisão da etapa, a júnior, o cearense Alexandre Camargo, que acaba de se mudar para Santos, foi o vencedor, com a disputa ficando mesmo pelo segundo lugar até o finalzinho, com Thomas Mariano, bicampeão municipal, sendo melhor que Vitor Luiz e João Klan ficando em quarto. “Vencer em casa é sempre bom”, resumiu Thomas.
Na petit, David Jihad, de Itanhaém, voltou a vencer, mesmo com Daniel Duarte, de Bertioga, que também já tinha vitória, garantindo a maior nota da final, um 7,33. Everton Freitas, de Guarujá, mostrou superação ao competir com um corte no pé, feito antes de entrar no mar. Kauê Alohinha, de Praia Grande, ficou em quarto, com Geovani Fortes, de Praia Grande, em quinto, e o caçula da categoria, Vitor Prado, de apenas oito anos representando Santos em sexto.
Na mirim, uma final totalmente santista, e Vinicius Parra foi o primeiro para garantir o tri na categoria. Vinicius Ponchet, vitorioso na etapa anterior, ficou em segundo, com Igor Ferreira em terceiro e Daniel Ferlin completando o pódio. “É muito bom, porque essa é uma categoria acima da minha e já sou tri. Estou bem feliz. Estamos treinando bastante para sempre melhorar”, falou o surfista de 13 anos, que também festejou o tetra.
Na estreante, a disputa mais acirrada. Yuri Beltrão saiu na frente, mas no final Roberto Alves conseguiu a virada. Renan ficou com a terceira posição e Lucas Casemiro, de São Sebastião, em quarto. “Foi muito bom vencer novamente. Foi uma final difícil, mas consegui vencer. Estou muito feliz”, disse Robertinho, de 11 anos e chegou a terceiro título (foi duas vezes campeão da petit).
Na decisão feminina, Isadora Parra repetiu a vitória, sobre Pamela Mell, de São Sebastião, de Yohana Serrat, de São Vicente e garantiu seu segundo título da categoria (levou também em 2014). “Estou muito feliz por ganhar novamente. Isso é um grande incentivo e minha preparação no Centro de Treinamento ajudou”, afirmou a atleta, também vibrando pelos títulos do irmão. “É uma felicidade compartilhada”.
Após as baterias, a ASS prestou homenagem aos patrocinadores e apoiadores do Circuito 2016, com destaque para o presidente da TV Tribuna e da Associação Comercial de Santos, Roberto Clemente Santini, considerado o padrinho da entidade. “É muito bom ver o surf de Santos ganhando força. O trabalho do Marcos e da equipe dele tem surtido resultados muito bons”, disse Santini.
Agora, as atenções do surf santista ficam para a equipe que representará a Cidade no Hang Loose Surf Attack, o Paulista das categorias de base. “Com o patrocínio da NR Sports vamos custear as despesas dos nossos atletas. É uma sequência do trabalho”, ressaltou o vice-presidente da ASS, Fábio Kodama, lembrando que junto ao Circuito e ao Centro de Treinamento, lançado recentemente, houve o Festival Santos de Longboard, outro grande sucesso nas ondas do Quebra-Mar, o principal pico de surf santista. “Com atletas de nível internacional, inclusive”, completou.
O Circuito Santos Surf 2016 teve os patrocínios de Grupo Mendes, Colorado Jeep e Grupo NRSports, através de projetos aprovados pelo Programa Municipal de Incentivo e Apoio ao Esporte (Promifae), da Secretaria Municipal de Esportes de Santos. Apoios de Zampol Surfboards, Fuwax, Surf Trunk, Rubber Sticky, Okumura Temakeria, TV Tribuna, FMA Notícias, Ph3, MSContent e Fupes.

Publicidade

RESULTADOS
JÚNIOR
1 Alexandre Camargo – CE (Santos)
2 Thomas Mariano
3 Vitor Luiz
4 João Klan
CAMPEÃO SANTISTA – Thomas Mariano

MIRIM
1 Vinicius Parra
2 Vinicius Ponchet
3 Igor Ferreira
4 Daniel Ferlin
CAMPEÃO SANTISTA – Vinicius Parra

INICIANTE
1 Eduardo Motta (Guarujá)
2 Mateus Lima (Itanhaém)
3 Vinicius Parra
4 Gustavo Giovanardi (Praia Grande)
CAMPEÃO SANTISTA – Vinicius Parra

ESTREANTE
1 Roberto Alves
2 Yuri Beltrão
3 Renan Rodrigues
4 Lucas Casemiro (São Sebastião)
CAMPEÃO SANTISTA – Roberto Alves

PETIT
1 Davi Jihad (Itanhaém)
2 Daniel Duarte (Bertioga)
3 Everton Freitas (Guarujá)
4 Kauê Alohinha (Praia Grande)
5 Geovani Fortes (Itanhaém)
6 Vitor Prado
CAMPEÃO SANTISTA – Nicolas Chafic

FEMININA
1 Isadora Parra
2 Pamella Mel (São Sebastião)
3 Yohana Serrat (São Vicente)
CAMPEÃ SANTISTA – Isadora Parra

Fotos Ivan Storti

Fábio Maradei – FMA Notícias

Galeria de Imagens