Decisão do Supercampeão é a grande atração no Rip Curl Guarujaense de Surf neste domingo na Praia do Tombo

 

 

Publicidade

O domingo promete grandes decisões no Rip Curl Guarujaense de Surf 2016, com a 2ª e última etapa na Praia do Tombo. A manhã deste sábado (24) já deu uma amostra do que pode se esperar com as definições dos finalistas da open e da júnior. Os atletas, naturalmente, competem pensando em dois títulos, o de suas categorias e a grande atração do Circuito, o de Supercampeão, uma disputa especial entre os campeões municipais, valendo uma passagem aérea para a Indonésia.

A competição terá as baterias finais a partir das 10 horas e a grande decisão, por volta das 13h. O sábado começou com as disputas da open e o grande destaque foi Gabriel André, somando notas 8,60 e 7,17, com o placar de 15,77 de 20 possíveis. O surfista, que já foi supercampeão em 2011, é o segundo do ranking e terá como o grande rival Carlos Eduardo, o Inhonho, vitorioso na etapa inicial, na Praia de Pitangueiras. Luiz Diniz, que também briga pelo título no Sup Wave, corre “por fora” para tentar o caneco.

“Agora é ir para cima. Pensar na vitória. Quero garantir o título e daí sim pensar em ser novamente supercampeão”, disse Gabriel. “Amanhã (domingo) será outra luta. Uma disputa boa. O Gabriel e o Luiz quebram e vai ser muito bom”, afirmou Inhonho. “Vou tentar sim os dois títulos. O equipamento está em dia e estou bem preparado para enfrentar as duas categorias”, adiantou Luiz Diniz

Na júnior, a situação é igual, com três surfistas com chances comemorar a conquista. Matheus Mariano, vencedor na abertura do Circuito, tenta o bicampeonato, e tem como principal rival, Alax Soares. Também aparece com chances, Herbert Moreno. “Estou ansioso. Não via a hora de chegar a etapa. O mar estava difícil, mas consegui a classificação e agora é foco na final, para depois ir para a superfinal”, comentou Matheus.

“A expectativa é muito boa. Quero fechar com chave de ouro, vencendo a etapa e levando o título, para ter a chance de disputar o título de supercampeão. É uma viagem irada”, falou Alax, referindo-se ao prêmio oferecido pela Qatar Airways, em parceria com a Ocean Travel.

No total, o Rip Curl Guarujaense de Surf tem disputas em nove categorias. Além da open, júnior, e Sup, estarão nas ondas os atletas da mirim, iniciante, estreante, master, feminina e longboard. Fora do mar, o evento tem como destaque a distribuição de mudas nativas da região ao público. Os competidores podem fazer aquecimento e preparação física, com treinamento funcional na Estação Flex Academia e Unaerp. Outra ação é voltada para colaborar diretamente com a comunidade, com a arrecadação de um quilo de alimentos de cada atleta participante, como parte da inscrição, para doação a entidades assistenciais da Cidade.

O Rip Curl Guarujaense de Surf é uma realização da Associação de Surf de Guarujá, com patrocínio da Rip Curl, copatrocínios da Prefeitura Municipal de Guarujá/ Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, Ocean Travel e Qatar Airways. Apoios: Shaper Neco Carbone, New Advance, Helio Coconuts Hot Wave, Seeds of Sea Surfboards, Flex Academia, Náutica Tintas Fiberglass e Eco Print. Supervisão da Federação Paulista de Surf. Cobertura da Hardcore e divulgação da FMA Notícias.

Fotos Silvia Winik

Fábio Maradei – FMA Notícias

 

Galeria de Imagens