Circuito ASN Nova Geração 2017 finaliza trabalhos de base no Canal de Itaipu

Comissão Técnica. Foto Guilherme Milward

Circuito ASN Nova Geração 2017 

Publicidade

O tradicional trabalho de base em Niterói foi concluído no dia 2 de dezembro no Canal de Itaipu. Realizado desde 2007, neste ano houve um retorno as suas origens, pois todas as três etapas do Circuito ASN Nova Geração 2017 foram realizadas em Itaipu.

A troca de guarda foi nítida e as categorias com mais inscritos durante todo o ano foram as abaixo de 10 anos. Uma nova safra de bons surfistas vem surgindo, tanto dentro da cidade, quanto das cidades vizinhas. O evento cria o ambiente perfeito para estimular a prática do esporte e para que alguns desses pequenos surfistas futuramente despontem no cenário nacional e até internacional. Mas além de ser uma competição também é uma grande confraternização e encontro entre a garotada e suas famílias.

Todos os campeões da segunda etapa conseguiram defender seus títulos. O niteroiense Pedro Henrique Canero venceu mais uma vez a Iniciante e Infantil. O cabofriense Pablo Gabriel também repetiu a dose da etapa anterior e se sagrou campeão da Petit e Pré-Petit. A representante de Saquarema Luana Paes venceu as três etapas e se tornou campeã invicta do ranking. Outro destaque na disputa do ranking foi Diego de Souza, ele foi o único que conquistou o título do circuito em duas categorias, na Pré-Petit e Petit.

Pedro Henrique Canero vem evoluindo muito a cada evento e é uma das principais promessas do esporte na cidade de Niterói, que já revelou tantos talentos ao longo da história. Caio Knappi já era o campeão do circuito por antecedência e ficou com a segunda colocação na etapa. Caio Alvarez e Marcos Rangel terminaram respectivamente em terceiro e quarto na etapa e também no ranking final.

Foto Guilherme Milward

Na Infantil, Pedrinho venceu as três etapas e foi campeão do ranking com 100% de aproveitamento. O saquaremense Rafael Lutfy conseguiu boas notas na decisão e terminou em segundo, ficando na mesma posição no ranking. O carioca Nathan Hereda ainda participa da categoria sub-10, avançou para a final na sub-12 e ficou em terceiro. Outro representante do Recreio dos Bandeirantes Enzo Telles completou a decisão em quarto.

O cabofriense de apenas 8 anos Pablo Gabriel encaixou duas boas manobras em uma onda para a direita e venceu com folga na categoria Petit. A jovem promessa de Saquarema Diego de Souza ficou em segundo na etapa e garantiu os pontos suficientes para terminar o ano em primeiro no ranking. Nathan Hereda tinha uma boa nota mas precisou de outra onda com qualidade e terminou em terceiro. João Victor Coutinho finalizou em quarto.

Pablo Gabriel manteve sua invencibilidade em Niterói. Ele mostrou superioridade e venceu as categorias Pré-Petit e Petit na segunda e na terceira etapa. Como não participou da primeira ficou de fora da disputa pelo ranking. O saquaremense Diego de Souza e o carioca Ramon Kurpan tinham uma batalha particular na corrida pelo título do circuito e quem terminasse na frente do outro seria o campeão do ranking. Melhor para o representante da Região dos Lagos que ficou com o vice na etapa e se tornou o único surfista e vencer o ranking em duas categorias diferentes. Ramon não escolheu boas ondas e finalizou em quarto. Luiz Henrique Ferrari era o represente local na decisão, foi uma das revelações do ano na nova geração da cidade e terminou em terceiro na etapa e no ranking.

Antes da decisão da categoria Escolinha Feminina o clima era de total amizade e integração entre as meninas de Niterói, Rio de Janeiro e Saquarema. Luana Paes encontrou boas ondas e venceu mais uma vez. Sofia Tinoco garantiu a segunda colocação logo em sua estreia. Outra carioca do Recreio Sarah Ozorio ficou em terceiro. Olivia Costa foi uma das grandes surpresas desse ano, ela chegou a mais uma final e com a quarta colocação na etapa conquistou o segundo posto do ranking.

Com a conclusão dos dois circuitos realizados pela ASN ficou uma sensação de dever cumprido para a nova diretoria, pois manteve o mesmo nível dos eventos realizados pelo nosso eterno amigo Renato Bastos. Foi um ano de aprendizado, de realizações e também de muitas conquistas. Foram implantadas algumas novidades neste ano como o kit de filiação, pontuação dobrada na última etapa, inscrição e grupos de comunicação no WhatsApp, e dois trabalhos de base idealizados pelo Beto Guarino que estimularão o surgimento de novos surfistas cada vez mais cedo, o Projeto Surf Campeão e o Time ASN no Circuito Estadual.

Por João José Macedo ASN