Backfish Pro Júnior 17 define o campeão brasileiro pro júnior de surf 2017

Cartaz da competição.

DISPUTA ESTÁ CONFIRMADA PARA 25 E 26 DE NOVEMBRO, NA PRAIA DE GUARAÚ, EM PERUÍBE, E INSCRIÇÕES DEVEM SER FEITAS PELO SITE OFICIAL DO EVENTO

Publicidade

 O campeão brasileiro pro júnior de surf 2017 será conhecido na segunda edição do Backfish Pro Júnior 17, dias 25 e 26 de novembro, em Peruíbe, no litoral sul de SP O campeonato oficial da Abrasp terá R$ 18 mil em premiação, sendo R$ 15 mil aos primeiros colocados na disputa e mais R$ 3 mil ao melhor do ranking nacional que competir no evento. As inscrições estão abertas a partir de segunda-feira (30), no site oficial do evento, o www.projuniordesurf.com.br.

A expectativa é reunir os melhores surfistas sub20 do País. As disputas serão realizadas na Praia do Guaraú, ao lado da Reserva Ecológica Juréia-Itatins. A competição, apresentada pela Prefeitura de Peruíbe, vale com a quarta e última etapa do ranking, que teve três disputas do Pena Little Monster.

A organização é do ex-atleta Thiago Polegar e da bióloga e surfista profissional, Larissa Florêncio, da Surf+. “A expectativa é reunir os principais nomes da nova geração, assim como foi ano passado. É um título importante para os atletas que estão iniciando a carreira profissional”, diz Thiago.

“Tivemos um evento muito bom em 2016 e queremos melhorar ainda mais este ano, com experiências positivas para os atletas e público, tanto na praia quanto na transmissão ao vivo pela internet”, acrescenta Larissa.

PRÊMIO EXTRA – No evento em Peruíbe, o vencedor embolsará R$ 4 mil e mil pontos no ranking. O segundo colocado leva R$ 2.5 mil e 860 pontos. O terceiro fatura R$ 1,6 mil e 730 pontos, enquanto que o quarto, R$ 1,3 mil e 670 pontos. “Ainda teremos o prêmio extra de R$ 3 mil para o atleta que competir na etapa e for o melhor colocado no ranking final, além de pranchas, blocos, skates, troféus e kits”, destaca Thiago Polegar.

Após três etapas realizadas em 2017, o potiguar Israel Júnior é o líder, com um ótimo retrospecto, somando uma vitória, um terceiro e um quinto lugares. O cearense Mathias Ramos é o segundo colocado, seguido de seu conterrâneo Jannifer de Souza, do paulista Igor Moraes. Depois aparecem o pernambucano radicado em São Paulo, Edher Reis, e o potiguar Emanuel Tobias.

Para se inscrever no evento é preciso ter até 20 anos de idade, acessar o site www.projuniordesurf.com.br e pagar a taxa de R$ 180,00, por depósito identificado ou transferência.

No ano passado, a vitória (e o título brasileiro) ficou com o pernambucano de Ipojuca, Tiago Silva, numa final de alto nível, superando o paulista de São Sebastião, Samuel Pupo, Théo Fresia, de Búzios/RJ, e Weslley Dantas, de Ubatuba, que acaba de garantir o título paulista profissional.

O Prefeitura de Peruíbe apresenta Backfish Pro Júnior 2017 tem a organização da Surf+, com supervisão da Abrasp e Federação Paulista de Surf. Acompanhe o Instagram oficial do evento – @surf_mais.

RESULTADOS 2016

1 Tiago Silva – PE

2 Samuel Pupo – SP

3 Théo Fresia – RJ –

4 Weslley Dantas – SP

5 Eduardo Motta – SP

5 Edgard Groggia – SP

7 Vitor Mendes – SP

7 Gustavo Ramos – SC

9 Ives Lopes – BA

9 Kim Matheus – SP

9 Victor Bernardo – SP

9 Mateus Herdy – SC

13 Renan Pulga – SP

13 Pedro Mendes – SC

13 Nacho Gundensen – Argentina

13 Matheus Dutra – SP

Por Fábio Maradei FMA Notícias

Fotos de Divulgação de 2016/ Guilherme Calissi