3ª etapa do Hang Loose Surf Attack pode definir campeões

Hang Loose Surf Attack Ubatuba. Foto Munir El Hage.
3ª etapa do Hang Loose Surf Attack pode definir campeões antecipados em Guarujá

Pelo menos três títulos, metade das categorias individuais em disputa, podem ser definidos por antecipação na 3ª e penúltima etapa do Hang Loose Surf Attack 2018, nos próximos dias 28 a 30 deste mês, em Guarujá. Três atletas chegam à Praia do Tombo com 100% de aproveitamento e se repetirem as boas performances já serão declarados campeões paulistas da temporada.

Das três disputas, uma é histórica, a feminina sub16, que estreou esse ano no Circuito. Sophia Medina, de São Sebastião, irmã caçula do primeiro brasileiro campeão mundial de surf, é a líder isolada e quer seguir mais uma trajetória onde o ídolo do surf já fez história, com títulos. Na sub12, Ryan Kainalo está próximo de seu quarto título estadual consecutivo, o segundo na mesma faixa etária (também foi bicampeão na sub10).

Publicidade

O surfista nascido em São Paulo competiu pela capital por vários anos e agora representa Ubatuba, onde passou a morar para ter o contato diário com as ondas. Além da sub12, Ryan lidera a categoria acima, sub14, onde tem uma disputa acirrada por uma nova conquista. Já entre os caçulas da sub10, o título geral do Circuito pode ir para o Paraná, com Anuar Chiah, de Matinhos e, neste caso, Kailani Rennó, de Ubatuba, será declarado o campeão estadual.

Nas outras categorias em ação, as disputas seguem em aberto e Daniel Adisaka, que é de Ubatuba e hoje mora em São Sebastião, onde treina no Instituto Gabriel Medina, pode fazer história. Atual campeão sub16, ele tem chance de repetir o título na sua faixa etária, que tem como número 1 do ranking Eduardo Motta, que já se despediu da carreira amadora na etapa anterior, e também erguer a taça na sub18, liderada pelo catarinense Uriel Sposaro.

Na sub14, Ryan está na ponta, mas matematicamente empatado com Rodrigo Saldanha, Caio Costa e Fabrício Rocha. O Circuito também conta com a disputa por cidades, com São Sebastião e Ubatuba competindo empatadas na frente e os donos da casa tentando encostar na classificação.

“Teremos boas disputas, como sempre acontece. Seguimos fazendo um trabalho de revelação e formação dos novos valores do surf e a expectativa é positiva para a Praia do Tombo, pelas excelentes condições que sempre apresenta”, comenta o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério.

31 ANOS – O campeonato define os campeões paulistas nas categorias de base (até 18 anos) e começou a ser realizado em 1988, sem interrupções, por 31 anos. Desde 1995 tem o patrocínio da Hang Loose e nomes como os campeões mundiais Adriano de Souza e Gabriel Medina e o atual líder do WCT, Filipe Toledo, estão entre os exemplos de surfistas que despontaram no evento.

O Hang Loose Surf Attack 2018 tem os patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surf Trip, Super Tubes, Hot Water, Kyw e Sthill, com copatrocínios de Rhyno Foam e CT Wax. Apoios da Prefeitura de Guarujá, Associação de Surf de Guarujá (ASG), Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, com divulgação de Waves e FMA Notícias. Organização da Federação Paulista de Surf.

FMA Notícias

FOTOS DIVULGAÇÃO: MUNIR EL HAGE

RANKING APÓS 2 ETAPAS

SUB18

1 Uriel Sposaro – SC – 1.710

2 Daniel Adisaka – São Sebastião – 1.531

3 Eduardo Motta – Guarujá – 1.330

4 Luan Hanada – Guarujá – 1.011

SUB16

1 Eduardo Motta – Guarujá – 1.729

2 Daniel Adisaka – São Sebastião – 1.466

3 Ryan Kainalo – Ubatuba – 1.431

4 Caio Costa – São Sebastião – 1.330

 FEMININA SUB16

1 Sophia Medina – São Sebastião – 2.000

2 Pamella Mel – SC – 1.800

3 Nairê Marquez – Ubatuba – 1.341

4 Maria Isabel – Ubatuba – 1.187

SUB14

1 Ryan Kainalo – Ubatuba – 1.556

2 Rodrigo Saldanha – São Sebastião – 1.531

2 Caio Costa – São Sebastião – 1.531

4 Fabrício Rocha – RN – 1.458

 SUB12

1 Ryan Kainalo – Ubatuba – 2.000

2 Murillo Coura – São Sebastião – 1.800

3 Aleabe Rosa – Ubatuba – 1.312

4 Guilherme Fernandes – Ubatuba – 1.240

SUB10

1 Anuar Chiah – PR – 2.000

2 Kailani Rennó – Ubatuba – 1.710

3 Pedro Henrique – RJ – 1.556

4 John Muller – Guarujá – 1.187

CIDADES

1 São Sebastião – 1.900

1 Ubatuba – 1.900

3 Guarujá – 1.620

4 Praia Grande – 1.385

4 Bertioga – 1.385