2ª Etapa do Santos de Surf 2017 conhece campeões nas ondas do Quebra-mar em Santos

Vinicius Parra campeão da Mirim (Sub 16). Foto Ivan Storti

Talento local, competindo “em casa”, Vinicius Parra fez bonito e se recuperou na 2ª Etapa do Circuito Santos de Surf 2017.

Publicidade

A competição foi disputada neste sábado (3), em ondas boas, sol, diante de um grande público no Quebra-Mar, o tradicional palco santista. Vini foi o vencedor da categoria Mirim (sub 16) e o segundo colocado da Júnior (até 18 anos).

Outro grande nome foi Daniel Duarte, de Bertioga, vitorioso na estreante (12 anos para baixo) e segundo na Petit (limite de 10 anos). De quebra, ele foi o dono da melhor nota entre todos os atletas, com um 8,33, e da maior somatória, 15,33 pontos de 20 possíveis.

Também levantaram os troféus de primeiros colocados, Gabriel Nieba, de Praia Grande, na Júnior, Caio Costa, de São Sebastião, na iniciante, Ryan Araújo, de Guarujá, na Petit, e Pamella Mel, de São Sebastião, na Feminina. Além de troféus e kits, cada vencedor recebeu um voucher de R$ 150,00 da Savanah Steak House para consumo no restaurante santista.

Realizada com período de espera pelas melhores condições de mar, a competição teve um dia perfeito, com ondas de um metro e boa formação, sol e o Parque Municipal Roberto Mario Santini lotado. “Foi uma decisão acertada. Avaliamos as previsões e deu tudo certo. Nosso objetivo é sempre proporcionar condições ideais para a garotada surfar bem, evoluir”, disse o diretor do campeonato, Mauro Rabellé.

Nas ondas, a primeira final foi a Júnior. Gabriel Nieba, vice na etapa anterior, começou muito bem, com uma nota oito e ficou à frente o tempo todo. Nos segundos finais, Vinicius Parra pegou uma onda com potencial. Precisava de 7,65 e tirou 6,33, com o placar ficando em 14,67 a 13,36.

Vinicius Ponchet, vencedor da primeira etapa, ficou em terceiro, com Derek Souza, de Bertioga, em quarto. “Foi gratificante essa vitória. Peguei duas ondas boas e fui marcar o Vinicius Ponchet. Fiz a tática de competição e deu certo”, vibrou Gabriel, que completa 17 anos no próximo dia 10 e com a vitória, assumiu a liderança do ranking.

Na iniciante, Caio Costa não teve adversários e fechou o placar com um 8,17. Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, foi o segundo, com Yuri Beltrão em terceiro e George Alves, mostrando grande evolução, em quarto. Depois, foi a vez da mirim, com Vinicius Parra e Vinicius Ponchet novamente na água, enfrentando dois talentos com boa experiência e muitas viagens internacionais, Eduardo Motta, de Guarujá, e Mateus Lima, de Itanhaém. Novamente, Parra ficou na situação de virar a bateria, agora sobre Matheus e conseguiu, com a melhor nota da bateria, 7,33.

Na categoria estreante, Daniel Duarte, de Bertioga, surpreendeu o favorito Roberto Alves, deixando Kauã Campos, de São Sebastião, em terceiro, e Davi Jihad, de Itanhaém, em quarto. Daniel permaneceu no mar para a decisão da Petit e foi o segundo, atrás de Ryan Araújo, de Guarujá, com Vitor Prado, em terceiro, e Thiago Doncev, em quarto.

Na Feminina, Pamella Mel fez uma disputa boa com Isadora Parra, conhecedora do pico, e garantiu a sua primeira vitória em Santos. Louise Frumento e Melissa Policarpo, de Guarujá, ficaram em terceiro e quarto lugares. “Fiquei apavorada com a Isadora virando o resultado, mas consegui mais uma onda e venci. Estou muito feliz”, festejou a surfista de 11 anos.

Agora, os atletas se preparam para a terceira e decisiva etapa, que novamente terá “janela de espera” pelas melhores condições de ondas, entre 1º e 9 de julho, no Quebra-Mar.

Fotos Ivan Storti

Por Fábio Maradei