1º Campeonato Brasileiro de Surf na Água Doce

Cartaz da competição

Entre os dias 01 e 03 de dezembro a Ilha do Mosqueiro, localizado no estado do Pará, receberá atletas de todo o Brasil para o 1º Campeonato Brasileiro de Surf em Água Doce .

Publicidade

Contando com a chancela da Confederação Brasileira de Surf-CBSurf, o evento irá definir o nome do primeiro Campeão Brasileiro da modalidade.

Segundo seus organizadores para o evento serão montadas duas grandes estruturas, uma na Praia de Maraú, com as baterias rolando das 7h às 11h e outra na Praia do Farol, com as disputas acontecendo das 19h às 23h simultaneamente ao Festival Cultural, que terá várias bandas e DJ’s que irão tocar desde os clássicos do Rock, Reggae, Música Eletrônica, passando pelo Tecno-Brega e o tradicional Carimbó, prometendo agradar a todos que comparecerem a mais um evento histórico realizado pela FEPASURF e ABRASPO.

O evento segue o mesmo molde do projeto criado pela ABRASPO que tornou a pororoca patrimônio cultural e imaterial do estado do Pará. Agora, a entidade une forças com a FEPASURF com o objetivo de tornar o surf em água doce patrimônio cultural e imaterial do município de Belém.

” Esse é um novo produto que o Pará apresenta ao Brasil: surf em água doce. O Campeão, além de entrar para o seleto Hall da Fama dos Campeões Brasileiros reconhecidos pela CBS como Jadson André, Willian Cardoso, Thomás Hermes, Adilton Mariano, dentre muitos outros, também irá receber uma premiação em dinheiro e ainda ostentará o eterno título de Rei das Ondas de Mosqueiro, a despeito do que acontece com Ricardo Tatuí, o primeiro campeão Brasileiro de Surf na Pororoca é eterno Rei das Ondas de Maré paraenses. Esperamos todos os amantes do surf do Pará e do Brasil nesse evento histórico. Auêra-Auára!”, afirmou Noélio Sobrinho, Presidente das duas entidades promotoras do evento.

O 1º Campeonato Brasileiro de Surf em Água Doce distribuirá R$ 10 mil em três diferentes categorias:

Open – R$ 5 mil – Aberto para todas as idades;
Master – R$ 3 mil – Para atletas acima de 35 anos;
Kahuna – R$ 2 mil – Para atletas acima de 45 anos.

A FEPASURF convida todos os surfistas brasileiros a comparecerem a esse evento histórico para ter a rara oportunidade de surfar em águas doces e vivenciar uma experiência surpreendente de surf na Amazônia.

Estados com atletas já confirmados: RJ, SP, SC, BA, PE, RN, PB, CE, MA.

Inscrições e Maiores Informações

(91) 9.8166.7005 – Falar com Noélio Sobrinho.

Sobre Mosqueiro

A ilha do Mosqueiro é um importante distrito administrativo de Belém. Localizada a 70 km da Capital Paraense, na costa oriental do Rio Pará (um caudaloso braço do Rio Amazonas) e de frente para a Baía do Marajó, a ilha fluvial é acostumada a receber muitos visitantes que procuram desfrutar de suas belezas. Com isso, cada vez mais seus habitante têm se acostumado com a presença constante dos surfistas, que aproveitam a temporada de ondas que vai de agosto a dezembro, quando os fortes Ventos Alísios, que atingem a região, formam às margens do rio, ondas com excelente qualidade e características únicas.

O 1º Campeonato Brasileiro de Surf em Água Doce conta com o Patrocínio de Governo do Estado do Pará, através da SEEL, Prefeitura de Belém, Câmara dos Vereadores de Belém, Senador Flexa Ribeiro, Claro, TV Liberal-Afiliada da Rede Globo no Pará e Rádio Jovem Pan. Organização -FEPASURF e ABRASPO. Supervisão e Homologação: CBSurf

Por George Noronha

Alex Cavalcante- Praia do Maraú-Ilha do Mosqueiro PA. Foto Jader Paes
Murilo Belesi na Ilha do Mosqueiro. Foto Raimundo Paccó
Nayson Costa surf na Ilha do Mosqueiro. Foto Jeremy Dias
Paulo Rogério arrepiando na Praia do Maraú-Ilha do Mosqueiro PA. Foto Jeremy Dias
Paulo Rogério na Praia de Maraú- Ilha do Mosqueiro PA. Foto Jeremy Dias
Sandro Buguelo na Ilha do Mosqueiro PA Foto Jeremy Dias
Surf em água doce na Ilha do Mosqueiro. Foto Raimundo Paccó
Surf na Ilha do Mosqueiro- Praia do Farol. Toninho Lobato Foto Jader Paes