Larissa dos Santos e Mathias Ramos são os campeões do Pena Little Monster 2017

Larissa dos Santos e Mathias Ramos, pódio do Pena Little Monster 2017. Foto Lima Junior

Os cearenses dominaram os pódios do Pena Little Monster, encerrado com um show de surfe da nova geração nas boas ondas do ‘point break’ de direitas de Paracuru, no litoral norte do Ceará.

Publicidade

Com uma nota 10 na grande final, Mathias Ramos ganhou a última bateria do dia do favorito Jannifer de Souza por 18,50 a 18,40 pontos. Larissa dos Santos festejou o bicampeonato no Ronco do Mar e também largou na frente no ranking Pro Junior 2017 da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP). E entre os monstrinhos, mais três cearenses comemoraram vitórias, Cauã Costa na Sub-14, Adriano de Souza na Sub-12 e Guilherme Lemos na Sub-10. Os outros títulos foram para o Rio Grande do Norte, com Mateus Sena ganhando a Sub-16 e Victor Santos a Sub-8 na primeira final do domingo em Paracuru.

Na principal categoria, dois expoentes das praias que revelaram os maiores nomes do surfe cearense para o Brasil e o mundo, entraram no mar para disputar a decisão Pro Junior. A torcida que encheu a praia era toda para Jannifer de Souza, criado nas ondas do Ronco do Mar como a brasileira da elite da World Surf League, Silvana Lima. O adversário era Mathias Ramos, da Praia do Titanzinho de Fortaleza, onde surgiram a dona da primeira nota 10 da história do Circuito Mundial feminino, Tita Tavares, além de Fábio Silva e tantos outros.

Jannifer chegou no último dia como recordista absoluto do Pena Little Monster, com a nota 9,90 e os incríveis 19,40 pontos de 20 possíveis que conseguiu no sábado. No domingo, ele tirou a primeira nota 10 do campeonato na quarta de final com o paulista Igor Moraes. Também não deu qualquer chance para Emanuel Tobias nas semifinais, derrotando o natalense de Ponta Negra com o maior placar do dia, 18,60 pontos. O recorde do domingo era de Mathias Ramos, que tinha acabado de ganhar o duelo cearense com José Gutemberg por 17,60 a 15,40 pontos. Tobias e Gutemberg terminaram empatados em terceiro lugar.

A final Pro Junior começou com a maré já bem seca no Ronco do Mar, com grandes intervalos entre as séries fazendo com que poucas ondas entrassem na bateria. Mas, Jannifer de Souza já apresentou suas armas no início, detonando a primeira onda com sua incontável quantidade de manobras fortes executadas com pressão sem perder velocidade, para começar com nota 8,75. O local de Paracuru logo surfou outra que rendeu 6,25, mas Mathias Ramos entrou na briga do título com nota 8,00 na primeira onda boa que pegou na bateria.

A próxima série demora para entrar e Mathias vem primeiro numa boa direita, voa num aéreo e sai atacando a onda com batidas e rasgadas até a beira para arrancar a segunda nota 10 do Pena Little Monster. Jannifer também vem destruindo a onda de trás e tira 9,65 para se manter na frente por 18,40 a 18,00 pontos. Outra série só surge quando restavam 3 minutos e Mathias veio primeiro de novo, manda outro aéreo, manobra forte e comemora abrindo os braços na finalização da onda. A nova fera do Titanzinho precisava de 8,40 pra vencer e a nota saiu 8,50 para virar o placar para incríveis 18,50 a 18,40 pontos. Aí, o Ronco do Mar não mandou mais nenhuma onda para Jannifer de Souza tentar a vitória e Mathias Ramos começa na frente na corrida pelo título do Circuito Brasileiro Pro Junior de 2017.

“Primeiramente, quero agradecer a Deus por essa vitória aqui em Paracuru no Pena Little Monster”, foram as primeiras palavras do campeão Mathias Ramos. “O campeonato foi superdifícil, mas consegui achar boas ondas, mostrar o meu surfe e estou até sem palavras para descrever o que estou sentindo com essa vitória. Quero agradecer a todos que vêm apoiando o meu trabalho, meus patrocinadores, estou focado no ano de 2017, aqui deu tudo certo e vamos com tudo para tentar o título brasileiro Pro Junior esse ano”.

PENA CONTRATA DEIVID SILVA – Mathias Ramos começa a temporada liderando o ranking da categoria para surfistas profissionais com até 20 anos de idade da ABRASP, com Jannifer de Souza em segundo lugar e o também cearense José Gutemberg dividindo a terceira posição com o potiguar Emanuel Tobias. Outros dois surfistas do Rio Grande do Norte, Israel Junior e Arthur Alves, perderam nas quartas de final e ficaram empatados em quinto lugar com o paulista Igor Moraes e o pernambucano Douglas Silva.

O troféu de campeão Pro Junior foi entregue para Mathias Ramos pelo vencedor do título brasileiro no Pena Little Monster do ano passado, o bicampeão sul-americano da categoria para surfistas com até 20 anos de idade, Deivid Silva. Ele agora disputa o Circuito Mundial da World Surf League e ficou muito perto da classificação para a elite do CT no WSL Qualifying Series do ano passado. Em Paracuru, Deivid Silva foi anunciado como a mais nova contratação da Pena, que já patrocinou grandes atletas, como o campeão mundial Adriano de Souza, o maior ídolo do surfe cearense, Fábio Silva, entre tantos outros.

BICAMPEONATO – Na categoria feminina, a campeã brasileira Pro Junior de 2015 repetiu a vitória conquistada em Paracuru no ano passado e festejou o bicampeonato nas ondas do Ronco do Mar. Larissa dos Santos não deu qualquer chance para suas adversárias. Começou forte com 8,50, consolidou a vantagem com 6,5 em sua segunda onda e na terceira ganhou nota 8,0 para garantir a vitória. A disputa pelo segundo lugar foi intensa entre a também cearense Yanca Costa e a paulista Julia Santos. Elas foram trocando de posição a cada onda, até Yanca confirmar o vice-campeonato quando igualou a nota 7,0 da melhor onda da Julia, que no final ainda perdeu o terceiro lugar para a paraibana Raissa Fernandes.

“Estou muito feliz e só tenho que agradecer a Deus por mais uma vitória aqui nesse lugar maravilhoso que é Paracuru”, disse Larissa dos Santos. “Foi muito bom começar o ano já sendo campeã do Pena Little Monster de novo e ofereço essa vitória para todos que estavam torcendo por mim, meus patrocinadores e minha família. Eu encontrei logo duas ondas boas no início, passei a bateria toda liderando e estou muito feliz. O campeonato todo foi irado, a nova geração ta quebrando muito e agora quero correr algumas etapas do QS (Circuito Mundial) para tentar chegar onde eu mais quero, que é o CT”.

VITÓRIA POTIGUAR – Antes da decisão feminina, aconteceu a última final das categorias amadoras do Pena Little Monster. O cearense Cauã Costa era o grande favorito na final da Sub-16. Ele tinha acabado de ser campeão na Sub-14, mas não conseguiu repetir suas grandes apresentações e ficou em último. Outros dois cearenses disputaram o título, mas foi o potiguar Mateus Sena que abriu bem a bateria com nota 7,25. O local de Paracuru, Thiago Eduardo, respondeu com 7,50 com seu frontside criado nas ondas do Ronco do Mar, mas Matheus Sena mostrou um surfe seguro de backside em outra boa onda para reassumir a ponta com nota 7,90, que acabou lhe garantindo a vitória por 15,50 pontos. Thiago Eduardo ficou em segundo lugar com 13,35, Lucas Bezerra em terceiro com 12,05 e Cauã Costa em quarto com 9,65.

“Foi mais uma bateria muito difícil, de alto nível, mas consegui pegar umas ondas boas que fizeram a diferença para poder vencer o campeonato”, disse Mateus Sena, mais uma revelação da Praia de Ponta Negra, celeiro de grandes nomes do surfe potiguar, como Jadson André da atual elite mundial do CT, o campeão brasileiro Joca Junior, Marcelo Nunes, o surfista de ondas grandes Aldemir Calunga, Hemerson Marinho, Danilo Costa e tantos outros. “Estou feliz por levar esse troféu para casa lá em Natal. Treinei bastante para chegar aqui com objetivo de vencer e agora é continuar assim para conseguir mais bons resultados esse ano”.

FAVORITISIMO CONFIRMADO – Na final Sub-14, Cauã Costa confirmou o favoritismo pegando as melhores ondas da bateria. Mostrou isso massacrando sua primeira onda para começar forte com nota 8,25. O paraibano Yuri Barros chegou a assumir a ponta quando surfou sua segunda onda antes do cearense, até Cauã pegar outra boa direita para encaixar suas batidas e rasgadas de frontside e ganhar 9,25 dos juízes. Com essa nota, aplicou uma “combination” nos concorrentes, com os três precisando de mais de dez pontos, ou de uma combinação de duas ondas, que no surfe é como ganhar de goleada no futebol. Yuri Barros ficou em segundo, com o cearense Pedro Rian em terceiro e o pernambucano Lucas Lisboa em quarto lugar.

“Estou muito feliz porque peguei duas ondas muito boas e o campeonato foi muito irado”, disse o atleta da equipe Pena, Cauã Costa. “Deu boas ondas em todos os dias, competi com meus amigos, nessa final fiz um 9,25 e um 8,25, duas notas excelentes, e gostei muito de tudo aqui. Surfei altas ondas aqui em Paracuru nesse campeonato da Pena, que é muito importante para a nova geração, então vamos com tudo para buscar mais vitórias nas próximas etapas”.

VITÓRIA DE PARACURU – Se Cauã Costa venceu fácil a final Sub-14, a decisão Sub-12 foi emocionante e só decidida no último minuto, com uma virada espetacular de Adriano de Souza na única vitória de Paracuru no Pena Little Monster 2017. O paraibano Yuri Barros era o favorito contra os três cearenses da bateria e logo pegou duas ondas boas para largar na frente com notas 8,50 e 8,20. Adriano também achou uma boa direita no início para ganhar 9,80 com uma série de manobras fortes de frontside até a beira e se manter na briga do título.

Francisco Iuri cometeu interferência na disputa por uma onda logo no começo da bateria, mas também mostrou o seu surfe tirando notas 8,25 e 7,25 dos juízes, porém a segunda maior foi dividida ao meio pela penalidade e ficou em terceiro com 11,88 pontos. Há 3 minutos do fim, o local de Paracuru repetiu o seu ataque feroz em casa para tirar os 6,90 pontos que precisava para vencer e finalizou a onda com a vibração da torcida que lotou a praia Ronco do Mar.

Mas, Yuri Barros também pegou uma ótima onda na mesma série mostrando a força do seu backside e deixou um suspense pela divulgação das notas. Guilherme Lemos também surfou suas melhores ondas nos últimos minutos e aumentou ainda mais a expectativa pela análise dos juízes. A primeira a sair foi do Adriano e valeu nota 9,0 para assumir a liderança com 18,80 pontos. A do Guilherme Lemos foi 8,05 e pulou para o terceiro lugar. E a do Yuri Barros ganhou 8,50, com o surfistinha de Paracuru festejando a vitória em casa. Ele disse que seu nome foi dado pelos pais por causa do campeão mundial Adriano de Souza mesmo e que espera seguir os passos de Mineirinho no Circuito Mundial futuramente.

“É muito importante para mim conseguir uma vitória assim em casa, com toda a galera torcendo por mim ali nas pedras”, disse Adriano de Souza. “Eu peguei uma onda muito boa no final, arrebentei e foi irado porque foi a melhor da bateria. Meu sonho é ser campeão mundial, conhecer os lugares com as melhores ondas do mundo. Estou muito feliz, minha mãe vai me abraçar muito e eu vou fazer muita festa para comemorar essa vitória”.

MONSTRINHOS – As categorias dos menores monstrinhos do Pena Little Monster foram as primeiras a definir os campeões. A decisão da Sub-08 foi a primeira a entrar no mar, logo após as quartas de final do Pro Junior. O potiguarzinho Victor Santos começou bem, detonou uma direita até a beira que valeu nota 7,00 e liderou toda a bateria. Ele fechou a vitória com uma onda melhor ainda que rendeu 8,75 para fechar o placar em 15,75 pontos. Luna ficou em segundo lugar com 6,05, seguido pelo também cearense Pedro Henrique em terceiro com 5,50 e os cariocas Lanai Thompson em quarto com 5,30 e Petrus Dantas em quinto com 4,25.

Victor Santos nem saiu do mar, ficando na água para disputar outra decisão, da categoria Sub-10, num confronto direto entre Ceará e Rio Grande do Norte nas ondas do Ronco do Mar. Ele até tentou repetir o seu ataque de backside nas direitas, mas acabou cometendo uma interferência e o cearense Guilherme Lemos confirmou o favoritismo com duas ondas excelentes que renderam notas acima de 8. Ele totalizou 16,75 pontos contra apenas 10,25 do também cearense Marcos Pedersen. Já os potiguares, Alessandro Lucas ficou em terceiro com 6,00 pontos e Victor Santos em quarto com 5,25.

“Estou muito feliz. Eu quero chegar no topo sempre, tentar ganhar todas as etapas porque quero ter vários títulos esse ano”, prometeu Guilherme Lemos. “Eu comecei o ano muito bem, não deu pra repetir o feito na final da Sub-12, mas estou feliz assim mesmo por ter vencido a minha categoria, que é a Sub-10. Eu estava treinando forte pra ser campeão e espero ter mais vitórias assim nos próximos eventos que eu for competir”.

A etapa de abertura do Pena Little Monster 2017 foi apresentada pela CT Wax, com patrocínio da Pena Surf Wear e Prefeitura Municipal de Paracuru, apoio da Agua Acacia, Picolé Pardal, dos hotéis Vento Brasil e Dunas de Paracuru, das pousadas Bons Ventos e Sol & Lua e Associação de Surf de Paracuru (ASPA), com realização da Federação de Surf do Estado do Ceará, Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e Top 16 Promoções. Todos os resultados, fotos e vídeos podem ser acessados no www.pena.com.br

—————————–

Fotos Lima Junior/ Pena

Por João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria do Surf

Assessoria de Imprensa do Pena Little Monster

Entrevistas – Lima Junior / Pena

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

———————————————————–

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO PENA LITTE MONSTER:

FINAL DA CATEGORIA PRO JUNIOR SUB-20:

Campeão: Mathias Ramos (CE) por 18,50 pontos – notas 10,00+8,50

Vice-campeão: Jannifer de Souza (CE) com 18,40 pontos – notas 9,65+8,75

SEMIFINAIS DO PRO JUNIOR SUB-20 – Derrota= 3.o lugar:

1.a: Mathias Ramos (CE) 17.60 x 15.40 José Gutemberg (CE)

2.a: Jannifer de Souza (CE) 18.60 x 9.75 Emanuel Tobias (RN)

QUARTAS DE FINAL DO PRO JUNIOR SUB-20 – Derrota= 5.o lugar:

1.a: Mathias Ramos (CE) 14.50 x 12.95 Arthur Alves (RN)

2.a: José Gutemberg (CE) 15.50 x 13.90 Israel Junior (RN)

3.a: Emanuel Tobias (RN) 14.25 x 13.00 Douglas Silva (PE)

4.a: Jannifer de Souza (CE) 15.75 x 12.50 Igor Moraes (SP)

FINAL DA CATEGORIA PRO JUNIOR FEMININA:

Bicampeã: Larissa dos Santos (CE) por 16,50 pontos – notas 8,50+8,00

Vice-campeã: Yanca Costa (CE) com 13,70 pontos – notas 7,00+6,70

Terceiro lugar: Raissa Fernandes (PB) com 12,90 pontos – notas 6,45+6,45

Quarto lugar: Julia Santos (SP) com 11,90 pontos – notas 7,00+4,90

FINAL DA CATEGORIA SUB-16:

Campeão: Mateus Sena (RN) por 15,15 pontos – notas 7,90+7,25

Vice-campeão: Thiago Eduardo (CE) com 13,35 pontos – notas 7,50+5,85

Terceiro lugar: Lucas Bezerra (CE) com 12,05 pontos – notas 6,70+5,35

Quarto lugar: Cauã Costa (CE) com 9,65 pontos – notas 5,75+3,90

FINAL DA CATEGORIA SUB-14:

Campeão: Cauã Costa (CE) por 17,50 pontos – notas 9,25+8,25

Vice-campeão: Yuri Barros (PB) com 11,85 pontos – notas 6,75+5,10

Terceiro lugar: Pedro Rian (CE) com 10,55 pontos – notas 6,10+4,45

Quarto lugar: Lucas Lisboa (PE) com 10,35 pontos- notas 5,50+4,85

FINAL DA CATEGORIA SUB-12:

Campeão: Adriano de Souza (CE) por 18,80 pontos – notas 9,80+9,00

Vice-campeão: Yuri Barros (PB) com 17,00 pontos – notas 8,50+8,50

Terceiro lugar: Guilherme Lemos (CE) com 13,55 pontos – notas 8,05+5,50

Quarto lugar: Francisco Iuri (CE) com 11,88 pontos – 8,25 e metade de 7,25

FINAL DA CATEGORIA SUB-10:

Campeão: Guilherme Lemos (CE) por 16,75 pontos (notas 8,75+8,00)

Vice-campeão: Marcos Pedersen (CE) com 10,25 pontos (notas 6,50+3,75)

Terceiro lugar: Alessandro Lucas (RN) com 6,00 pontos (notas 3,50+2,50)

Quarto lugar: Victor Santos (RN) com 5,25 pontos na única nota computada pela interferência

FINAL DA CATEGORIA SUB-08:

Campeão: Victor Santos (RN) por 15,75 pontos (notas 8,75+7,00)

Vice-campeão: Luna (CE) com 6,05 pontos (notas 3,50+2,55)

Terceiro lugar: Pedro Henrique (CE) com 5,50 pontos (notas 2,85+2,65)

Quarto lugar: Lanai Thompson (RJ) com 5,30 pontos (notas 2,80+2,60)

Quinto lugar: Petrus Dantas (RJ) com 4,25 pontos (notas 2,70+1,55)

QUARTA FASE DO PRO JUNIOR SUB-20 – 3.o=9.o lugar e 4.o=13.o lugar:

1.a: 1-Arthur Alves (RN), 2-José Gutemberg (CE), 3-Deyvison Santos (PE), 4-Daniel Templar (RJ)

2.a: 1-Israel Junior (RN), 2-Mathias Ramos (CE), 3-Leonardo Berbet (RN), 4-Theo Fresia (RJ)

3.a: 1-Emanoel Tobias (RN), 2-Igor Moraes (SP), 3-Felix Martins (BA), 4-Eduardo Motta (SP)

4.a: 1-Jannifer de Souza (CE), 2-Douglas Silva (PE), 3-Francisco Gomes (CE), 4-Taiwan Chan (BA)

TERCEIRA FASE DO PRO JUNIOR SUB-20 – 3.o=17.o lugar e 4.o=25.o lugar:

1.a: 1-Deyvison Santos (PE), 2-Theo Fresia (RJ), 3-Arthur Chaves (RN), 4-Arthur Cerqueira (BA)

2.a: 1-Daniel Templar (RJ), 2-Leonardo Berbet (RN), 3-Lailson Ferreira (CE), 4-Raul Reis (SP)

3.a: 1-Israel Junior (RN), 2-Arthur Alves (RN), 3-Matheus Gomes (SP), 4-Edher Reis (SP)

4.a: 1-Mathias Ramos (CE), 2-José Gutemberg (CE), 3-Gustavo Ramos (SC), 4-Alex Soares (SP)

5.a: 1-Felix Martins (BA), 2-Taiwan Chan (BA), 3-Ives Lopes (BA), 4-Thiago Eduardo (CE)

6.a: 1-Emanoel Tobias (RN), 2-Francisco Gomes (CE), 3-Danilo Ramos (SP), 4-Guilherme Villas Boas (SP)

7.a: 1-Douglas Silva (PE), 2-Igor Moraes (SP), 3-Raoni Ribeiro (CE), 4-Victor Costa (RN)

8.a: 1-Jannifer de Souza (CE), 2-Eduardo Motta (SP), 3-Lucas Bezerra (CE), 4-Gustavo Borges (RS)

Galeria de Imagens